CarrosNotícias

Michelin lança novo pneu X Works Z para transporte rodoviário de carga

MICHELIN X WORKS Z (1)

Como contribuir para a redução do custo operacional do transporte? Para responder a esta questão, a Michelin lança o pneu Michelin 275/80 R22.5 X® Works™ Z, que contribui para uma operação mais produtiva, segura e rentável do transportador.

O lançamento é a mais avançada geração de pneus da Michelin, destinado ao uso misto, em trajetos de asfalto, pedra, lama ou terra, no transporte de carga viva e passageiro, coleta de lixo, infraestrutura e construção civil.

O Michelin X® Works™ Z apresenta desenho da banda de rodagem mais robusto e composto de borracha de alta performance, com uma área otimizada de contato com o solo. Estas características resultam em um pneu com um desgaste mais regular da banda de rodagem, que proporciona excelente rendimento quilométrico de 1ª vida em até +15%*, e uma carcaça mais resistente, que permite maior recapabilidade e maior rendimento quilométrico da vida total do pneu em até 5%*.

* Em relação ao seu antecessor 275/80 R22.5 XZY-2

“O Michelin X® Works™ Z nasceu da necessidade evidenciada por nossos clientes que buscam constantemente reduzir seu custo operacional. Nosso objetivo é oferecer um pneu misto robusto para uma utilização contínua, já que a parada do veículo leva a perda de produtividade e rentabilidade, além da insatisfação dos usuários”, explica Feliciano Almeida, Diretor de Marketing e Vendas de pneus de ônibus e caminhão da Michelin para América do Sul.

Segundo o executivo, “como o pneu é um dos três maiores custos de um transportador, torna-se fundamental, para o ganho de produtividade, utilizar todo o seu potencial. Para tanto, a Michelin oferece aos consumidores tecnologias que proporcionam melhorias na resistência e durabilidade da carcaça, que é, para nós, o coração do pneu”.

O novo pneu conta com um conjunto de tecnologias chamado Michelin X Coretm. Nele, estão incluídos:

  • novo composto interno de borracha que oferece maior resistência a choque, perfuração e infiltração à carcaça do pneu sem câmara MICHELIN, proporcionando uma velocidade de propagação da fissura 5 vezes menor*. Como resultado, em caso de perfuração do pneu, é possível repará-lo antes da sua perda prematura por oxidação dos cabos.
  • redução da distância entre os cabos que aumenta a resistência a choques, reduzindo a morte prematura dos pneus por choques e perfurações.

Fonte: Dept. de Comunicação – Michelin América do Sul

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo