LançamentosNotícias

Que venha o Ford Fusion 2013

Fotos: Divulgação

Antes de se tornar “one Ford”, a montadora americana oferecia dois sedãs de proporções semelhantes com características diferentes de acordo com o mercado. Para os europeus, o dinâmico Ford Mondeo, para os americanos, o confortável Ford Fusion. Mas graças à nova filosofia, Mondeo e Fusion agora formam um só carro, unindo o útil ao agradável, formando o Ford Fusion 2013. Como água e óleo, esportividade e conforto não se misturam, então pode-se dizer que o novo Fusion está mais para um Mondeo 2013 que mudou de nome.

O novo sedã foi lançado pela Ford em Los Angeles (EUA) e será fabricado em cinco lugares – EUA, Bélgica, Rússia, China e México, que atenderá ao mercado brasileiro – e vendido em 160 países. Com o novo DNA global da Ford (que tem um visual “ame ou odeie”), o Fusion 2013 virá para terras brasileiras oferecendo na versão top o novo propulsor EcoBoost 2.0 turbo de 240 cv e 34,7 kgfm de torque, que promete andar mais e consumir menos combustível que o antigo 3.0 V6. A Ford divulgou apenas o preço desta versão para o mercado brasileiro: R$ 112.900. As vendas começam em fevereiro.

O Fusion 2013 continuará a oferecer tração integral AWD e câmbio automático sequencial de seis velocidades. A Ford não optou pelo delicioso Powershift de dupla embreagem, o que é uma pena. Entre os itens oferecidos, estão presentes sistema de estacionamento automático, oito airbags e Sync Media System (que dessa vez falará português e trará mapas brasileiros). O cruise control evoluiu e agora oferece sistema adaptativo.

Sua chave MyKey é um show à parte, pois permite limitar o uso do veículo de acordo com a configuração de várias funções, como velocidade máxima e volume máximo do áudio por exemplo, o que é ótimo para cortar as asas do moleque de 18 anos que pede emprestada a chave do seu carro.

Nas dimensões, o Fusion 2013 agora possui 4,87 m de comprimento, 1,48 m de altura, 1,91 m de largura e 2,85 m de entre-eixos, mas o porta-malas sofreu da síndrome de New Civic e perdeu 77 litros, oferecendo agora razoáveis 453 litros.

Entre as versões oferecidas no Brasil, a primeira prevista para chegar é a top de linha Titanium 2.0 EcoBoost AWD, mas todos os gostos serão agradados com a oferta de outras versões: 2.0 EcoBoost FWD (com tração dianteira), SE Duratec 2.5 16V (que será flex) e Hybrid.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Um Comentário

  1. Esse Fusion ficou muito melhor que o antigo com aquela grade dianteira estilo “Gillette Mach 3” e por dentro continua com o mesmo requinte do antigo, pena que ele seja caro para comprar e para manter, como convém a todo Ford brasileiro.

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo