NotíciasReportagens

Coluna Drigo’s Garage – Estradeiro virtual

Oi, pessoal. Aqui é o Rodrigo, da Drigo’s Garage. Peço desculpas pela ausência nesse último mês, problemas familiares não permitiram que eu conseguisse escrever ultimamente. Mas no fim, aqui estou novamente.
A vida pode ser muito estressante. Problemas surgem de todos os lados, de muitas maneiras. E é muito importante que você tenha uma válvula de escape, uma atividade prazerosa, uma maneira de desestressar, tirar a mente do foco nos problemas, estresse, aborrecmentos…uma delas, para mim e acredito que muitos, são videogames…e este é justamente o tópico sobre o qual vou falar hoje, um jogo que tem mantido minha mente longe de todo o estresse que situações familiares podem trazer. Mas, sendo este site para o qual escrevo relacionado a automóveis, e sendo essa uma das minhas grandes paixões desde a mais tenra idade, é óbvio que o game é relacionado a tal. Não no sentido comum que todos nós conhecemos, que é o carro…a palavra automóvel, do grego αὐτός [“autós”], “por si próprio”, e do latim mobilis, “mobilidade”, se refere a um objeto ou veículo que se utiliza de seus próprios meios para locomoção, sem intervenção de força exterior. Portanto, de certa forma, ela se aplica a outros tipos de veículos, como por exemplo…caminhões. Game de caminhões? Exatamente! Hoje vou falar do American Truck Simulator!

Peterbilt 389

Lançado pela SCS Software em fevereiro do ano passado e baseado no Euro Truck Simulator 2, a proposta é relativamente simples: dirigir caminhões, levando cargas para todo lugar. Mas é justamente nessa simplicidade que está seu maior trunfo.
Você começa criando o seu (ou sua) motorista e escolhendo uma cidade como base de operações. Como não há dinheiro no início, você deve dirigir caminhões emprestados pelos próprios empregadores. À medida que junta seu dinheirinho, pode comprar seu caminhão e, depois, ir montando sua própria companhia, comprando novas garagens, outros caminhões, contratando motoristas, etc. Mas mesmo depois de ter sua empresa com vários caminhões e motoristas, você ainda pode dirigir para os outros. O lucro é menor, mas todas as despesas, nesse caso, são custeadas pelo seu empregador, então você não paga por combustível, pedágios, danos, nada.
À medida que vai ganhando experiência, você ganha pontos que devem ser aplicados em ‘habilidades’ e características, como por exemplo poder dirigir por trajetos mais longos, levar cargas perigosas, frágeis, de alto valor, fazer entregas just in time, em pouco tempo (!), consumo de combustível reduzido, etc…
Para o jogador que não está familiarizado parece meio entediante, só levar e trazer cargas pra lá e pra cá, dirigindo e respeitando leis de trânsito. Mas a graça está justamente nisso…ao contrário de games de corrida como Forza, Gran Turismo, Need For Speed, etc., onde o ritmo é frenético o tempo todo, aqui a atividade é tranquilizante e mesmo divertida. Você vai dirigindo pelas estradas, apreciando a paisagem, o próprio céu, amanhecendo ou anoitecendo, o efeito visual dos vidros molhandos quando chove…e pode-se aproveitar para ouvir suas próprias músicas, que são armazenadas numa pasta específica do jogo, ou sintonizar rádios reais de todo o mundo, inclusive podendo atualizar um arquivo .sii na pasta do jogo e colocar rádios nacionais para se ouvir. A experiência fica ainda mais realista ao ter de passar por postos de pesagem, pagar pedágios (no caso do ETS2), tomar multa se fizer alguma besteira, dirigir na chuva…à noite, se você estiver num deserto como na foto abaixo, confie nos faróis, porque é um breu total! E certifique-se de parar para abastecer e também descansar, porque senão, além de tomar uma multa por dirigir cansado, você pode apagar ao volante ou ficar sem combustível!

Estrada a perder de vista no Estado de Nevada

Atenção redobrada!

O American Truck Simulator, atualmente, conta com apenas 3 Estados (Califórnia, Nevada e Arizona), com o 4º (Novo México) a ser lançado em breve. Os caminhões disponíveis são todos do grupo Paccar: Peterbilt 389 e 579 e Kenworth W900 e T680. Originais, são muito bons, mas outra das diversões do ATS, assim como seu irmão que se passa na Europa (ETS2), está na possibilidade de melhorar o jogo com arquivos não-originais, os famosos mods.
Mods de mapa, caminhões, sons dos motores, cargas e trailers, trânsito, clima, pode-se customizar praticamente tudo. Tanto o caminhão abaixo (Kenworth T800) como o trailer são mods. Há até mesmo mod para jogar online, com outros truckers! A maioria dos mods são gratuitos para baixar, mas há alguns que são pagos, portanto fique atento a esse detalhe.

50 toneladas de carga nesses dois trailers

Os sons originais do jogo são meio sem graça, mas felizmente há modders pra isso também…segue um exemplo abaixo, um Freightliner Classic XL com motor Detroit Diesel Series 60.
https://www.youtube.com/watch?v=LyhBm9avWnE
Atualmente é o meu motor favorito, tanto que modifiquei o T800 pra usar um desses; na foto acima, ele estava com uma versão do irmão menor, de 12,7 litros (há um de 14 litros), com 500 cv e 1.650 lb-ft de torque, o que dá uns 228,2 kgfm. Não é o motor mais torcudo por aí: o próprio Paccar MX-13 oferecido nos Kenworth e Peterbilt novos, por exemplo, consegue os mesmos 500 cv, mas com 1.850 lb-ft ou 256 kgfm de torque. De qualquer forma, o Detroit ainda é muito bem-visto por vários pela altíssima robustez, confiabilidade e manutenção barata.

A quem se interessou pelo jogo, tanto o American Truck Simulator como o irmão europeu, o Euro Truck Simulator 2 (do qual vou falar numa outra oportunidade), estão em promoção na loja virtual Steam até o dia 5 de julho: o ETS2 está saindo com 75% de desconto (de R$ 39,99 por apenas R$ 9,99) e o ATS com 50% (de R$ 69,00 por R$ 34,50). DLC’s como extensões de mapa, novas opções de pintura, rodas, pneus, personalização de itens no interior dos caminhões, etc. são cobrados à parte, mas não são uma fortuna. E uma vez que se tenha o jogo base, pode-se ir comprando-os aos poucos, enriquecendo ainda mais a experiência ao volante.

Bom…é isso, pessoal. Espero que tenham gostado desta postagem e, se planejam comprar o jogo, tenham uma boa jogatina!

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo