AvaliaçõesHondaTestes

Avaliação – Honda CR-V EXL 2.0 16V 4×4 2013

O painel é de fácil leitura, facilitado pela fundo preto, desde a nova geração o CR-V oferece como item de série o intelligent Multi-Information Display (i-MID), uma central de informações com tela LCD, sistema de áudio, navegação (GPS), computador de bordo e conexão Bluetooth, o mesmo oferecido no Civic atual. O painel poderia contar com um acabamento melhor e emborrachado, ao contrário do plástico duro utilizado. O volante conta com comandos para o som e piloto automático, muito útil em viagens.

A versão avaliada vem com importantes itens de segurança, como o Hill Start Assist (HAS), que auxilia nas arrancadas em subida, não permitindo que o carro volte, airbags frontais, laterais dianteiros e do tipo cortina e o sistema Motion Adaptive Eletric Power Steering (MA-EPS), que é a direção elétrica adaptável ao movimento, que atua em conjunto com o controle de estabilidade.

O CR-V topo de linha avaliado pelo site chega bem completo, além dos itens de segurança citados no parágrafo acima, o SUV vem com sistema de tração 4×4 Real Time, que atua automaticamente quando percebe a falta de aderência em uma das rodas em terrenos escorregadios e acidentados. Além de câmera de marcha a ré com indicação de distância, retrovisores externos elétricos dobráveis, teto solar com função um toque e antiesmagamento, vidros verdes com filtro UV, acendimento automático do farol baixo, abertura interna do bocal de abastecimento, aviso sonoro de faróis acesos, chave no contato e cinto de segurança para motorista, Bluetooth, botão ECON (controle de consumo de combustível), chave com controle de abertura/fechamento das portas e janelas, computador de bordo, rádio e CD Player com leitor MP3 Player e WMA, sistema de navegação GPS, descansa-braço dianteiro e traseiro com porta-copos, para-sóis com espelho e iluminação, porta-luvas com chave, sensor de chuva entre outros. O modelo não tem opcionais, chega completo de fábrica.

~ Não foi só no visual externo e interno que a Honda mexeu no CR-V, o “coração” do SUV japonês também foi renovado. O motor 2.0 16V ganhou 5cv em relação ao que equipava a geração anterior, chegando aos 155cv. O propulsor foi suficiente forte para carregar cinco pessoas, sendo uma criança, mais bagagem sem pestanejar. Na viagem que fizemos com o CR-V não tivemos problemas em subidas e nem no trânsito. Mas se o motor fosse mais potente, garanto que o passeio ia ser mais divertido. Em conjunto está o câmbio automática de cinco velocidades, proporcionando trocas suaves e sem trancos, as marchas são bem escalonadas que segundo a Honda, se adapta à forma de condução de cada motorista. Durante o teste obtivemos consumos variados, no pouco que andamos da cidade, cerca de 30% do teste, o CR-V fez uma média de 7,2 Km/l, enquanto que na estrada, chegamos a marcar 9,5 Km/l, sempre com o ar-condicionado ligado. Com o botão ECON ligado, essa média melhor um pouco, mas nada exorbitante.

Ainda na parte mecânica, ponto para a suspensão, bem calibrada o conjunto favorece o conforto à bordo, filtrando bem as irregularidades do solo e garantindo boa estabilidade em qualquer situação. Passamos por estardas de terra e nada foi sentido pelos ocupantes, apenas um barulho chato que vinha do bagagito do porta-malas. Nas curvas o sistema se mostrou útil e manteve a trajetória do SUV, mesmo com a inclinação acima da média. A direção elétrica progressiva facilita nas manobras, assim como a câmera de ré.  A nova geração do CR-V é vendida atualmente nas versões LX 4×2 manual (R$ 83.920) e automática (R$ 86.915). Já a versão testada, a EXL 2.0 automática 4×4, tem preço sugerido de R$ 102.160.

CONTINUA NA PÁGINA 3

Página anterior 1 2 3Próxima página
Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo