CarrosNotícias

Michelin lança novo pneu para utilitários e comerciais leves

Foto: Divulgação

Grande parte das capitais brasileiras apresenta algum tipo de restrição ao trânsito de veículos de carga. Segundo estudo divulgado pela NTC & Logística (Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística), em 2014, mais de 100 municípios brasileiros já criaram alguma regra para circulação de caminhões nas vias urbanas.

Apostando no potencial do mercado de veículos comerciais leves, que tem perspectiva de crescimento anual de cerca de 5% nos próximos cinco anos (dados de 2015 da consultoria Global Insight), a Michelin desenvolveu o novo pneu Michelin Agilis. O lançamento tem como objetivo aumentar a produtividade e reduzir custos, trazendo economia para os negócios dos clientes.

“Os pneus são considerados um dos maiores custos dos frotistas, perdendo apenas para o combustível e o seguro. O novo Michelin Agilis foi desenvolvido com foco na rentabilidade destes profissionais, para quem o veículo funciona como ferramenta de trabalho. É essencial para aqueles que rodam o dia todo nas ruas e não podem arriscar o bem-estar dos passageiros, a integridade da carga ou ficar fora de circulação”, explica Anoildo Mattos, Gerente de Marketing para Pneus de Passeio e Caminhonete da Michelin América do Sul.

Para atender a este público, o Michelin Agilis, com 80% do volume fabricado na unidade industrial de Itatiaia no Brasil, apresenta superioridade nas performances de segurança, robustez, durabilidade e economia de combustível, que vêm para garantir a rentabilidade do negócio.

Graças ao Michelin Total Performance – compromisso da empresa em garantir, em um único pneu, mais segurança, durabilidade e economia de combustível, sem abrir mão de nenhuma outra performance -, são reunidas no produto todas estas características, algumas antagônicas, em que estão contidas tecnologias e inovações resultantes de um alto investimento em pesquisa e desenvolvimento.

A alta performance do pneu Michelin Agilis foi comprovada por institutos independentes que são referência no setor automotivo: os alemães TÜV SÜD AG e Dekra. Todos os testes foram realizados com pneus comprados no mercado brasileiro, na dimensão 195/75 R16C, e apresentam resultados comparativos com a média dos principais concorrentes da categoria.

O novo pneu permite distância de frenagem até 7 metros menor em piso molhado do que os principais concorrentes, de acordo com testes realizados pelo TÜV SÜD AG¹. Ou seja, no momento em que o veículo equipado com o lançamento da Michelin encontra-se completamente parado, os demais ainda estão, em média, a 40 km/h.

A tecnologia Compactread também proporciona maior durabilidade do pneu. Testes auditados pelo Instituto Dekra comprovam: o novo Michelin Agilis apresenta durabilidade 40% superior a de seus principais concorrentes. Composto por uma mistura de borracha oriunda dos pneus de caminhão, tornando-o mais resistente e durável, o produto ainda possui oito escudos laterais, que reforçam a robustez e o protegem das agressões nesta região.

Graças à menor resistência a rodagem, o novo Michelin Agilis reduz em mais de 2% o gasto de combustível de uma frota, como demonstram os testes realizados pelo Instituto TUV SUD AG³. Segundo Fernando Diniz, Gerente de Marketing para Pneus de Passeio e Caminhonete da Michelin Brasil, “um pneu comum, para ser mais robusto, precisa ser mais pesado, o que exige maior esforço para rodar e maior gasto de combustível”.

Sua inovadora tecnologia Maxshield, uma combinação entre cabos metálicos mais grossos e uma banda de rodagem composta por sílica, proporciona maior resistência a perfurações sem aumentar o peso e sem sacrificar a economia de combustível.

A economia de combustível, robustez e durabilidade superiores dos novos pneus não trazem somente benefícios financeiros aos frotistas. Com um desgaste menor, menos resíduos são produzidos e as emissões de dióxido de carbono (CO2) diminuem.

Fonte: Michelin – Atendimento à Imprensa – Printer Press Comunicação Corporativa

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo