CarrosNotícias
Tendência

Renault revela novo SUV Rafale E-Tech 4×4 300 cv Alpine

Disponível em duas versões de acabamento, Esprit Alpine e Atelier Alpine, o modelo será comercializado a partir do último trimestre de 2024

A Renault está revelando sua versão de alta performance do Rafale: o Renault Rafale E-Tech 4×4 300 cv. Fruto de todo o know-how da marca e da paixão das equipes, a nova motorização híbrida plug-in recarregável oferece o melhor de dois mundos, permitindo um uso no modo a combustão ou elétrico, dando preferência ao modo elétrico no dia a dia. O Renault Rafale E-Tech 4×4 300 cv vai muito além do motor de alta performance. Perfeitamente alinhado com seu tempo, ele é pra lá de eficiente, com até 1.000 km de autonomia (WLTP*). Com a inclusão do motor elétrico no eixo traseiro, o carro-chefe da marca conta com um sistema de tração integral ativo de forma permanente. Além dos equipamentos tecnológicos e de segurança de ponta, o Rafale E-Tech 4×4 300 cv otimiza a tração e aderência ao solo em qualquer circunstância.

A versão Atelier Alpine eleva ainda mais o patamar de excelência em termos de prazer de dirigir, graças à parceria com os especialistas da marca Alpine. Com a tunagem do chassi realizada pelos engenheiros da Alpine Cars e o sistema inteligente de suspensão ativa, o Renault Rafale E-Tech 4×4 300 cv Atelier Alpine entrega um comportamento ao volante e prazer de dirigir do mais alto nível.

1. Motorização excepcional

A motorização do Rafale E-Tech 4×4 300 cv é baseada no grupo motopropulsor E-Tech hybrid 200 cv, ao qual é associado um motor elétrico no eixo traseiro e uma bateria recarregável de grande capacidade. Com 22 kWh, ela oferece ao Rafale uma autonomia de até 100 quilômetros (WLTP*) no modo 100% elétrico.

Gerenciado pela tecnologia E-Tech, o motor a combustão associado aos três motores elétricos e à bateria entrega uma potência de 300 cv. A gestão da energia é otimizada continuamente, proporcionando uma relação performance / eficiência no melhor nível do mercado. O modelo oferece um nível de consumo de combustível de 0,7l / 100 km em uso misto WLTP, mantendo o nível moderado de 5,8 litros / 100 km mesmo quando a bateria está descarregada, graças à eficiência do motor a combustão e à grande capacidade da bateria (pendente da homologação WLTP).

Sob o capô, o motor a combustão de 3 cilindros e 1,2 L conta com um novo turbocompressor, que eleva a potência para 110 kW, ou 150 cavalos (versus 96 kW ou 130 cavalos na versão E-Tech 200 cv) e o torque para 230 Nm (versus 205 Nm). A transmissão multimodos equipada com acoplamentos de garras foi adaptada a estas evoluções.

O motor a combustão é associado a três motores elétricos (2 principais e 1 secundário), para uma potência máxima acumulada de 300 cv:

  • No eixo dianteiro, o motor elétrico principal entrega 50 kW (70 cv) e 205 Nm de torque;
  • O segundo motor elétrico principal conectado de forma permanente no eixo traseiro garante 100 kW (136 cavalos) e 195 Nm de torque;
  • O motor elétrico secundário do tipo HSG (High-voltage Starter Generator – Motor de Arranque / Gerador de Alta Tensão) entrega 25 kW (34 cv) e 50 Nm de torque.

Para uma experiência de condução dinâmica, os diferentes motores trabalham em sinergia para entregar todo seu potencial, oferecendo os seguintes níveis de performance:

  • 0 a 100 km/h em 6,4 seg. (vs. 8,9 seg. para o E-Tech hybrid 200 cv);
  • 80 a 120 km/h em 4,0 seg. (vs. 5,6 seg. para o E-Tech hybrid 200 cv);
  • Com o veículo parado, são necessários 26,9 segundos para arrancar e percorrer 1.000 metros.

A utilização no modo elétrico é assegurada pelos dois motores elétricos principais, alimentados por uma bateria de íons de lítio de 22 kWh / 400 V. Já o motor elétrico secundário do tipo HSG assegura a partida do motor de combustão e controla as trocas de marchas da transmissão automática, contribuindo também para recarregar a bateria.

Com potência máxima de recarga de 7,4 kW (32A), o tempo para recargar completamente a bateria é de:

  • 2h10min para 0 a 80%
  • 2h55min para 0 a 100%

“O Rafale embarca dois aspectos-chave do legado da Renault. A esportividade dos nossos sedãs de alta performance, como o R21 Turbo e o Safrane Baccara Biturbo, e nossa capacidade de inovação, como o monovolume, o turbo e as motorizações E-Tech híbridas”.

Grégory Launay, Revenue Leader, Renault Rafale

2. Atelier Alpine: o melhor da tecnologia da Alpine e da Renault

Além da versão de acabamento Esprit Alpine compartilhada com a versão E-Tech hybrid de 200 cv, o Rafale E-Tech 4×4 300 cv está disponível na inédita versão Atelier Alpine. Um nome que já diz tudo e remete à expertise avançada da Alpine Cars transferida para a Renault.

O resultado deste compartilhamento de talentos permite oferecer “a experiência Alpine” ao volante do Renault Rafale. Concretamente, o chassi Atelier Alpine foi tunado por mais de uma dezena de engenheiros dedicados da Alpine Cars, com foco no desenvolvimento de:

  • Componentes exclusivos: amortecedores, molas, batentes de impacto, barra estabilizadora dianteira e traseira e rodas de 21 polegadas;
  • Sistema exclusivo de amortecimento controlado (suspensão ativa com câmera preditiva);
  • Modos específicos do Controle de Agilidade (ver página 4);
  • Calibração dos calculadores (ECUs) que comandam a frenagem, regeneração da frenagem, controle de estabilidade e trajetória, bem como a direção assistida;
  • Know-how especializado para acoplar a motorização ao chassi e os pneus esportivos Continental.

O Rafale E-Tech 4×4 300 cv Atelier Alpine se diferencia do restante da gama pela exclusiva pintura de carroceria Azul Sommet Satin, spoiler flutuante na cor Preto Étoilé e aros de rodas exclusivos “Chicane” de 21 polegadas, montados com os pneus Continental (aros de rodas de 20 polegadas na versão de acabamento Esprit Alpine). Remetendo à esportividade da marca Alpine, o interior do Rafale E-Tech 4×4 300 cv Esprit Alpine e Atelier Alpine conta com tapetes na icônica cor azul da marca do “A” em formato de flecha.

O Rafale E-Tech 4×4 300 cv Atelier Alpine se diferencia da versão Esprit Alpine pelo inovador sistema inteligente de suspensão autoajustável, acoplado a uma câmera localizada na parte superior do para-brisa. Batizado de suspensão ativa com câmera preditiva, este sistema leva em conta a velocidade e as reações do condutor para adaptar continuamente o amortecimento de acordo com os obstáculos à frente, como uma lombada ou alterações na superfície de rodagem.

Controle de Agilidade

Na tela multimídia, o exclusivo menu “Chassis Control” do Rafale Atelier Alpine permite que o condutor regule os parâmetros do sistema 4Control Advanced, o perfil de amortecimento e os ângulos de esterçamento traseiro de três formas:

  • Comfort, ideal para os trajetos diários, principalmente na cidade.
  • Dynamic, para um equilíbrio entre agilidade e nível de filtração.
  • Sport, que privilegia a dirigibilidade e o prazer de dirigir.

As configurações do Controle de Agilidade podem ser acessadas em todos os modos de condução (Eco, Comfort, Sport e MySense), exceto no modo Snow.

Tendo em vista a multiplicidade de tecnologias reguláveis disponíveis na versão Atelier Alpine (4 motores, tração nas 4 rodas, 4 rodas direcionais, frenagem regenerativa e suspensão ativa), a escolha entre os 3 modos permite personalizar o Rafale de maneira bastante simples, de acordo com o desejo do condutor.

Desenvolvidos pelos engenheiros de Alpine, os parâmetros de cada um dos modos de condução garantem que o Rafale Atelier Alpine estará sempre na configuração ideal.

3. Todas as qualidades da motorização híbrida e elétrica

O Renault Rafale E-Tech 4×4 300 cv é equipado com uma generosa bateria recarregável de 22 kWh, que funciona a 400 V. Quando totalmente carregada, ela permite uma autonomia de até 100 km (ciclo WLTP*) em modo 100% elétrico. Esta capacidade incentiva a recarga regular por meio da tomada.

Se o nível de carga da bateria for suficiente, a utilização no modo 100% elétrico é ativada por padrão nos modos Comfort e Eco, podendo ser mantida de acordo com os inputs do condutor. Ela também pode ser “forçada” selecionando o modo “Electric” por meio do botão EV MODE, localizado no apoio de braço central. Esta opção de energia é mantida para uma necessidade de potência de até 160 cavalos e velocidade máxima de 135 km/h.

O botão EV MODE permite ativar um dos 3 modos seguintes por meio de um menu suspenso (drop-down):

  • Hybrid, ativado por padrão;
  • Electric, que ativa a condução “forçada” em modo 100% elétrico;
  • E-save, que ativa o motor a combustão desde a partida para recarregar até 25% da capacidade da bateria, antes de chegar a uma zona urbana, por exemplo.

No dia a dia, o Renault Rafale E-Tech 4×4 300 cv funciona como um carro 100% elétrico e fornece o mesmo tipo de sensações ao volante, principalmente a ausência de ruídos de funcionamento e reatividade na aceleração. Este prazer é potencializado pela frenagem regenerativa regulada por meio das borboletas localizadas no volante.

Graças à gestão otimizada da energia entre os diferentes tipos de motores, o consumo padrão segundo o ciclo WLTP* é de 0,7 litro / 100 km (15 gr. de CO2/km) com a bateria carregada e 5,8 litros/ 100 km (132 gr. de CO2/km) com bateria descarregada. Esta eficiência posiciona o Rafale E-Tech 4×4 300 cv no melhor nível do mercado dos SUVs de alta performance do segmento D.

A engenhosidade e eficiência da tecnologia E-Tech permite oferecer as autonomias seguintes:

  • Até 100 km no modo 100% elétrico (WLTP*)
  • Autonomia acumulada de até 1.000 km com o tanque cheio de gasolina (tanque de 55 litros) e a bateria totalmente carregada (WLTP*)

*pendente de homologação

Com seu novo motor elétrico localizado no eixo traseiro, o Renault Rafale E-Tech 4×4 de 300 cavalos conta com um sistema de tração nas 4 rodas permanentemente ativo. A tração de cada eixo é gerenciada automaticamente pelo sistema E-Tech conforme as condições de rodagem e o modo de condução selecionado por meio das regulagens MULTI-SENSE. A distribuição do torque pode variar instantaneamente de 100% nas rodas dianteiras (tração dianteira) a 100% nas rodas traseiras (tração traseira). De maneira geral, a tração dianteira é privilegiada a uma velocidade de até 70 km/h e a tração traseira para velocidades superiores.

Esta função maximiza a utilização da energia elétrica durante o percurso. Os dados sincronizados do Google Maps, como a topografia do trajeto nos sete quilômetros seguintes (ou no trajeto mais provável se não for programado nenhum destino), fornecem informações antecipadas ao sistema de gestão da bateria para que a energia do motor elétrico seja utilizada o máximo possível.

Um relatório de condução da condução é disponibilizado sob a forma de um gráfico de barras, detalhando o consumo e a distância percorrida no modo 100% elétrico.

Fonte: Sala de Imprensa | Renault do Brasil

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo