CarrosNotícias

Mercado chinês terá nova geração do Volkswagem Phaeton

Fotos: Divulgação

Por Karlene Vieira

A expectativa da Volkswagen em 2002 era emplacar cerca de 20 mil unidades do modelo por ano do Phaeton. Porém, quatro anos depois, não foi isso que aconteceu, o distinto do sedã fabricado na cidade alemã de Dresden havia registrado um total de apenas 25 mil unidades comercializadas, número muito abaixo do esperado. Na China, contudo, a alta procura pod modelo premium permitiu que a marca alemã vendesse boa parte da produção do modelo de luxo.

Somente em 2012, as vendas do Phaeton cresceram 50% naquele mercado. O volume ainda não chega a 2 mil unidades mensais, mas foi responsável por boa parte dos 11.166 exemplares produzidos na Alemanha no ano passado. Devido a este resultado, a Volkswagen levará adiante o projeto para uma nova geração, prevista para 2015.

O modelo manterá a plataforma do Audi A8. Antes de estrear comercialmente, a futura geração deve aparecer na forma de conceito até 2013. Ele deve preencher a lacuna entre os Audi A6 e A8, em vez de competir diretamente com algum deles. Alcançando assim mais lucro que o do atual Phaeton, que foca nos modelos topo de linha das rivais alemãs.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo