CarrosNotícias

Motor Puretech do Peugeot 208 se destaca no Inmetro

ALTA-4904

Recém-lançado no país, o Novo peugeot 208 tem inúmeros atributos para se sobressair entre os compactos, como o visual marcante, a ampla lista de equipamentos de série e o Peugeot i-Cockpit – um conceito inovador e único no segmento. E, com a adoção do novo motor Puretech 1.2l de três cilindros, o modelo conta com mais um diferencial no mercado: o título de carro nacional mais econômico do Brasil.

O Novo Peugeot 208 destacou-se na mais recente lista do Programa de Etiquetagem Veicular divulgada pelo Inmetro – Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia – que leva em conta o consumo dos veículos que fazem parte do programa de etiquetagem. Ao registrar médias de 10,9 km/l (cidade) e 11,7 km/l (estrada) quando abastecido com etanol, 15,1km/l (cidade) e 16,9Km/l (estrada) rodando com gasolina, o compacto conquistou lugar no topo do ranking, posicionando-se no mesmo patamar de veículos híbridos (importados e muito mais caros).

O Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBEV), coordenado pelo Inmetro, chega ao seu oitavo ciclo com uma participação recorde (795 modelos e versões) desde sua criação, em 2008 – agora, todas as montadoras e importadoras já aderiram e, com isso, 90% dos carros comercializados no país trazem a informação de eficiência de consumo e emissão de gases, tanto de poluentes quanto de efeito estufa (CO2).

Motor_01

Seguindo a nova metodologia do Inmetro, o Peugeot 208 recebeu, nas três motorizações disponíveis (1,2, 1,6 e 1,6 Turbo) a letra “A”, que indica a melhor eficiência e o mais baixo consumo de combustível e emissões de poluentes.

Para comprovar o baixíssimo consumo de combustível do Novo Peugeot 208 equipado com o motor Puretech 1.2l de 90 cavalos de potência, a marca submeteu o hatch a uma prova desafiadora: percorrer 1.000 quilômetros, entre São Paulo e Brasília, com apenas um tanque de combustível. Após concluir o trajeto em 14 horas, o hatch, abastecido com gasolina, manteve um consumo excelente, acima dos 20 km/l em velocidade média de 85 km/h.

Quando chegou ao Congresso Nacional ainda restavam 200 km de autonomia, comprovando a eficiência do novo motor do Peugeot 208. Todos os índices registrados no teste foram acompanhados pelo Instituto Mauá, que participou da viagem a fim de certificar que tudo foi realizado dentro de condições normais de rodagem.

Assim, o Puretech 1.2l apresenta o mais baixo consumo de combustível entre todos os propulsores de 3 cilindros do mercado brasileiro, sem comprometer a performance e prazer de condução. Ele é até 37% mais econômico na cidade em relação ao 1.5l de 4 cilindros, 25% mais eficiente em média quando comparado aos concorrentes em uso urbano e em torno de 15% no rodoviário.

O novo motor produz 90 cv de potência máxima a 5.750 rpm, utilizando etanol (127 Nm de torque a 2.750 rpm) e, com gasolina, até 84 cv de potência máxima e 120 Nm de torque, nas mesmas rotações.

CONFIRA O VÍDEO OFICIAL:

Fonte: www.peugeot.com.br/imprensa

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo