CarrosNotícias
Tendência

VW T-Cross atinge marca de 200 mil unidades produzidas no Paraná

Modelo ganhará mais espaço na produção da planta de São José dos Pinhais-PR com o fim da fabricação do Fox, após 18 anos

SUV que conquistou os brasileiros por oferecer excelente espaço interno, elevado nível de segurança, tecnologia e conectividade, além de uma performance acima da média em comparação aos seus concorrentes diretos, o T Cross alcança, em outubro, o marco de 200 mil unidades produzidas no País.

E exatamente por conta deste enorme sucesso de crítica e vendas do primeiro utilitário esportivo fabricado pela Volkswagen na América Latina, o Fox deixa de ser produzido para dar mais espaço ao SUVW na linha de produção da moderna planta de São José dos Pinhais (PR). A última unidade do Fox que saiu da linha de montagem – versão Xtreme na bela cor Vermelho Tornado – passará a fazer parte do acervo da Volkswagen do Brasil e será uma das atrações da Garagem VW, localizada na fábrica da Anchieta, em São Bernardo do Campo (SP).

“Desde o seu lançamento, em 2003, o Fox foi produzido exclusivamente na fábrica do Paraná e ao longo destes 18 anos se consolidou como um modelo muito querido pelos colaboradores e desejado pelos clientes. O T-Cross segue o mesmo caminho e é motivo de orgulho ver um produto da nossa planta se tornar um sucesso de vendas no Brasil e no exterior”, disse Leandro Lemos de Oliveira, plant manager da Volkswagen em São José dos Pinhais.

Em setembro, o T-Cross 2022 chegou às concessionárias do País com uma série de novidades importantes, como carregamento de smartphone por indução (wireless charger) e painel de instrumentos 100% digital com tela de 8 polegadas para a versão 200 TSI. Agora comercializado somente com transmissão automática de seis marchas, o SUV traz também o novo logo da marca na grade frontal e passa a ter a opção de ser oferecido na bela cor Vermelho Sunset, que estreou no Nivus.

Fox: uma história de sucesso em design e tecnologia

Lançado em 2003, o Fox é mais um caso de sucesso da Volkswagen. Projetado no Brasil, o hatch teve mais de 1,8 milhão de unidades produzidas na planta de São José dos Pinhais (PR), sendo que aproximadamente 1,3 milhão foram vendidas no mercado interno e cerca de 500 mil unidades exportadas para diversos países em todo o mundo.
Pensado de ‘dentro para fora’, o Fox foi projetado a partir do conceito Designed Around the Passenger (desenhado em torno do passageiro). Além da versão aventureira, o hatch, que se caracteriza por entregar uma posição mais elevada ao volante e ser muito prático na cidade, deu origem também aos modelos SpaceFox e SpaceCross. Ele também foi o primeiro modelo da marca a utiliza o motor de três cilindros 1.0 12V Total Flex e a adotar o câmbio manual de seis marchas, por exemplo, reforçando seu DNA pioneiro no segmento.
Ele também foi um dos primeiros modelos da marca produzidos no País a receber os controles de tração e estabilidade, e estreou a transmissão manual de seis velocidade. O pioneirismo sempre esteve no DNA do Fox.
Fonte: Volkswagen do Brasil
Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo