CarrosNotícias
Tendência

Inmetro: BYD híbrido plug-in Song Plus DM-i mostra consumo de 38,4 km/l e (*) na cidade

Modelo recebe classificação “A” e ganha selo de eficiência energética do Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular -- PBEV

O Song Plus DM-i, modelo híbrido plug in lançado pela BYD no final do ano passado no Brasil, foi marcado pelo sucesso e logo conquistou o mercado por sua tecnologia inteligente e soluções inovadoras, amplo espaço interno, design dinâmico, luxuoso e desenvolvido com a inédita tecnologia super híbrida DM-i.

E agora vem se consolidar como um dos modelos mais econômicos disponíveis em nosso país, segundo dados oficiais do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia), divulgados pelo Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular — PBEV, que foi atualizado com informações de consumo de combustível.

Os números são impressionantes e desafiantes: o novo BYD Song Plus DM-i obteve a surpreendente marca de 38,4 km/l e (*) na cidade e 28,1 km/ e (*) na estrada. Assim, o modelo recebeu classificação “A”, em dois comparativos: tanto no segmento, com também na absoluta geral. Essas informações serão disponíveis a partir de agora em selo do programa CONPET de eficiência energética, que será aplicado ao Song Plus DM-i vendido no Brasil. (*) – Consumo km/l e: equivalente quando no modo 100% elétrico ou híbrido plug-in).

O Selo Conpet Brasil Automotivo foi criado em 2013 e tem contribuído para a melhoria da qualidade dos veículos produzidos no Brasil, além de incentivar as empresas a investir em tecnologia e inovação. O selo também ajuda os consumidores a identificar os veículos que atendem aos mais altos padrões de desempenho, segurança e sustentabilidade.

O Song Plus DM-i possui particularidades e diferenciais muito importantes para o consumidor. Desde o seu lançamento, em novembro do ano passado, é considerado o modelo híbrido plug in com o preço mais competitivo do mercado brasileiro: R$ 269.990,00.

Quarto modelo apresentado pela marca no país, o Song Plus é um SUV com a avançada tecnologia super híbrida DM-i, que está à frente de seu tempo. É capaz de mesclar os modos de utilização. São vários benefícios, incluindo baixo consumo de combustível — como foi anunciado pelo Inmetro — além de rápida aceleração, dirigibilidade suave, além de baixa emissão de CO2. Quando comparados aos veículos tradicionais à combustão, os modelos equipados com a tecnologia super híbrida DM-i se destacam como produtos inovadores e de menor dependência aos combustíveis fósseis.

O Song Plus DM-i está equipado com dois motores. Um a gasolina de ciclo Atkinson e outro elétrico produzindo uma potência máxima combinada de 235 CV e torque máximo combinado de 400 N.m. A eficiente transmissão, ao não utilizar marchas definidas, otimiza o funcionamento do sistema DM-i.

O modelo híbrido BYD Song Plus DM-i possui uma autonomia superior a 1.000 km com o reservatório de combustível completo e a bateria totalmente carregada.

Vale lembrar que a autonomia de um veículo pode oscilar e depende de diversos fatores, de acordo com as condições de uso e trânsito local, além do estilo de direção do motorista, e também o tipo de terreno percorrido, entre outros.

O Song Plus DM-i é disponível em versão única de mercado e cinco cores: Emperor Red (Vermelho), Delan Black (Preto), Time Grey (Cinza), Snow White (Branco) e Dome Blue (Azul). A garantia do Song Plus DM-i é de cinco anos ou 200 mil quilômetros rodados (sistema elétrico do PHEV + baixa tensão + chassis). A bateria Blade conta com garantia de oito anos ou 200 mil quilômetros.

Fonte: BYD Automóveis / Linkpress Comunicação Integrada

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo