NotíciasReportagens

Quem foi o primeiro presidente da Ford?

Fotos: Divulgação

Para muitos, Henry Ford foi o inventor do automóvel. Também inventou o sistema de produção em série, batizado de linha de montagem. Nem uma coisa nem outra. Quando o mito fundou a empresa que levou seu nome, o automóvel já existia há muito tempo. A linha de montagem, que deu velocidade à fabricação de automóveis, também não foi criação sua, mas uma adaptação de outros processos de produção em série que ele bem observou.

Foto: Henry Ford

Mas, surpresa mesmo é imaginar que o homem que fundou a Ford Motor Company não foi o seu primeiro presidente. A história da  empresa registra que em 16 de junho de 1903, foi formada uma sociedade em Detroit e organizada a Ford Motor Company, cujos acionistas eram investidores de diversas áreas: um negociante de carvão, um confeiteiro, um banqueiro, no total 12 pessoas, inclusive Henry Ford.

E, por decisão da primeira assembléia, John Simpson Gray, que começou a vida como confeiteiro e, mais tarde, se tornou homem de negócios e banqueiro foi convocado para comandar a empresa e se tornou o primeiro presidente da Ford Motor Company, em 1903.
John Gray nasceu em Edimburgo, na Escócia, em 5 de outubro de 1841, e emigrou com sua família para os Estados Unidos em 1849, que se instalou numa fazenda em Wisconsin. No entanto, o pai de Gray decidiu que a agricultura não era uma profissão adequada, e em 1857 a família mudou-se para Detroit, uma cidade que começava a se industrializar.

Foto: Henry Ford

Curiosamente, o nome de Gray pouco aparece na história da empresa. No livro comemorativo dos 90 anos da Ford, de George H. Dammann, publicado em 1993 pela Motorbooks International Publishers, há uma única citação do fato.  No início da página 24, há um pequeno relato da companhia referindo-se ao ano de 1906 como um dos mais importantes nos anais da história da companhia, quando Henry Ford, então vice-presidente e engenheiro-chefe, assumiu a presidência em substituição a John Gray, que faleceu repentinamente devido a um ataque cardíaco, no dia 6 de julho de 1906.

Ao assumir o controle da empresa, da qual também era acionista Ford decidiu por em prática o seu sonho de produzir um automóvel popular, de baixo custo, resistente, enfim, um carro Ford para todos. Como ele não conseguia convencer os demais acionistas que preferiam carros luxuosos e caros, ele decidiu comprar, aos poucos, todas as ações dos demais investidores. O grupo era formado pelos acionistas Alexander Malcomson, John W. Anderson, CH Bennett, James Couzens, Horace E. Dodge, John F. Dodge, Vernon C. Fry, John S. Gray, Horace H. Rackham, Albert Strelow e Charles J . Woodall.

Em 16 de junho de 1903, a Ford Motor Company foi incorporada, com a participação desses 11 investidores, mais Henry Ford, que detinham um total de 1000 ações no valor de US $ 100.000. Na primeira reunião de acionistas, Gray foi eleito presidente, Henry Ford, vice-presidente, e James Couzens, secretário.

Em 23 de julho de 1903 a empresa vendeu seu primeiro carro, um modelo A, de dois cilindros, produzido na planta de Mack Avenue em Detroit. Em 1908. foi lançado o Ford T que, em 19 anos de vida, vendeu cerca de 15 milhões de unidades e tornou a Ford uma empresa conhecida e respeitada mundialmente.

Fonte: Ford para todos

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo