CarrosNotícias

Ferrari 250 GTO vai a leilão por 45 milhões de dólares

Apenas foram construídos 36 exemplares deste modelo da mítica Ferrari entre o período de 1953 e 1964, razão que justifica que este clássico de 1962 vá a leilão por 45 milhões de dólares (ou 39 milhões de euros). É o clássico mais caro de todos os tempos em leilão.

O fascínio pelos carros clássicos leva alguns investidores a desembolsarem verdadeiras fortunas para ficarem na posse dos melhores exemplares que circulam em pista ou nas estradas. Um novo recorde poderá estar prestes a concretizar-se.

Na ponta do martelo de madeira está uma Ferrari 250 GTO de 1962 que será leiloado em agosto pela RM Sotheby’s, durante o famoso “Pebble Beach Concours d’Elegance” que ocorre na Califórnia.

Foi o que aconteceu em 2014, quando um exemplar de 1963 deste modelo foi arrematado por 38,1 milhões de dólares num leilão da Bonhams. Este valor é mantido como recorde até agora de clássicos em leilão. De acordo com a Sotheby’s, uma outra versão de 1963 deste Ferrari atingiu 70 milhões de dólares numa venda privada realizada no início deste ano.

De acordo com a Bloomberg, o exemplar que vai a leilão em agosto é de Greg Whitten, chairman da Numerix Software, um dos primeiros engenheiros que trabalhou na Microsoft, que o adquiriu em 2000. Na listagem de feitos deste carro de corrida está a vitória na edição de 1962 do campeonato italiano de GT, segundo a leiloeira.

Antes de chegar às mãos de Greg Whitten, esta Ferrari GTO 250 teve como proprietários Edoardo Lualdi-Gabardi e Gianni Bulgari, que dominaram a Bulgari durante duas décadas.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo