CarrosNotícias

PRIMEIRA VOLTA – Nissan revela crossover Kicks para o mundo

IMG_8695

Fotos: Marcus Lauria e Divulgação

Ele já tinha aparecido em várias mostras estáticas, teasers e até na campanha publicitária oficial das Olimpíadas. Mas foi só ontem, na apresentação oficial à imprensa, que pudemos pôr as mãos no Nissan Kicks, em sua versão definitiva para o mercado. O evento ocorreu na cidade de São Paulo e o test-drive se estendeu até a cidade de Porto Feliz (SP), passando pelas rodovias Bandeirantes, Dom Gabriel Paulino Bueno e Castelo Branco.

IMG_8704

Se a primeira impressão é a que fica, o prognóstico para o Kicks parece bem bom. As linhas angulosas, os vincos fortes, a atenção com a aerodinâmica e os detalhes, sutis ou não, mostram uma clara intenção de se destacar na multidão de SUVs compactos do mercado muito mais do que de quebrar qualquer paradigma. A fórmula de design do Kicks mescla elementos já consagrados em vários outros SUVs e crossovers da marca, do Qashqai ao Juke, e o resultado é bem mais harmônico ao vivo do que se poderia supor pelas fotos.

IMG_8591

Beleza não põe mesa, mas abre o apetite. Seria incoerente apresentar um carro bonito por fora e medíocre por dentro, mas esse erro a Nissan não cometeu. O Kicks é um dos modelos mais bem acabados e bem equipados do segmento, e se peca, é por detalhes. Os ocupantes são recebidos com bancos bonitos e bem revestidos em couro, que também está nas portas, no volante – totalmente novo – e numa ampla faixa com costura aparente no painel, que liga os difusores laterais do ar-condicionado – estes igualmente com bom acabamento. A central multimídia segue a tendência, parecendo um “tablet flutuante”, e apresenta bom acabamento, ótima resolução e ainda imagens da câmera 360º, inédita e exclusiva no segmento.

IMG_8641

O painel de instrumentos inova ao apresentar, à esquerda do velocímetro analógico tradicional, uma tela TFT que mostra informações de consumo (inclusive com auxílio à condução econômica), áudio, GPS, controle dinâmico do chassis (também novidade) e ainda bússola, velocímetro digital e conta-giros que simula um mostrador analógico. O console central, que abriga a pequena alavanca de câmbio e o botão de partida, é ao mesmo tempo bem acabado e prático, com 2 bandejas e 2 porta-copos. O sistema de ar-condicionado é automático e digital, e apesar de não ser dual-zone conta com botões bonitos e comandos intuitivos. Completam o bom conjunto vidros com acionamento elétrico e one-touch para subir e descer nas 4 portas.

IMG_8605

As poucas falhas estão, como dissemos, em detalhes como o retrovisor interno muito simples e ainda com a lingueta anti-ofuscamento, as luzes internas fracas – a dianteira usada em modelos como March, Versa e até no Renault Duster – e no plástico pobre e mal encaixado do local que, supomos, abrigará o canhão de ignição de versões mais baratas do Kicks, já que a topo-de-linha SL conta com chave presencial. Mas o principal e mais grave dos pecados é a ausência de controlador de velocidade, essencial para um carro que não pede trocas de marchas e ainda mais em tempos de velocidades baixas em vias públicas.

IMG_8613

Única opção de motor por enquanto, o 1.6 16v está em nova geração e ganhou mais força: agora são 114 cv e 15,5 kgfm de torque com etanol. A versão que avaliamos, Rio 2016 (baseada na topo-de-linha SL) conta com (bonitas) rodas de liga leve com aro de 17 polegadas e pneus 205/55. Controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas e Isofix no banco traseiro são alguns dos itens de segurança presentes nesta versão. O preço sugerido a partir de 5 de agosto, quando o Kicks chegará nas concessionárias, é de R$ 89.990,00 (versão SL) e as revisões programadas até os 60 mil km terão valores fixos com soma total de R$ 2.994,00.

IMG_8653

PRIMEIRA VOLTA por Marcus Lauria

São Paulo/SP – Por fora um design atraente, por dentro um interior aconchegante, foi desta forma que tive as minhas primeiras impressões do Nissan Kicks, o lançamento Global da marca. O pequeno Crossover chega para tomar espaço do Honda HR-V, Renault Duster e Jeep Renegade, entre outros.

Bem equipado, o simpático Kicks promete abalar a concorrência. Ao entrar no carro, logo percebo que sua posição de dirigir é excelente, o ajuste do banco é fácil de usar e a posição perfeita é logo achada. Depois de acertar os espelhos retrovisores, a profundidade do volante, é hora de conhecer o comportamento dele na estrada.

Equipado com um motor 1.6 16v revisto, e com uma potência de 114 cv e 15,5 kgfm de torque com etanol, foi possível perceber que o propulsor tem força suficiente para empurrar os 1.142 kg, isso por que conseguiram reduzir cerca de 300 kg do modelo. Junto com o câmbio CVT, com a função Sport, o silêncio a bordo, foi percebido durante todo o trajeto do test-drive. Só em subidas mais íngremes, que o motor sofre, e as reduções são constantes. No geral, o Kicks atende a sua proposta e vai se dar bem em seu segmento.

IMG_5521

Viagem a convite da Nissan do Brasil

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo