LançamentosNotícias

PRIMEIRA VOLTA – Audi A4 Attraction e A5 Sportback 2015 com novos motores 1.8 TFSI são as grandes estrelas!

Fotos: Divulgação

SÃO PAULO – Em termos de design, ambos os modelos permanecem basicamente inalterados. Elegantes, sóbrios mesmo quando buscam apontar uma maior afinidade esportiva, muito conforto, luxo, requinte e excelência em qualidade e acabamentos, bem como o volume de eletrônica embarcada e incontáveis itens de conveniência são uma espécie de marca registrada da montadora de Ingolstadt. Mas para 2015, o que conta mesmo é a tecnologia que os move: seus motores. Pode parecer um contra-senso reduzir-se capacidade cúbica e potência dos motores mas, ao conhecê-los, veremos que, novamente, a Audi saiu na frente, e com larga vantagem.

Saem os conhecidos motores 4 cilindros em linha, 1.984cm³, 4 válvulas por cilindros, comando de válvulas duplo no cabeçote, injeção direta de combustível FSI, turbo, a gasolina, com 180 Cv de potência máxima a 4.000 Rpm e torque específico de 32,6 Kgfm a 1.500 Rpm e entram em cena os motores da família EA888 FSI. Também com 4 cilindros em linha, também instalado transversalmente na dianteira, também com 4 válvula por cilindros e comando de válvulas duplo no cabeçote, turbo e movidos a gasolina. Pronto, acabam-se aí as similaridades.

Para entender melhor, é mais fácil conhecer o funcionamento dos sistemas, uma vez que não adianta nada saber que um motor usa tecnologia FSI sem saber o que isso significa. A sigla FSI é uma abreviação do inglês Fuel Stratified Injection, que significa Injeção Estratificada de Combustível, sistema de injeção direta na cabeça dos cilindros, com os injetores comandados por uma bomba injetora a 110 bar de pressão. O “estratificado” da sigla é em função da tecnologia que modula a quantidade da mistura de ar e combustível a ser injetada continuamente, evitando prejuízos decorrentes da queima inútil do combustível antes do momento da compressão. O turbocompressor, então, que representa a letra T da sigla TFSI, se encarrega de otimizar toda a potência do motor. Até aí, então, nenhuma novidade, uma vez que esta tecnologia já é utilizada em uma grande gama de modelos Audi.

Agora que sabemos como é o funcionamento do motor como ele era até então, tanto 1,8 quanto 2,0 litros, vamos conhecer as diferenças que os motores da série EA888 FSI que equipam os modelos A4 Attraction e A5 Sportabck trazem. Comecemos, então, pela adição do sistema de injeção indireta MPI (Multi Point Injection), sigla bem conhecida desde a época em que migramos dos carburadores para a injeção eletrônica, só que otimizada e modernizada, responsável agora pela alimentação do motor quando utilizado em giros baixos (andando devagar no trânsito pesado, por exemplo), e o sistema FSI atuando no momento da partida e quando o motor é solicitado mais fortemente (acelerações fortes, retomadas de velocidades, etc).

Aliado ao sistema duplo de injeção de combustível, o novo turbo, cuja construção é semelhante a um módulo único que o une ao cabeçote, se mantém quase constantemente com 1,3 bar de pressão, ou seja, o motor fica “cheio” permanentemente, auxiliado pelo KERS (Kinetic Energy Recovery Systems, Sistema de Recuperação de Energia), o que reduz queima desnecessária de combustível, garante funcionamento suave e menor emissão de poluentes. As complexas configurações internas de um motor e seus componentes foram reformuladas, novos matérias foram empregados e seu peso total foi reduzido em 7,8 kg, seu volume total é 10% menor, gera 170 Cv de potência máxima a 3.800 Rpm e os mesmos 32,6 Kgfm a 1.400 Rpm e o consumo de combustível é 21% menor do que o motor 2,0 litros anterior, na ordem de 11 km/l em uso misto (urbano e estrada).

Equipados com a transmissão CVT Multitronic de oito velocidades e sistema Quattro de tração integral, o novo A4 Sedan acelera de 0 a 100 km/h em 8,3 segundos e o A5 Sportback em 8,4 segundos. A velocidade máxima A4 é 225 km/h, enquanto A5 atinge 220 km/h.

Em ambos, a dirigibilidade é excelente, exigindo apenas uma pequena dose de “costume” do motorista, quando resolver utilizar o controle automático de velocidade (após soltar o pedal do freio, um simples toque na alavanca aciona-o novamente na velocidade pré-programada) e mudar as marchas com o paddle-shift, por conta da proximidade das alavancas do lado esquerdo do volante. É desnecessário relatar todos os quase incontáveis itens eletrônicos sempre de ultima geração embarcados, uma vez que são automóveis de luxo e só mereceria descrição caso faltasse alguma coisa!

Em todas as versões disponíveis no Brasil, os preços sugeridos pela Audi do Brasil são:

A4 Sedan Attraction 1.8 TFSI Multitronic – R$ 138.990,00

A4 Sedan Ambiente 1.8 TFSI Multitronic – R$ 147.990,00

A4 Avant Ambiente 1.8 TFSI Multitronic – R$ 152.990,00

A5 Sportback Attraction 1.8 TFSI Multitronic – R$ 155.990,00

A5 Sportback Ambiente 1.8 TFSI Multitronic – R$ 167.990,00

*Viagem a convite da Audi do Brasil

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo