CarrosNotícias

Presidente da Mitsubishi alerta: Montadora pode desaparecer

2b52f225-6f34-4578-996f-27ab678bdff41-807x346

A Mitsubishi Motor Company, divisão automotiva do gigante industrial japonês Mitsubishi Corp, tem a sua continuidade em risco. O alerta foi dado pelo presidente da montadora de modelos como o Outlander e L200 Triton, numa coletiva de imprensa em que também explicou que ainda não tem resposta para dar aos clientes.

“Estou tratando este caso como algo que poderá afetar a existência da companhia”, afirmou o presidente, Tetsuro Aikawatold, na coletiva de imprensa nesta terça-feira (26).

“Não estamos em condições de lidar com os clientes”, explicou aos jornalistas, adiantando que “apenas estamos dizendo que iremos oferecer algo”.

A Mitsubishi já revelou que as encomendas de veículos caíram paela metade desde que a montadora japonesa revelou ter falsificado os dados do consumo de combustível em alguns modelos.

Segundo admitiu a Mitsubishi, os seus funcionários modificavam a pressão dos pneus durante os testes de consumo de combustível para obterem melhores resultados. O escândalo afeta pelo menos 625 mil veículos, alguns construídos para a Nissan.

A decisão sobre a continuação da parceria com a Nissan não está ainda tomada. Um terço dos 625 mil afetados pela fraude de emissões foram vendidos pela Nissan, que comercializa os Dayz e Dayz Roox apenas na Ásia.

Foi, precisamente, este parceiro da Mitsubishi que, na preparação da próxima geração dos pequenos city cars, identificou discrepâncias entre as emissões anunciadas e as verificadas.

O anúncio surgiu no momento em que a indústria automóvel tem sido sujeita a fiscalizações mais apertadas, depois da alemã Volkswagen se ver envolvida num escândalo relacionado com fraudes nos testes de emissões.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo