AntigosNotícias

Loucos por Ford: Clube do Fordinho completa 41 anos

Fotos: Divulgação

O Clube do Fordinho acaba de completar 41 anos de atividades, reunindo proprietários e admiradores de um dos carros mais populares em todo o mundo. Fundado em 18 de abril de 1971, o Clube é totalmente dedicado à preservação e restauração  dos antigos Fordinhos, como o modelo 29, um dos mais famosos da marca. Quem o conhece, reconhece um veículo excepcional em desempenho, simplicidade e durabilidade e que tem o dom de apaixonar seus admiradores.

Atualmente, o Clube do Fordinho conta com mais de mil sócios, em 137 cidades de 20 Estados do Brasil e outros da Grécia e Suiça. O contato entre os associados acontece na sede do clube, à Rua Vasconcelos Drumond, 122, no bairro do Ipiranga, em São Paulo (11-4125-3255 – [email protected]), em reuniões todas as quartas-feiras, a partir das 19:30h.

Histórico

Com o objetivo de perpetuar a história da marca, um grupo de apaixonados pelo Ford A, que substituiu o Modelo T, Carro do Século XX, fundou, 41 anos atrás, o Clube do Fordinho. Um médico, Ney Perracini, dois publicitários, Renato Perracini e Milton Medina, uma professora, Ida Rodrigues Perracini, uma dona-de-casa, Elisabeth Perracini, um jornalista João Werneck de Castro e  um comerciante, Dilermano Zanella, foram os responsáveis por concretizar a ideia.

O Modelo A foi fabricado entre outubro de 1927 e abril de 1932, somando 5 milhões de unidades vendidas. O motor era de 4 cilindros, 40 cv de potência a 2.300 rpm, câmbio de três marchas, mais marcha a ré, embreagem monodisco a seco, partida elétrica, ignição com distribuidor, amortecedores hidráulicos, freios nas quatro rodas e refrigeração com bomba de água.

Ele foi produzido no Brasil, pelo sistema CKD, isto é, vinham desmontados dos Estados Unidos dentro de caixas de madeira e eram montados, inicialmente, na fábrica da Ford na Rua Sólon, em São Paulo.

Fonte: Ford para Todos

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Um Comentário

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo