LançamentosNotícias

Primeira Volta – Novo Audi A8, avião sobre quatro rodas

Fotos: Divulgação

Munique, Alemanha – Foram doze horas de voo entre São Paulo e Munique na Alemanha. A bordo do Airbus A340-600 DVD, luz individual de leitura, dezenas de filmes, músicas e jogos. Para dormir poltronas que viram cama. Chegando a Bavária troquei de veículo e foi a vez de testar por dois dias o novo Audi A8. A sensação logo ao entrar no carro é que não tínhamos saído ainda do avião da cia aérea tamanha sofisticação empregadas no veículo.

Por fora as mudanças não são drásticas, mas também não quer dizer que elas não são sentidas logo no primeiro olhar. Afinal de contas o capô, a grade dianteira (uma marca da Audi) e o para-choques receberam novos desenhos. A borda dos faróis ficou reta e as lâmpadas são em LEDs. Na traseira os destaques são as lanternas em LEDs e que ficaram mais planas, interligadas agora por um friso cromado contínuo. Os para-choques foram redesenhados e ganham duas ponteiras de escapamentos.

Depois de dar a volta completa no carro e hora de vê-lo por dentro e é nessa hora que o motorista e passageiros realmente se sentem nas alturas. O painel de instrumentos é completo e sofisticado. O espaço para todos os ocupantes e excelente. Andar na frente é uma diversão. Ajusto banco, espelhos e diversas funções. E difícil sair com o carro de imediato. São tantos detalhes que se demora um tempo até aprender tudo que se pode tirar do veículo. Os bancos tem ventilação, aquecimento e até massagem com cinco programação de intensidade.  Já ficar nos bancos de trás faz você se sentir uma celebridade: tem ajustes eletrônicos para as costas e os pés. Já o sistema de entretenimento inclui dois monitores com fones de ouvido sem fio ativados por bluetooth e com DVD. O ar condicionado é  automático de duas zonas, o teto tem vidro panorâmico, a chave pode fazer o carro abrir, fechar e dar a partida mesmo ela estando no bolso da calça. As janelas já vem escurecidas de fábrica, na parte de trás mesas dobráveis para se colocar um lap top, por exemplo e até um refrigerador esta disponível. A iluminação interna também é em LED e os bancos em couro legítimo da mais alta qualidade, ufa. Deve ter mais coisas, mas não da para se lembrar de tudo a bordo.

Quando se fala em tecnologia, nada diverte mais o motorista do que o sistema MMI de oito polegadas, com navegador em 3D e que pode-se acessar diversas funções pelo comando de voz ou pelo touchpad localizado no console central. Escolho Fussen, uma cidade ao Sul da Baviera, 200 km de Munique.

O Audi Connect  inclui telefone e basta um chip para que o carro de transforme em uma central WI FI. Desta forma todos os ocupantes do carro podem utilizar o sistema ao mesmo tempo seja pelo telefone celular, tablet ou computador. E foi assim durante todo o meu test drive. Enquanto dirigia os outros ocupantes não saiam dos seus celulares. Seja para mandar uma mensagem de texto, ler as ultimas notícias do dia no Brasil ou simplesmente descobrir novos pontos turístico em nosso caminho. O som é da dinamarquesa Bag&Olufsen, considerada a melhor do mundo,  e tem “apenas” 1.400 watts de potência que podem ser escutados em 19 alto-falantes. Já o porta malas tem capacidade de 520 litros.

Na parte de segurança o novo A8 inclui controle adaptativo de velocidade com função stop & go e o controle de velocidade sincronizado com o Audi Pre-Sense que detecta situações de riscos dependendo da condução o motorista. Além disso pode vir com Side Assist que detecta os pontos cegos do carro em caso de ultrapassagens. O Active Line Assiste avisa o motorista, caso ele mude de faixa involuntariamente e até executa leves correções. Já o Park Assist tem monitorados todos os 4 cantos do carro, (360 graus) para auxiliar o motorista a estacionar o carro. O head-up display integrado ao painel de instrumentos, projeta algumas informações no para brisa na linha de visão do motorista. E tem mais, caso você esteja dirigindo a noite o assistente de visão noturna detecta a centenas de metros do carro a presença de pedestre e animais na pista.

Mas nada disso funcionaria se em baixo do capo não tivesse motores a altura do carro. Na Europa o novo A8 pode vir equipado com motores a gasolina, a diesel e até com um incrível motor W12. Para o Brasil a novidade é novo motor V6, 3.0 TFSI quatro que desenvolve 310 cavalos de potência. E foi justamente nesse carro que fiz o teste. A arrancada é firme e precisa. Apesar de um carro desse tamanho o motor da conta do recado. Faz de  0 a 100 km/h em apenas 5,7 segundos e durante os mais de 400 km testados o novo Audi A8 não decepcionou. Com estradas perfeitas e com velocidade liberada, aceleramos bem e bom um bom tempo. A media foi na casa dos 200 km/k, mas se quisesse mais não teria problema, já que a velocidade máxima é limitada eletronicamente a 250 km/h. A fabricante garante que conseguiu diminuir em 10% o consumo de combustível graças a utilização de matérias leves e novas tecnologias na construção dos carros como o Audi Space Frame onde carroceira feita em alumínio pena 231 kg, 40% menos do que se fosse feita em aço por exemplo.

Obviamente todo esse conforto e sofisticação tem um preço e ele não é baixo: mas a grande novidade é que com a chegada desde novo motor, a Audi promete baixar o preço do novo A8 em quase 100 mil reais. Continua não sendo para muitos, mas já torna o custo beneficio bem atraente para quem quer subir de patamar na vida. O novo A8 chega no começo do segundo semestre ao Brasil e custando cerca de  450 mil reais.

Fim do test drive. Deixo o A8 na garagem de um hotel ao lado do aeroporto. Infelizmente é hora de pegar o voo de volta. A vantagem é que pelo menos tenho um bom tempo para escrever essa reportagem.

Viagem a convite da Audi do Brasil

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo