CarrosNotícias

Peugeot revela conceito Fractal

fractal_1

A Peugeot do Brasil prepara uma série de atrações para a 29ª edição do Salão Internacional do Automóvel de São Paulo, maior mostra automobilística da América Latina e que acontece entre os dias 10 e 20 de novembro de 2016 na capital paulista. Entre os destaques da Marca está o Fractal, cupê urbano elétrico que explora novos universos: além de mostrar como será o i-Cockpit® Peugeot no futuro. O conceito também se dedica de diferentes formas ao uso da acústica no design automotivo. O resultado leva o protótipo a um nível de percepção auditiva que enriquece ainda mais a experiência de condução.

O sistema de áudio, aliás, foi criado pelo designer de som brasileiro Amon Tobin, e pode ser comandado por meio de um relógio de pulso inteligente. Com o som ligado, deixa-se de lado as sensações normalmente percebidas pelos cinco sentidos para dar início a uma experiência única.

A StelLab, unidade de pesquisa da PSA Peugeot Citroën, e a Focal, líder francesa em sistemas de som, projetaram um inovador sistema que combina alta qualidade sonora em 13 alto-falantes incorporados atrás dos bancos. Este sistema acentua o som grave e imprime uma característica adicional ao i-Cockpit®.

fractal_3

Já o head-up display do carro-conceito possui tela holográfica de alta definição e tela de policarbonato com informações que podem ser personalizadas pelo condutor.

O Peugeot Fractal é uma incubadora de idéias que explora novos processos de projeto e fabricação, tendo mais de 80% de suas peças interiores impressas em 3D, enquanto baterias de íons de lítio de 40 kW alimentam os motores elétricos no eixo dianteiro e traseiro para fornecer uma potência total de 204 cavalos, com autonomia de até 450 km.

A distância variável do solo permite ao veículo se adaptar a diferentes tipos de terreno. A altura pode aumentar ou diminuir em até 7 cm para melhorar a aerodinâmica e aumentar a vida útil da bateria. Essa distância pode ainda crescer para 11 cm em ambientes urbanos, permitindo ao carro transpor obstáculos sem dificuldade.

O Peugeot i-Cockpit® oferece uma experiência inigualável que combina ergonomia instintiva com um ambiente sem precedentes. A escolha dos materiais é inspirada nos auditórios e estúdios de gravação: carvalho escuro decora o painel de instrumentos, painéis de portas e assentos; peças em cobre nas conexões de áudio percorrem o interior e itens em 3D aumentam o conforto acústico. Uma malha têxtil em 3D cobre os assentos, que têm acabamento em couro branco.

Para garantir o controle permanente, o banco do motorista fornece respostas cinestésicas com base na dirigibilidade do Peugeot Fractal. O volante intuitivo e compacto possui um touchpad integrado em cada um dos seus dois raios. Sensores controlados pelo polegar acionam uma variedade de funções e equipamentos do veículo, sendo que o sensor posicionado do lado direito abriga as funções para ativar o sistema de acionamento elétrico.

fractal_2

Uma tela tátil em Amoled de 7,7 polegadas embutida no console central pode ser usada para controlar todos os recursos do concept car, enquanto o head-up display fornece leitura digital holográfica em uma tela de policarbonato para informações adicionais – o display digital de 12,3 polegadas em HD é personalizável para atender às preferências individuais.

O modelo é uma verdadeira incubadora de ideias que explora o uso de impressão 3D para criar formas que não podem ser obtidas através de qualquer outro processo. As peças e componentes resultantes representam mais de 80% das superfícies do interior e oferecem uma combinação de estilo e real funcionalidade.

O modelo é extremamente compacto, com 3,81 m de comprimento e 1,77 m de largura, permitindo transitar com tranquilidade pelo tráfego pesado. As rodas de 19 polegadas estão posicionadas nas extremidades do carro, com um balanço dianteiro e traseiro de apenas 0,52 m, facilitando as manobras na cidade.

O Peugeot Fractal estabelece um equilíbrio natural e apresenta uma unidade de tração elétrica que permite uma nova arquitetura, na qual todos os componentes estão posicionados em nome da eficiência. A bateria de íons de lítio está alojada no túnel central, reduzindo o centro de gravidade e melhorando a distribuição de peso.

Ela alimenta dois motores elétricos, cada um com 102 cavalos de potência, que equipam os eixos dianteiro e traseiro. O sistema de acionamento melhora a aerodinâmica do carro, refletindo-se na menor necessidade de ar para o resfriamento do motor.

Seu estilo incorpora as linhas dinâmicas do carro ao ambiente urbano. Uma linha reta divide a pintura com acabamento duplo, aumentando ainda mais a sensação de vitalidade com uma mudança acentuada do branco ao preto na dobradiça das portas. A parte superior da carroceria possui teto removível para transformar o cupê em um cabriolet.

Uma faixa de LED na traseira mostra a carga da bateria por meio de um display, e os LEDs também atuam como luzes traseiras quando o Peugeot Fractal está se movendo. A assinatura luminosa na dianteira começa abaixo da grade e flui sobre os faróis.

A assinatura sonora é única, para mantê-lo em sintonia com as pessoas ao seu redor, especialmente pedestres e ciclistas: qualquer um deles prestes a sair da via sem olhar será alertado sobre a presença do veículo.

O conceito também torna a vida cotidiana mais fácil para o usuário por meio da utilização do relógio inteligente Samsung Gear S, que fornece informação contínua sobre o estado da bateria, tempo de carga, temperatura interior e localização. O relógio dá ao motorista acesso ao conceito com um toque para abrir as portas e personalizar o funcionamento do ar-condicionado e sistema de som, por exemplo.

O Peugeot Fractal também incopora um sistema tátil de som grave de dois canais na parte de trás de cada assento. Desenvolvido pela SubPac, uma start-up americana, ele oferece uma nova experiência sensorial física, permitindo que o som grave viaje através de um meio sólido ao invés de somente pelo ar, ou seja, as ondas de som alcançam a orelha por meio do corpo do ouvinte. Isso dá ao passageiro uma experiência de som grave mais imersiva e personalizada, sem causar interferências indesejadas no ambiente ao redor.

A Peugeot trouxe o designer de som brasileiro Amon Tobin para “assinar” o som externo do Peugeot Fractal. Assim, o carro-conceito se mantém em sintonia com outros usuários da estrada, como pedestres e ciclistas, que são alertados pela presença do cupê por diferentes sons específicos para a condição do veículo, como aceleração, desaceleração e velocidade de cruzeiro.

Fonte: Peugeot Brasil

 

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo