CarrosNotícias
Tendência

Jeep Commander 2025 chega com novo motor Hurricane 2.0 turbo de 272 cv a partir de R$ 308.290

Nova opção de 5 lugares deixa a gama ainda mais versátil que parte de R$ 217.290

O Jeep Commander, o primeiro Jeep desenvolvido no Brasil, ganha nova motorização, novas versões, mais tecnologia e até opção de cinco lugares para agradar todos os tipos de públicos. E não para por aí, o modelo também passa a oferecer cinco anos de garantia.

Lançado há pouco mais de dois anos, o modelo coleciona prêmios e destaque em comparativos, e registrou recentemente a marca de 50 mil unidades produzidas no país. Um número que coroa seu sucesso no mercado brasileiro, onde foi o carro de sete lugares mais vendido desde o ano de 2022 e também onde o modelo liderou as vendas da categoria de SUVs grandes pelo segundo ano consecutivo em 2023, com 23% da fatia do seu mercado.

E para o Commander 2025, a Jeep aumentou a oferta de itens de tecnologia de série desde a versão de entrada até a sua versão mais completa, trazendo uma oferta ainda mais competitiva para o modelo no mercado brasileiro. Somente como exemplo, além da tecnologia ADAS de nível 2, todas as versões receberam como item de série o painel de instrumentos de 10,25” e o som Premium Harmann Kardon, garantindo aos clientes do modelo um nível de equipamento superior desde a versão de entrada.

Sinônimo de sofisticação e conforto, o Commander chega à linha 2025 com excelentes novidades para seguir a sua trajetória de sucesso. A primeira delas é que agora, além das opções de motor turbo flex com tração 4×2 e turbodiesel com tração 4×4, o modelo adiciona ao portfólio duas versões equipadas com o potente motor Hurricane 2.0T com tração 4×4. Essa motorização entrega ao SUV nada menos que 272 CV de potência e 400 Nm de torque, garantindo muito mais força e velocidade. Além da impressionante marca de 0 a 100km/h em 7s.

O novo powertrain está associado a um câmbio automático de nove marchas e da Tração 4×4 Jeep Active Drive Low, sistema que dispõe de seletor de terrenos para um desempenho incomparável e a máxima capacidade em qualquer tipo de situação fora de estrada. 

Outra grande notícia é que a Jeep está abrindo o leque de possibilidades para o Commander, que passa a dispor de duas novas opções no portfólio: uma configuração com cinco lugares dentro da oferta da versão Longitude, ampliando a cobertura de mercado e a versatilidade do modelo, além da inédita Blackhawk, nova versão topo de linha da gama, que agrega ainda mais estilo e personalidade, com elementos esportivos e identidade marcante.

E para arrematar a lista, uma novidade que não somente eleva o nível da experiência de dirigir, como também posiciona o Jeep Commander em um patamar superior quando o assunto é segurança: a adição do sistema ADA (Assistente ativo de direção), que combina o uso do Lane Centering e do ACC (Piloto automático adaptativo). Essa combinação permite que o carro faça curvas de forma autônoma em vias sinalizadas enquanto mantém a velocidade pré-definida.

O Commander  passa também a oferecer 5 anos de garantia. Além de ainda disponibilizar assistência 24h em todo território nacional. Dessa maneira, a Jeep reforça seu compromisso em fornecer uma assistência abrangente aos clientes.

Embora o Commander por si só já seja uma bela representação do requinte de um moderno e autêntico Jeep, a marca não hesitou em acrescentar ainda mais recheio à linha 2025.  Tanto é que, o modelo traz como novidade o banco do motorista com memória de posição e Wi-Fi hotpost e Alexa Integrada de série a partir da versão Limited. Além disso, o Commander já possui uma extensa lista de itens de comodidade e conforto, como assentos frontais com ajuste elétrico, porta-malas com acionamento por botão e hands-free, som Premium Harman Kardon com tecnologia Fresh Air, central multimídia de 10,1” com plataforma Adventure Intelligence+ e quadro de instrumentos de 10,25” full digital e HD, entre outros.

O Commander é produzido no Polo Automotivo de Goiana, em Pernambuco, umas das fábricas mais moderna do mundo e a mais inovadora e eficiente linha de produção automotiva do Grupo Stellantis. As unidades que saem de lá abastecem as revendas de todo o Brasil, e são exportadas para diversos outros países da América Latina onde o modelo também é comercializado.

Motor Hurricane 2.0T: força de sobra para o maior Jeep produzido no país

Destaque da linha 2025, o novo motor Hurricane 2.0 turbo passa a integrar o portfólio do Jeep Commander, equipando duas de suas versões. Já conhecido e bem-conceituado no mercado brasileiro, esse propulsor 2 litros de quatro cilindros em linha a gasolina geram 272 CV de potência e 400 Nm de torque, o que no caso do Commander se traduz, por exemplo, numa aceleração 0 a 100 km/h em impressionantes 7 segundos e uma velocidade máxima de 220km/h.

O motor Hurricane é todo feito com alumínio e conta com injeção direta e duplo comando variável de válvulas, além de turbocompressor de dupla voluta de baixa inércia, válvula de alívio eletrônica e recirculação refrigerada dos gases de escapamento.

Esse potente motor trabalha associado a um sistema de transmissão automática de nove marchas de alto nível. E, como um bom Jeep, a aventura fora de estrada também está garantida! Para isso, o motor Hurricane está atrelado ao sistema de Tração 4×4 Jeep Active Drive Low, que apresenta o eixo traseiro e a unidade de transferência de força (PTU) totalmente desconectáveis. Isso permite um alívio na transmissão quando a tração nas quatro rodas não é necessária, gerando economia de combustível – quando a tração 4×4 se faz necessária, ela é acionada instantaneamente.

O sistema de tração conta, ainda, com um seletor de terrenos pelo qual o condutor tem à disposição os modos:

  • Auto/Standard – detecta automaticamente a necessidade de acionamento da tração 4×4, o que oferece ainda mais segurança em situações de mudança abrupta da condição do piso como por exemplo em casos de chuvas torrenciais.
  • Snow – para utilização em terrenos de baixa aderência, como por exemplo grama molhada. Quando selecionado, esse modo permite:
  • Arranque em 2ª marcha;
  • Modo 4×4 Full Time para minimizar a tendência em sair de traseira e maximizar a tração, dividindo-a igualmente entre os eixos dianteiro e traseiro;
  • Controle do torque eletronicamente.
  • Sand/Mud – apresenta calibração do acelerador otimizada para a performance em areia e lama. Permite:
  • Trocas de marchas em rotações mais altas;
  • Modo 4×4 Full Time para maximizar a tração reduzida e possibilitar maior deslizamento das rodas.

Além do novo motor Hurricane, a Jeep mantém a oferta de duas outras opções de propulsão: o motor T270 Turbo Flex, de 185 CV de potência e 270 Nm de torque, associado a um câmbio automático de 6 velocidades (tração 4×2), e o motor TD380 Turbo Diesel, de 170 CV de potência e 380 Nm de torque (tração 4×4), que trabalha em conjunto com o câmbio automático de 9 velocidades.

As versões que recebem o motor T270 contam com o Jeep Traction Control +, um sistema de controle de tração que atua em situações em que o veículo se encontra com uma das rodas em baixa aderência com o solo, aplicando torque de frenagem na roda que está escorregando e transferindo, pelo diferencial, o torque para outra roda em contato com o piso. Para habilitar o sistema basta que o condutor pressione a tecla ASR OFF.

A fim de garantir maior estabilidade e melhor conforto de rodagem, o Jeep Commander conta com suspensão independente nas quatro rodas. Sua principal vantagem é o fato de permitir grande controle das forças que atuam nas rodas no sentido longitudinal (acelerações e freadas), vertical (desnivelamentos do piso) e na rolagem da carroceria (curvas), de modo que os passageiros podem desfrutar de uma experiência extremamente confortável, praticamente isenta de vibrações e solavancos. E as versões com o novo motor Hurricane receberam um novo ajuste de suspensão, pensado especialmente para oferecer o máximo de conforto para todos os passageiros.

Tecnologias de condução semiautônoma nível 2: o mais alto nível produzido no Brasil 

A segurança é um pilar de total atenção para todo e qualquer produto Jeep, não por acaso recebe constantes atualizações. No caso do Commander 2025, esse cuidado da marca representa uma importante e simbólica evolução, já que coloca o modelo num patamar superior, que permite ao modelo acessar o nível 2 de tecnologias de assistência à condução.

Esse movimento foi possível graças à adoção do sistema ADA (Assistente ativo de direção), que combina o uso do Lane Centering e do ACC, razão pela qual a dupla de recursos garante acesso ao nível 2 de autonomia (neste grupo, estão os carros dotados de sistemas avançados de assistência à direção – ADAS, que podem assumir a direção, aceleração e frenagem em cenários específicos, além de manter o veículo centralizado nas faixas de rodagem).

E todos esses sistemas foram desenvolvidos localmente, no caso dos novos, e totalmente recalibrados, no caso dos já existentes no modelo, considerando todas as características das condições de rodagem das ruas e estradas brasileiras.

E, para completar a boa notícia, o sistema é item de série em todas as versões da linha Commander 2025, garantindo ainda mais tranquilidade àqueles que depositam sua confiança no modelo. Confira todas as tecnologias em prol da segurança que integram a lista:

  • ADA | Assistente ativo de direção 

É a combinação do uso do Lane Centering e do ACC. Essa combinação permite que o carro faça curvas de forma autônoma em vias sinalizadas enquanto mantém a velocidade pré-definida.

  • Lane Centering | Centralizador de faixa

Esse é um avançado recurso que mantém o carro centralizado entre as faixas em uma estrada, monitorando outros veículos em faixas adjacentes através dos sensores do veículo.

  • ACC | Piloto automático adaptativo com Stop&Go

Escolha uma velocidade e uma distância constante que você deseja manter de outros veículos e deixe a tecnologia do seu Jeep acelerar ou diminuir a velocidade. Em caso de paradas totais até 2s, o sistema volta automaticamente.

  • AHB | Comutação automática dos faróis: por meio de uma câmera frontal identifica quando outros veículos se aproximando em sua direção, e regula a intensidade do farol de forma automática. Um auxílio muito bem-vindo especialmente para condução na estrada.
  • DDT | Detector de fadiga do motorista: tecnologia que analisa o comportamento do condutor em viagens longas. Se detectar sinais de fadiga ou queda de atenção, ativa alertas e uma mensagem no painel, sugerindo que o motorista faça uma pausa.
  • LDW | Aviso de mudança de faixas: uma câmera no para-brisa ajuda a monitorar marcações na pista, e em caso de um desvio, o sistema emite alertas no painel e começa a corrigir a direção gradualmente, a fim de manter o veículo na faixa.
  • FCW + PEB | Aviso de colisão frontal com frenagem de emergência com detecção de pedestres e ciclistas: sistema que identifica obstáculos na via (por meio de sensores de detecção de pedestres, ciclistas e motociclistas) para evitar acidentes. e fornece alertas no painel e no volante. Caso o condutor não apresente reação, ele aciona os freios automaticamente.
  • TSR | Reconhecimento de placas de trânsito: sistema capaz de reconhecer placas de trânsito, como as de velocidade permitida, e emite alertas visual e sonoro caso o condutor esteja dirigindo acima do limite.
  • BSM | Monitoramento de pontos cegos: presença de sensores que ajudam a monitorar pontos cegos, emitindo avisos sonoros e alerta visual no retrovisor sempre que há movimento ou obstáculo lateral.
  • RCM | Detecção de tráfego cruzado traseiro: sistema de ajuda ao motorista nas manobras em marcha a ré em caso de visibilidade reduzida. Ele controla as áreas de detecção traseiras em ambos os lados do veículo, a fim de identificar objetos que se deslocam para os lados do veículo (a uma velocidade mínima de aproximadamente 5 km/h e máxima de cerca de 30 km/h – por exemplo, como é comum acontecer em estacionamentos).

Estes recursos se somam a uma série de outros sistemas de segurança já conhecidos do Commander, por exemplo os seis airbags, além de um diferencial bem interessante que compõe as versões Overland e Blackhawk: os pneus com tecnologia Seal Inside®, uma solução de mobilidade estendida que permite ao pneu continuar rodando sem perda de pressão do ar, prevenindo 85% dos casos de perfurações de até 5mm localizadas na banda de rodagem. Assim, caso necessite trocar o pneu, o condutor pode seguir viagem até o local mais seguro.

Commander Blackhawk: estreia da linha esportiva Jeep no Brasil

A Jeep aproveita o lançamento da gama 2025 para estrear no país sua linha esportiva, batizada Blackhawk, que se posiciona no topo da gama, trazendo sob o capô o novo motor Hurricane 2.0 turbo, e no design, elementos exclusivos e esportivos.

No visual, ela se diferencia das demais versões especialmente pelo acabamento escurecido em diversos pontos, como logotipos, rodas (de 19”), nova grade dianteira com acabamento exclusivo Dark Chrome e também pela presença de pinças de freio na cor vermelha, que garantem uma dose extra de esportividade ao modelo.

O interior também muda no Commander Blackhawk: há bordado da versão nos bancos e acabamento especial no painel, com tratamento em suede preto e filme escurecido. A versão também dispõe com exclusividade da cor cinza Sting Gray para a carroceria.

Versatilidade é sobrenome do Jeep Commander

O Commander é o maior Jeep já produzido no país, e sua grandeza não é mera questão de aparência: ele de fato dispõe de dimensões que fornecem um dos maiores espaços internos da categoria, característica que reforça sua extrema versatilidade, já que permite ao consumidor diversas possibilidades de configuração – todas elas com muito espaço.

E a linha 2025 reforça o posicionamento versátil do modelo ao trazer uma nova opção com 5 lugares, dentro da oferta da versão Longitude. Essa nova configuração garante nada menos que excelentes 661 litros de volume livre no porta-malas, tornando-o o maior da categoria D-SUV com 5 lugares. É espaço de sobra para acomodar a família, amigos e todas as bagagens necessárias para trilhar qualquer tipo de aventura, construindo boas memórias e colecionando histórias a bordo do Jeep Commander.

E vale lembrar que, aqui, o espaço é destaque independentemente da versão. Mesmo em sua configuração de origem, com 7 lugares, e em sua maior lotação, o Commander é capaz de oferecer 233 litros de capacidade, o maior volume de porta-malas com sete ocupantes na categoria. E, como é sabido, esse espaço aumenta de acordo com a combinação escolhida, podendo chegar a 1.760 litros com o rebatimento da segunda e terceira fileiras de bancos.

Confira todas as possibilidades de configuração e o volume disponível no porta-malas em cada uma delas:

  • 7 ocupantes = 233 litros
  • 6 ocupantes = 448 litros
  • 5 ocupantes = 661 litros
  • 4 ocupantes = 736 litros
  • 2 ocupantes (motorista e passageiro) = 1.760 litros (até o teto)

Outro ponto de destaque no Commander é o acesso à terceira fileira de bancos: basta um leve toque na alavanca para puxar e rebater a segunda fileira, abrindo um espaço amplo para que duas pessoas (sejam adultos ou crianças) alcancem e se acomodem com facilidade na terceira fileira de bancos.

Cabe ressaltar também que segunda fileira permite um deslocamento longitudinal de até 14 centímetros, o que possibilita a escolha entre mais conforto para passageiros da segunda ou terceira fileira (ao liberar mais espaço para as pernas), ou um aumento do espaço do porta-malas.

E por falar em conforto há mais um diferencial: tanto a segunda quanto a terceira fileira de bancos do Jeep Commander dispõe de assentos reclináveis, garantindo que todos os passageiros possam escolher a posição mais aconchegante. Nos bancos dianteiros, ajuste elétrico, e a partir da versão Overland, os clientes também contarão com memória de posição para o banco do motorista.

Uma gama ampla e repleta de possibilidades

Com a chegada da linha 2025, a oferta do Jeep Commander fica ainda mais completa e versátil, com mais possibilidades de escolha tanto na configuração quanto no tipo de powertrain, apresentando-se da seguinte maneira: versão Longitude (equipada com motor T270 Turbo Flex), versão Limited (motor T270 Turbo Flex), versão Overland (com três opções de motorização: T270 Turbo Flex, TD380 Turbodiesel e motor Hurricane 2.0T Gasolina), versão Blackhawk (motor Hurricane 2.0T Gasolina).

Independentemente da versão, uma coisa é fato: a qualidade do acabamento e o cuidado em cada detalhe são facilmente percebidos, seja com o olhar voltado para a carroceira ou para o interior do Commander. Afinal, a sofisticação faz parte da essência deste SUV de grande porte da Jeep. E para além do visual, o conteúdo também é ponto forte por aqui (em quantidade e qualidade). Entre os destaques estão:

  • Performance Pages (novidade linha 2025): Nas versões com o motor Hurricane traz para a tela do painel digital todas as informações de pista, como pressão de admissão, G-Force, percentual de utilização da potência e torque, velocímetro (digital e analógico) e conta-giros.
  • Banco do motorista com memória (novidade linha 2025): disponível a partir da versão Overland, esse recurso é especialmente útil para facilitar a vida dos diferentes usuários que conduzem o veículo. Isso porque permite que cada um ajuste a posição do banco levando em conta suas preferências pessoais, e o sistema faz a função de memorizá-las, de modo que, posteriormente, basta pressionar um único botão para que o banco restaure de maneira automática a configuração desejada.
  • Central multimídia de 10,1” com Adventure Intelligence: tela Full HD com navegação embarcada de série e presença da Adventure Intelligence Plus a plataforma de serviços conectados da Jeep, com a adição dos seguintes recursos:
  • Alexa in-vehicle (atrelada ao plano de Wi-Fi): leva a assistente pessoal da Amazon para dentro do veículo. Para isso, basta estar conectado e sincronizado com uma conta pessoal. Com a novidade do serviço de Wi-Fi e da Alexa gratuito pelo período de um ano.
  • Send & Go: permite a seleção e envio de endereços, favoritos, histórico de pesquisas, estacionamento, postos de gasolina, concessionária e contatos, antes mesmo de acessar o veículo. Ao ligar o carro, o item selecionado já aparece direto no sistema de navegação, garantindo praticidade, ganho de tempo e mais segurança.
  • Last Mile Navigation: caso não consiga chegar com o veículo até o destino final, o condutor pode terminar a navegação a pé́, orientado pelo smartphone.
  • Localizador de pontos de interesse na nuvem.
  • Quadro de instrumentos 10,25” Full Digital e HD: de série em todas as versões, é totalmente digital e permite diversas possibilidades de personalização, inclusive do estilo do menu.
  • Som Premium Harman Kardon com tecnologia Fresh Air: sistema de som com 9 alto-falantes, subwoofer e 450w, que proporciona definição de áudio e pressão sonora únicas, totalmente caraterísticas da Harman Kardon. A experiência premium fica ainda mais completa com a exclusiva tecnologia Fresh Air, que dispensa a caixa do subwoofer e faz uso do próprio espaço da cabine para entregar sons mais graves e de melhor qualidade.
  • Porta-malas com acionamento por botão e hands-free: toda a gama conta com abertura e fechamento elétrico do porta-malas, por meio de um simples toque no botão. Para as versões Overland e Blackahwk há sensor de presença, que permite a abertura sem o uso das mãos.
  • Assentos frontais com ajuste elétrico: esse item de comodidade está disponível para o banco do motorista desde a versão Limited , e se estende ao banco do passageiro nas configurações Overland.

JEEP COMMANDER 2025 EM DETALHES. CONHEÇA OS DESTAQUES DE CADA VERSÃO

Jeep Commander Longitude | Motor T270 Turbo Flex  

  • Conjunto Ótico Full Led
  • Cluster Digital de 10,25”
  • Multimídia de 10,1”
  • Bancos em couro preto
  • 6 airbags
  • Abertura elétrica do porta-malas
  • Rodas 18”
  • Espelhamento sem fio
  • Jeep Traction Control+
  • Tecnologias de condução semiautônoma Nível 2
  • Som Premium Harman Kardon de 9 alto-falantes + subwoofer e 450w

Opcional:

  • Terceira fileira de assentos + banco do motorista com ajuste elétrico

Jeep Commander Limited | Motor T270 Turbo Flex 

(todos os itens da versão Longitude T270 +)

  • Bancos e painel em couro e suede preto
  • 7 airbags
  • Monitoramento de ponto cego
  • Carregador de smartphone sem fio
  • Adventure Intelligence+ com Alexa Integrada

Jeep Commander Overland | Motor T270 Turbo Flex 

(todos os itens da versão Limited T270 +)

  • Rodas de liga leve 19” com pneus Seal Inside
  • Bancos em couro e suede marrom exclusivo
  • Banco do passageiro elétrico
  • Teto solar panorâmico
  • Molduras inferiores na cor do veículo
  • Banco com memória de posição

Jeep Commander Overland | Motor TD380 Turbodiesel | Tração 4×4

(todos os itens da versão Overland T270 +)

  • Tração 4×4
  • Modo 4×4 Low
  • Seletor de terrenos
  • Hill Descent Control
  • Jeep Offroad Pages

Jeep Commander Overland | Novo motor Hurricane 2.0T Gasolina | Tração 4×4 

(todos os itens da versão Overland TD380 +)

  • Novo motor Hurricane 2.0T (272 CV de potência e 400 Nm de torque)
  • Performance Pages
  • Nova grade frontal
  • Novo design de roda
  • Saída dupla do escapamento

Jeep Commander Blackhawk | Novo motor Hurricane 2.0T Gasolina | Tração 4×4 

(todos os itens da versão Overland Hurricane +)

  • Design exclusivo
  • Acabamento escurecido: logotipos, grade e rodas
  • Painel em suede preto e filme escurecido
  • Bordado da versão nos bancos
  • Rodas de 19” esportivas
  • Pinças de freio vermelhas
  • Cor exclusiva: cinza Sting Gray

Preços:

Jeep Commander Longitude 5 lugares Turbo Flex AT6: R$ 217.290,00

Jeep Commander Limited 7 lugares Turbo Flex AT6: R$ 240.990,00

Jeep Commander Overland 7 lugares Turbo Flex AT6: R$ 262.990,00

Jeep Commander Overland 7 lugares Turbo Diesel 4×4 AT9: R$ 298.290,00

Jeep Commander Overland 7 lugares 2.0T Gasolina 4×4 AT9: R$ 308.290,00

Jeep Commander Blackhawk 7 lugares 2.0T Gasolina 4×4 AT9: R$ 321.290,00

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo