MotosNotícias
Tendência

Família off road Kawasaki KX 250 chega a linha 2021

A lenda surpreende mais uma vez e chega totalmente renovada em sua versão 2021

Para a Kawasaki a evolução não para e os limites só existem para ser superados. A linha KX, que perdura há mais de 40 anos e domina o cenário off road é exemplo disso. E a novidade desta vez traz refinamentos e sofisticação dignas do lugar mais alto do pódio. Os atributos da novíssima KX 250 2021 mostram porque ela é considerada a melhor motocicleta fora de estrada criada até hoje.

A usina de força da motocicleta foi lapidada com base no motor de sua predecessora e agora está mais potente, traz nova embreagem com acionamento hidráulico e molas de disco cônicas, além da aguardada partida elétrica. Também tem novo chassi e balança, inspirados em sua irmã maior, para uma ergonomia aprimorada, eletrônica que permite ajustes dispensando ferramentas e a identidade visual característica Kawasaki, que impõe respeito nos pits e nas pistas.

Sinônimo de grandes conquistas, a linha KX e a Kawasaki tem uma longa lista de vitórias, sendo a marca com mais campeonatos AMA Supercross e Motocross, prova do empenho da fábrica em construir as melhores máquinas, para vencer os mais disputados campeonatos mundo a fora. A KX 250 2021 é a moto para quem quer ser o próximo campeão e deixar seu nome marcado na história das competições.

Para ajudar a sair na frente, o modelo vem equipado com o controle de largada KLCM (Kawasaki Launch Control Mode), que ajusta ao toque de um botão, o mapa de potência, priorizando a tração em pisos de baixa aderência, lançando o piloto a frente dos adversários ao cair do gate na largada. Além deste mapa, exclusivo do sistema de largada, existem outras três opções de ajuste para os pilotos escolherem de acordo com sua leitura de pista. O DFI é um conjunto de plugues que podem ser substituídos facilmente sem auxilio de ferramentas e serve para ajustar a injeção eletrônica da motocicleta. O verde (standard) acompanha a moto desde a concessionária, o branco (soft) oferece um mapa mais agressivo, ideal para pista lamacenta ou com terra fofa e o preto (hard) suaviza a entrega de potência para melhor aderência em pistas de terra muito compactada.

Mais potente e girando mais alto, o motor da KX 250 2021 recebeu ajustes finos que extraíram ainda mais força do propulsor de 249cc. Aproximadamente 1,4cv de força extra e rotações que chegam a 14500RPM para oferecer desempenho máximo ao torcer a manopla. As mudanças trouxeram ainda, melhora significativa em baixas e médias rotações, enquanto em altos giros a moto ganha mais força e explosão para as retas e curvas longas.

Inspirada em tecnologia criada nas pistas do Mundial de Superbike, o sistema de acionamento de válvulas Kawasaki despeja performance nas câmaras e deixa a agressividade na pilotagem por conta do piloto. A revisão da admissão (ângulo e diâmetro) e da exaustão (diâmetro) contribuem para o aumento de performance, novas molas de válvulas (titânio), novo pistão (mais plano) revisão da câmara de combustão e nova biela. Sempre na vanguarda das tecnologias, a KX 250 foi a primeira moto de produção a oferecer injeção eletrônica dupla (2012), com sistema que permite a um bico realizar entregas suaves e respostas instantâneas enquanto o outro serve para a força bruta.

Com a adoção da embreagem hidráulica, como na KX 450, os pilotos podem usufruir da leveza no acionamento do manete e da precisão nas trocas de marcha que rendem segundos valiosos na pista. Além disso, reduzem a fadiga nos braços e o cansaço das constantes trocas de marcha de uma prova.

Para oferecer a facilidade da partida elétrica, foi preciso adicionar uma bateria Li-ion, mais leve e compacta que as convencionais, além de um dispositivo de descompressão automática na câmara de exaustão para facilitar as partidas.

Composto por partes forjadas, extrudadas e fundidas, processos que garantem rigidez nos pontos chave para uma pilotagem mais leve e o máximo de tração, o novo chassi e balança da KX 250 2021 são derivados do modelo utilizado pela KX 450, contando com algumas melhorias que tornam a maneabilidade ainda melhor. A leveza e resistência do alumínio esculpidos e modelados de forma a oferecer ainda mais tração e ótima leitura do terreno em conjunto com as suspensões.

Suspensões estas que passaram por otimização com relação ao modelo anterior e trazem uma KYB invertida na dianteira, com funcionamento a mola e óleo, canelas de 48mm e 314mm de curso. A superfície dos tubos recebeu tratamento especial da Kashima Coat, para melhor fluidez no acionamento e resistência a riscos. Revisão da mesa inferior deixou a peça mais leve e rígida. Na traseira, o amortecedor com 316mm de curso acoplado a balança Uni-Trak, que permite montagem da suspensão em uma posição mais baixa, ampliando o curso e também a precisão, trazendo ainda melhora na absorção de impacto e controle mais apurado na pilotagem. Para um ajuste fino dos pilotos, a dianteira oferece 23 opções de compressão e 20 de retorno. Com controle duplo de compressão na traseira, é possível fazer ajustes separados para alta e baixa velocidade (2.25 de alta e 21 de baixa), 38 de retorno e ajuste de pré carga.

 

Pronta para o que vier e quem vier. A ergonomia ajustável da KX 250 2021 permite adequar a moto para diferentes pilotos com os mais variados tipos físicos. É possível escolher a posição do guidão Renthal entre quatro opções, para melhor adequação do Ergo-Fit: 25mm para frente, 15mm para frente, standard ou 10mm para trás. Os pedais de apoio também podem ser ajustados, oferecendo duas posições: standard e 5mm mais baixa.

Transforme a moto numa extensão de seu corpo e tire vantagem da liberdade de movimentos, graças ao novo tanque, mais plano e com linhas que seguem o assento, proporcionando maior área de movimentação na moto, ideal para atacar saltos e curvas. Superfícies lisas e alongadas que facilitam a movimentação do piloto e assento coberto com tecido aderente, construído em espuma resistente que mantem o formato por muito mais tempo, além da rigidez que os pilotos precisam. A nova KX 250 oferece ergonomia superior, chassi mais largo na parte de baixo, onde ficam apoiados os pés e o peso do piloto com a parte superior mais estreita.

O visual Kawasaki que chama atenção no paddock. Carenagens com gráficos moldados e mais resistentes, aros pretos como os utilizados pela equipe oficial, tampa do óleo e outros detalhes em dourado, o minimalismo que faz da KX 250 2021 uma verdadeira obra de arte.

Com tanta potência e leveza que fazem a moto voar baixo nas pistas é preciso freios no mesmo nível para segurar a fera e manter o controle ao cravar os melhores tempos de volta. Otimizados com relação ao modelo 2020, na dianteira o modelo traz disco de freio no formato pétala, com 270mm e pinça de pistões duplos, poder de frenagem aliado a modulação para controle mais apurado graças ao novo cilindro mestre, igual ao da KX 450. Na traseira, disco formato pétala com 240mm e pinça de pistão único.

O motor mais poderoso de todas as gerações da KX 250, feito para andar rápido e estar na frente da largada até a linha de chegada. Suspensões prontas para competição, desenvolvidas com base em toda experiência Kawasaki na disputa dos maiores e mais competitivos campeonatos do mundo. Chassi leve e estreito que permite ao piloto se movimentar a vontade e com segurança, sem perder a estabilidade. Vista a moto e torne-a extensão de seus movimentos para subir no lugar mais alto do pódio.

Kawasaki KX 250 2021

Lime Green PPS: R$ 45.990,00 + frete  – Nos concessionários Kawasaki a partir de 2021

Fonte: VGCOM – VANESSA GIANNELLINI COMUNICAÇÃO

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo