NotíciasReportagens

Gato por lebre no comércio de lubrificantes

Enviado especial Arnaldo Moreira

Um dos problemas vividos no mercado de venda de óleos lubrificantes é o desconhecimento existente não apenas entre os consumidores como entre os frentistas. Estes, não raramente, sugerem, a quem vai a um posto para trocar o óleo do seu carro, lubrificantes, por vezes mais caros do que o necessário ou mesmo não exatamente o indicado para o tipo de motor do cliente. Mas há ainda casos mais graves como a venda de óleo pretensamente aditivado, como o indica o rótulo da embalagem, mas que não possui nenhum tipo de aditivo.

Basta dar uma olhada no relatório mensal do Programa de Monitoramento de LubrificantesANP (Agência Nacional do Petróleo) para constatar uma quantidade significativa de lubrificantes sem as especificações que os fabricantes inserem no rótulo. Muitos são vendidos fora das especificações, o que significa que não lubrificam o motor como promete o fabricante no rótulo da embalagem, ou, muito pior, o rótulo da embalagem indica que se trata de um óleo aditivado, mas a análise da ANP constata que se trata de uma fraude: o lubrificante não tem nenhum aditivo.

O presidente da YPF, Ramiro Ferrari, considera um desrespeito ao consumidor o fabricante vender um produto fraudado pelo preço de um produzido corretamente e dentro das especificações. “As consequências não são ruins apenas para o bolso do comprador, mas especialmente são péssimas para o motor”, comentou.

O investimento que qualquer pessoa faz ao comprar um veículo é elevado em qualquer lugar do mundo, mas particularmente no Brasil é maior ainda, em virtude do exagerado preços dos carros. Qualquer conserto já pesa no bolso do consumidor, mas ele ser obrigado a arcar com reparos por avarias causadas pela ganância de empresários sem escrúpulos que vendem gato por lebre é revoltante.

Por isso, sugiro que consulte o relatório da ANP no site para saber quem não o está enganando, para isso já bastam os políticos:

http://www.anp.gov.br/wwwanp/images/publicacoes/boletins-anp/Boletim_Monitoramento_Lubrificantes/2017/BOLETIM_PML_2017_05.06.pdf

*Viagem a convite da YPF

 

 

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo