CarrosNotícias
Tendência

Latin NCAP: Toyota Hilux ganha qualificação máxima; Navara atinge quatro estrelas, e Chevrolet Cruze o resultado máximo para adultos

A Toyota Hilux com cabine dupla e o SW4, fabricados na Argentina e na Tailândia, renovaram, sob o último e mais rigoroso protocolo de avaliação, as cinco estrelas para proteção de ocupantes adultos e crianças. A Toyota Hilux cabine dupla e a SW4, produzidas a partir de 1º de julho de 2019, e do VIN 8AJKX3CD9L2012000, agora têm Controle Eletrônico de Estabilidade (ESC) e um total de sete airbags como equipamento padrão: três frontais, dois laterais de corpo e dois laterais de cortina. Os testes de impacto frontal e lateral da Hilux foram realizados em 2015, sob o protocolo anterior, atingindo cinco estrelas para proteção dos ocupantes adulto e criança. A Toyota decidiu atualizar o modelo com mais equipamentos de segurança, e após o teste de impacto lateral, lateral de poste e ESC, o modelo obteve um sólido resultado de cinco estrelas para todos os seus ocupantes. A Toyota recomenda a instalação de ambos os dummies infantis virados para trás, seguindo as melhores práticas globais, e isso foi conferido por meio de uma alta pontuação de proteção no teste dinâmico para os ocupantes crianças.

A Nissan Frontier, cabine dupla, também conhecida como Nissan NP300 Navara cabine dupla no Chile, produzida na Argentina e no México, alcançou quatro estrelas para proteção dos ocupantes adultos e crianças. A Frontier cabine dupla tem dois airbags frontais e ESC padrão. A estrutura foi classificada até o limite como instável; no entanto, notou-se que ela tem uma boa projeção e desenvolvimento por trás e poderia ser melhorada. A falta de proteção lateral para a cabeça como padrão limitou o veículo a ser avaliado no impacto lateral de poste. A proteção oferecida ao dummy de três anos, bem como a falta de possibilidade de desconectar o airbag do passageiro limitaram o veículo a obter uma pontuação mais alta, o que resultou em uma proteção de quatro estrelas.

O Chevrolet Cruze, produzido na Argentina, alcançou cinco estrelas para proteção de ocupantes adultos e quatro estrelas para proteção de ocupantes infantis. O Cruze foi avaliado pelo Latin NCAP em 2018, alcançando quatro estrelas para proteção de ocupantes adultos e crianças. O impacto lateral de poste não foi realizado naquela época, porque o modelo não tinha airbags de cortina como equipamento padrão. O teste lateral de poste é necessário para alcançar as cinco estrelas para proteção dos ocupantes adultos. A partir de 21 de maio (desde o VIN 8AGBB69S0LR100117) todos os Cruzes são produzidos com seis airbags e ESC padrão. Depois de avaliar o Cruze no impacto lateral de poste e passar os requisitos, o modelo alcançou as cinco estrelas para Proteção dos Ocupantes Adultos. A proteção dos ocupantes crianças foi boa, atingindo as quatro estrelas. O Cruze não conseguiu as cinco estrelas para proteção dos ocupantes crianças porque a sinalização das ancoragens ISOFIX não atende aos requisitos do Latin NCAP e porque tem que ser melhorada a proteção oferecida ao dummy de três anos no impacto frontal. O Latin NCAP recomenda que os consumidores da região comprem apenas veículos que ofereçam ESC.

Fonte: Latin NCAP

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo