CarrosNotícias

General Motors é acusada de fraudar testes de emissão de poluentes nos EUA

O escândalo do Dieselgate balançou o mercado automotivo mundial de forma negativa, e continua trazendo outros eventos idênticos à tona. Agora a General Motors terá de responder por acusações semelhantes às da Volkswagen; fraudes em testes de emissão de poluentes de cerca de 705 mil picapes dos modelos Silverado HD (Chevrolet) e Sierra HD (GMC) equipados com o motor 6.6 V8 turbodiesel Duramax.

Para piorar, a acusação parte do governo dos EUA e diz que as picapes do grupo americano teriam emitido de duas a cinco vezes mais poluentes do que o permitido em condições normais de uso, superando facilmente o emitido pelos modelos da Volks. O documento oficial da acusação diz que a GM teria usado cerca de três dispositivos diferentes para alterar o comportamento do motor durante as condições dos testes.

Ainda de acordo com o documento, tais picapes precisariam passar por mudanças que alteram o desempenho e a economia de combustível se quiserem atender as normas vigentes. A GM nega dizendo que as acusações não possuem fundamento e que trabalha dentro de todas as normas existentes.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo