CarrosNotícias

O carro-chefe da BYD, HAN EV, chega à América Latina e Caribe

O primeiro lote de BYD HAN EV chegou recentemente ao Brasil, México, Colômbia, Uruguai, República Dominicana, Costa Rica e Bahamas, atingindo um marco importante para a BYD na América Latina e no mercado de automóveis do Caribe.

“O BYD Han EV tem impressionado todos os potenciais concessionários brasileiros, com seu design e qualidade”, comenta Henrique Antunes, Diretor Comercial da BYD Brasil.

Como o primeiro modelo produzido em massa que utiliza a Bateria Blade da BYD, o HAN EV estabelece novos padrões de elegância, desempenho e segurança para veículos elétricos no mundo inteiro. Definindo uma nova referência em tecnologia e qualidade, ao mesmo tempo que acelera o processo de transição para veículos elétricos na América Latina e no Caribe, o HAN EV traz uma nova experiência de direção para o segmento de sedans de luxo nestas regiões.

Inspirado na estética oriental e ocidental, o HAN EV apresenta um design exterior moderno e um interior luxuoso que adota painéis de madeira e bancos de couro Nappa de alta qualidade. O design do HAN EV recebeu o prêmio iF Design 2021, destacando-se entre quase 10.000 outros trabalhos na categoria de “design de produto” que é altamente acirrada.

Em termos de desempenho, o HAN EV atinge uma aceleração de 0-100km/h em apenas 3,9 segundos. O elétrico inteligente com tração nas quatro rodas e alto desempenho, possui uma autonomia de até 550 km (ciclo de teste NEDC) com um coeficiente de arrasto de 0,233 Cd que pode reduzir o consumo de energia enquanto melhora a autonomia de direção.

Quanto à segurança, além de ostentar a ultra segura Bateria Blade, o HAN EV possui o sistema de assistência de direção inteligente DiPilot de última geração para viagens mais descomplicadas e seguras.

Assim como diz sua missão, “Inovações Tecnológicas para uma Vida Melhor”, a BYD espera dar sua contribuição com soluções de energia limpa para a sustentabilidade no transporte. A BYD não apenas desenvolve tecnologias elétricas avançadas, mas também as aplica para completar a eletrificação do transporte em todo o mundo.

 

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo