LançamentosNotícias

Primeira volta – Audi A4 Attraction chega para cutucar a concorrência

Fotos: Divulgação

Com a intenção de posicionar o A4 mais próximo do preço da concorrência, a Audi lança no mercado nacional a versão Attraction do sedã, custando R$ 118.900. Bem equipado e dotado de um motor eficiente, o modelo oferece bons predicados para aqueles que estão emergindo à categoria de luxo.

O pacote de equipamentos é interessante, com a presença de bancos em couro com ajustes elétricos para o motorista, faróis bi-xenon com DRLs, lanternas em LED, controlador de cruzeiro, ar-condicionado automático, freio de estacionamento eletromecânico e volante revestido em couro. No visual externo as rodas aro 17 são exclusivas da versão, calçadas por pneus 225/50.

Na parte mecânica, o A4 Attraction usa o 2.0 TFSI configurado para gerar 180 cv @ 4000-6000 rpm de potência e 32 kgfm @ 1.500-3.900 rpm de torque, combinado ao eficiente câmbio CVT Multitronic que pode simular até 8 marchas no modo sequencial. O conjunto de suspensão é composto por Multilink na dianteira e Trapezoidal na traseira, enquanto os freios são à disco nas quatro rodas.

A Audi promete acelerações de 0-100 km/h em 8,2 segundos, enquanto a velocidade máxima do carro é de 226 km/h. Mesmo com o bom desempenho, a média de consumo fica em 14,1 km/l de gasolina, combinando cidade e estrada.

PRIMEIRAS IMPRESSÕES

São Paulo/SP – Andamos com o Audi A4 Attraction em um evento da Audi para divulgar alguns de seus modelos e, apesar do trajeto curto de aproximadamente 40 km, foi possível avaliar o A4 em trajeto urbano bem engarrafado e trajeto rodoviário com trânsito livre, sempre sob forte chuva.

Logo ao entrar no carro fica evidente o fato de se estar em um modelo de luxo, devido aos arremates bem feitos da carroceria e bons materiais empregados no acabamento. A posição de dirigir é ideal, com amplas regulagens elétricas do assento e também boa amplitude de regulagens manuais do volante. Os bancos em couro apóiam bem todo o corpo e contam inclusive com ajuste lombar elétrico.

Por se tratar de um carro de origem alemã, todos os comandos são tradicionais e estão sempre ao alcance da mão, no lugar certo. Apenas senti falta de limpadores automáticos e sensor crepuscular, uma vez que carros 4 vezes mais baratos oferecem esses itens. O sistema de som Audi Symphony é de qualidade ímpar e oferece comandos no volante.

Rodando na cidade o carro parece menor do que é, fruto da boa visibilidade e da direção levíssima em baixa velocidade. A baixa altura do solo é suficiente para encarar facilmente as lamentáveis valetas presentes nas ruas da capital paulista. Com auxílio do suave câmbio CVT e da suspensão que, apesar de ligeiramente dura, absorve bem as imperfeições, a vida no interior do A4 em percursos urbanos tende a ser bem tranquila. Solidez e silêncio ao rodar são marcas registradas.

Mas ao acessar uma alça de acesso à rodovia, o sedã revelou sua outra identidade. Faço um kick down e o câmbio imediatamente atende ao meu comando, fazendo o motor 2.0 TFSI soltar um urro metálico e liberar seus 180 cavalos. O torque de 32 kgfm que entra em míseros 1.500 rpm é suficiente para colar o corpo do motorista no banco, levantando a dianteira do carro e fazendo o ponteiro do velocímetro chegar aos números mais altos sem qualquer dificuldade.

O pedal de freio tem uma modulação típica de modelos premium, sendo que os quatro discos são precisos em conter os 1.465 kg do carro. Mesmo sobre forte chuva o ABS foi pouco invasivo, bem como o controle de estabilidade e o controle de tração. Apenas em acelerações mais fortes o carro ameaçou patinar, normal em modelos com tração dianteira por causa da transferência de massa, mas os pneus deram conta do recado, inclusive sem qualquer tendência a aquaplanar.

No geral o A4 surpreendeu pelo bom desempenho, apresentando também ótimo comportamento dinâmico e posição impecável para dirigir. O problema é que ele deixa alguns mimos de lado, como sensor de estacionamento e teto solar, na contra-mão da concorrência, que está cada vez mais equipada nessa faixa de mercado.

Viagem a convite da Audi do Brasil

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo