CarrosNotícias

Recall: Bugatti chama 87 unidades do Veyron

bugatti-veyron-super-sport-223_1

A Bugatti está convocando 87 unidades do superesportivo Veyron por duas razões distintas: uma anomalia no sensor de combustível, um defeito de corrosão de um cabo do alternador e placas de metal que se podem soltar em movimento.

O primeiro afeta 72 unidades do Veyron 16.4 fabricado entre 2006 e 2010, e o Veyron 16.4 Grand Sport (a versão descapotável) fabricado entre 2010 e 2011.

A anomalia no sensor de combustível de 100 litros pode indicar mais gasolina que o real. A segunda chamada diz respeito a 13 unidades do Veyron 16.4 e deve-se a um defeito detetado na instalação elétrica do alternador, que por efeito da corrosão pode perder o revestimento, e em condições extremas, dar origem a um principio de incêndio.

O último problema reportado ao Veyron é mais perigoso e envolve as placas de metal instaladas na parte de baixo do carro, que contribuem para melhorar a aerodinâmica. Ao que tudo indica, estas podem soltar-se e tornar-se potenciais causadores de acidentes para outros veículos, já que ficarão soltas na estrada. Isto pode acontecer em 87 unidades, fabricadas entre 2006 e 2010.

O mais curioso é que estes problemas foram corrigidos. A Bugatti já tinha identificado os problemas, e decidiu resolver os problemas por sua própria iniciativa e sem comunicar o caso às autoridades norte-americanas, o NHTS.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo