CarrosNotícias

Salão de Genebra: Koenigsegg revela novo Regera

Koenigsegg Regera 2016

Em sueco, Regera significa “reinar”. É o que a Koenigsegg pretende que o Regera faça: reinar e ser o melhor do mundo. O mais potente. O mais rápido. O mais temível. O mais luxuoso. O melhor.

“O único híper/megacarro que poderá bater este Regera numa pista é outro Koenigsegg”, garantem os responsáveis pela marca. “A criação de um verdadeiro Dr. Jekyll & Mr. Hyde personalizado”, acrescentam.

Koenigsegg Regera 2016 2

Sob o capô, um potente motor é um V8 de 5 litros de 1100cv auxiliado por três motores elétricos. A Koenigseeg continua a anunciar “mais de 1500cv” (fala-se em mais de 1800cv), acima dos já “absurdos” 1500cv do recentemente apresentado Bugatti Chiron. O binário máximo ascende a 2000 Nm.

Os motores elétricos, dos quais dois estão localizados nas rodas (o outro está ligado ao sistema Direct Drive System, que substitui a transmissão), são alimentados por um sistema de baterias de 800V e de 4.5 kWh (pesando apenas 90 kg).

A maior curiosidade do Regera encontra-se na ausência de uma caixa de câmbio. Ao invés dela, conta com transmissão direta do motor para as rodas, graças ao sistema Koenigsegg Direct Drive (KDD) que conta com um diferencial traseiro de acoplamento hidráulico que trata de gerir a potência e transmiti-la ao asfalto.

O Regera utiliza dois padlle-shift atrás do volante, mas não para funcionamento como as tradicionais caixas de velocidades automáticas: a da esquerda serve para aumentar o poder de regeneração de energia, enquanto a da direita ativa o acoplamento hidráulico para as operações de redução de velocidade.

Com 1470 kg de peso em seco (mais 50kg que no protótipo), o Regera acelera dos 0 aos 100 km/h em 2,8 segundos e dos 0 aos 300 km/h em apenas 10,9 segundos. A Koenigsegg aponta ainda um tempo de 20 segundos (estimados) para atingir os 400 km/h e recuperação dos 150 km/h para os 250 km/h em escassos 3,9 segundos.

Em relação ao protótipo, a Koenigsegg fala em mais de 3 mil alterações. O interior foi um dos alvos das melhorias, com a inclusão de tecnologias de WIFI no interior, assim como carregador sem fios para dispositivos móveis.

A produção do Regera está limitada a 80 unidades. O preço ainda não foi revelado mas fala-se em valores acima dos dois milhões de euros, o que não impediu que já haja 5 encomendas.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo