CarrosNotícias

Ferrari Enzo do Papa João Paulo II foi vendida

Fotos: Divulgação

A última Ferrari Enzo produzido, a unidade 400, de 2005, que tinha sido oferecido ao Papa João Paulo II, foi vendido por 5.468.000 euros. O superesportivo fazia parte da coleção “The Pinnacle Portfolio”, composta por 23 automóveis. Ao todo, o lote rendeu algo como 68 milhões de euros.

O valor arrecadado ficou aquém do esperado pela RM-Sotheby’s. A famosa casa de leilões esperava algo em torno dos 80 milhões. O valor mais alto foi conseguido por uma das 32 Ferrari 250 LM construídas em 1964, arrematado por 15,9 milhões de euros. Seguido pela McLaren F1 LM-Specification de 1998, vendido por 12.420.000 euros.

Na cola próxima dos 13,2 milhões de dólares – algo como 11,9 milhões de euros- ficaram o Jaguar C-Type Works Lightweight de 1953 e o Ferrari 250 GT Berlinetta Competizione Tour de France de 1956. Outra Ferrari, o 250 GT LWB California Spider preparada pela Scaglietti, de 1959, não chegou aos 17 milhões de dólares de reserva e teve de se conformar com os 8,5 milhões – cerca de 7,7 milhões de euros.

Um quarto “cavallino”, a barchetta 275S/340 America igualmente preparada pela Scaglietti, de 1950, foi vendida por 7.975.000 dólares – 7,2 milhões de euros. Por 3,3 milhões foram vendidos mais dois Ferrari, um 275 GTB/4 de 1967 e o F40 LM de 1994.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo