CarrosNotícias
Tendência

Verstappen: um piloto diferenciado e talentoso, que tem tudo para ser um campeão

Piloto holandês é considerado extremamente talentoso por Felipe Massa. Em entrevista ele ainda afirma que mesmo sem título já pode ser considerado campeão. Veja!

Para os amantes da Fórmula 1, uma coisa é certa: Lewis Hamilton já é o maior piloto da história, sendo heptacampeão aos 36 anos de idade. Se vencer mais um título, irá superar a marca de Michael Schumacher, se tornando o maior vencedor da F1 de todos os tempos.

Mas os recordes de Hamilton não param por aí, o piloto inglês tem prêmios como “Maior número de vitórias”, “maior sequência de corridas finalizadas na zona de pontuação”, “mais pontos conquistados”, e muitos outros. A lista de recordes é gigante e continua aumentando.

Embora tenha conquistado seu primeiro campeonato quando defendia a McLaren, foi na Mercedes que apresentou o maior número de títulos, de 2013 até agora são 6 títulos, domínio até então pouco visto na categoria F1.

Mas 2021 pode ter trazido um concorrente à altura de Lewis Hamilton: o holandês Max Verstappen.

Verstappen é extremamente talentoso, segundo Felipe Massa

O piloto de 23 anos já está surpreendendo muita gente, mostrando que só precisava de um carro à altura para competir com a Mercedes e Lewis Hamilton. Hoje, com a Red Bull, lidera o campeonato mundial de F1, com o domínio dentro de sua própria equipe por 5 temporadas. Agora, a busca é pelo domínio da categoria.

Felipe Massa, piloto brasileiro que já foi vice-campeão da Fórmula 1, falou com a equipe do Betway, site de apostas online, sobre o fenômeno Verstappen. “Max é um piloto que já pode ser considerado diferenciado, sendo extremamente talentoso”, afirmou Massa. “Mesmo sem ter conquistado algum título, já pode ser chamado de campeão”.

Dentro de sua equipe, Max tinha disputa com Daniel Ricciardo (hoje na McLaren). Segundo Massa, hoje Verstappen tem uma performance melhor que o antigo companheiro, chegando ao nível de disputa com Hamilton e com uma diferença muito grande entre os outros companheiros de equipe.

Lewis e Verstappen estão trazendo de volta a emoção da F1, com disputa acirrada e pequena diferença de pontos, onde a briga pelo título tem a tendência de se estender até a última prova da temporada.

Para Felipe Massa, a disputa entre Max Verstappen e Lewis Hamilton é muito benéfica para a Fórmula 1. “Em qualquer esporte, quando tem sempre o mesmo vencedor, faz mal para a categoria”, afirmou Massa.

“Se analisarmos a história da F1, tivemos fases em que diversas equipes dominaram a categoria. Isso não é tão positivo para os fãs, eles querem ver disputa”. Sobre a temporada atual, Felipe Massa apontou quão benéfica será para a Fórmula 1. “Este ano, onde estamos vendo uma disputa até o final entre duas equipes, os fãs estão mais envolvidos. E isso é saudável para o esporte.”

A falta de brasileiros na Fórmula 1

Felipe Massa também comentou lamentando a falta de brasileiros na F1 desde 2017. O Brasil é o terceiro país com mais títulos na categoria, somando 8 no total. O último piloto a fazer parte do grid da principal categoria da Fórmula 1 foi justamente Felipe Massa.

“Fico triste por não termos um representante brasileiro na Fórmula 1, afinal o Brasil sempre foi muito tradicional na categoria”, confessa Felipe. Nesta temporada tão disputada e empolgante, o brasileiro sente falta de ver alguém defendendo a bandeira verde e amarela, principalmente os fãs apaixonados pelo automobilismo.

Ele ainda cita que o Brasil sempre teve muitos pilotos de sucesso na F1, como Emerson Fittipaldi, Nelson Piquet, Ayrton Senna, Rubinho Barrichello e o próprio Felipe Massa, fora os outros pilotos brasileiros talentosos que não conseguiram títulos, mas sempre estiveram presentes nas corridas. “Espero que em breve volte a ter um piloto brasileiro, para mantermos a tradição que o Brasil tem com a F1”.

Massa e a Stock Car

Massa tem uma história de 15 temporadas na Fórmula 1, com 11 vitórias por equipes famosas como a Ferrari, onde conquistou seu vice-campeonato em 2008. Hoje, correndo na Stock Car pela equipe Lubrax, Felipe contou o que mais sente falta na Fórmula 1. “Eu sinto falta do carro da Fórmula 1, afinal o carro da Stock Car é completamente diferente. Sinto falta também da competição em si”.

Uma coisa Felipe afirma que não sente falta nenhuma em correr pela Fórmula 1: a presença forte da política dentro do esporte. “Estou muito mais feliz fazendo parte de um campeonato onde não tem nenhuma politicagem. É apenas para a diversão dos pilotos, estou fazendo aquilo que amo e dando o meu melhor!”.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo