CarrosNotícias
Tendência

Fábrica da GM em Gravataí completa 20 anos com investimentos de 4,5 bilhões de reais

Estado do Rio Grande do Sul gerou receita de quase R$ 300 milhões somente em ICMS

A fábrica da General Motors em Gravataí e seu inovador Complexo Industrial Automotivo (CIAG), que conta com outras 18 empresas instaladas no estado do Rio Grande do Sul, completam duas décadas desde sua inauguração em 20 de julho de 2000.

Uma das fábricas mais novas da GM na América do Sul, Gravataí sempre se destacou pela alta tecnologia nos processos de produção – característica que se manteve ao longo do tempo através dos investimentos realizados para receber novos produtos -, pela sustentabilidade e pela sua conexão com a comunidade local.

Nestes 20 anos, a cidade de Gravataí passou da 12ª posição no ranking de maiores PIBs do estado do RS para o quarto lugar. Sendo que o CIAG é responsável por mais de 45% da arrecadação de ICMS da cidade. Foram quase R$ 300 milhões gerados em receita para o Estado, somente em ICMS.

Expansões

Desde sua inauguração, a fábrica passou por três importantes expansões, que somaram um investimento de cerca de R$ 4,5 bilhões. Após fabricar o Celta, as reformas e ampliações viabilizaram a produção do Prisma, do Onix e, mais recentemente, do Novo Onix e Novo Onix Plus.

Na sua mais recente expansão, que ocorreu entre 2017 e 2019, a fábrica recebeu investimentos de R$ 1,4 bilhão para se preparar para receber os novos Onix e Onix Plus, carros que trouxeram tecnologias inéditas para o segmento, como o Wi-Fi a bordo e o assistente de estacionamento, além dos seis airbags e do controle de estabilidade.

Entre as benfeitorias realizadas, está um novo prédio de injeção de polímeros, onde é realizado o processo de moldagem de para-choques.

Além disso, muitos processos foram digitalizados, como as simulações de volume de produção da linha, que buscam os melhores meios de transporte e de movimentação das peças.

Foram adquiridos novos robôs que trabalham sincronizados, com sistemas de visão que realizam autocorreções automáticas, trabalhando no conceito de manufatura 4.0. A velocidade de processamento de dados e conectividade dos robôs com os demais equipamentos foi otimizada por meio de sistemas de comunicação EthernetIP.

Os robôs ainda foram integrados com sensores a laser para a realização de verificações dimensionais online dos carros produzidos.

Além destes investimentos, a montadora também atrai diversos outros, uma vez que possui um parque de fornecedores no mesmo condomínio, em Gravataí. “Até hoje, o modelo de manufatura just in time da nossa fábrica gaúcha com os sistemistas é um diferencial que alavanca ainda mais a economia local da cercania das instalações e do Estado”, explica Marina Willisch, vice-presidente de Relações Governamentais e Comunicação da GM América do Sul. E complementa: “Junto com os empregos, impostos e investimentos gerados pela GM, estão outros, de dezenas de empresas fornecedoras do condomínio”.

Outro número que merece destaque é o montante injetado na economia local através do pagamento de salários e encargos. São mais de R$ 32 bilhões somente considerando os empregados diretos da General Motors no Estado.

Com a característica de ser uma fábrica de grande volume, Gravataí possui capacidade instalada de 350 mil carros por ano que, aliada a uma gestão arrojada de manufatura enxuta, faz dela a mais produtiva do mundo.

Sustentabilidade

Além de ser referência mundial em eficiência produtividade, a fábrica também se destaca por ser amigável ao meio ambiente, tendo sido a primeira a conquistar o marco de Zero Aterro. Ou seja, nenhum resíduo gerado na instalação é enviado para aterro sanitário.

Outro destaque é a eficiência energética. A fábrica é certificada ISO 9.001, ISO 14.000 e ISO 50.001. Três certificações importantes que atestam a conduta correta em relação ao meio ambiente. Também já conquistou o prêmio Energy Star Challenge for Industry Recognition. Concedido pela Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (U.S Environmental Protection Agency), o reconhecimento destaca empresas que reduziram seu consumo energético em 10% num período de cinco anos e são referência na utilização de recursos naturais.

Comunidade

A comunidade gaúcha, conhecida por ser hospitaleira, recebeu muito bem a fábrica da GM, acolhimento que a empresa fez questão de retribuir. Durante os 20 anos de existência, foram dezenas de campanhas humanitárias organizadas pelo Instituto GM, que contou com a operacionalização dos empregados gaúchos da empresa.

Além disso, a General Motors patrocina há mais de 10 anos a equipe de robótica Trail Blazers, formada por alunos do Ensino Médio público local.

Mais recentemente, a fábrica de Gravataí também foi um dos cinco pontos de reparo de respiradores inoperantes da GM na força-tarefa liderada pela montadora que uniu o poder público e iniciativa privada no combate à Covid-19.

“A história da fábrica de Gravataí é formada por muito trabalho duro e conquistas importantes. Não tenho dúvida de que a qualidade da força de trabalho do gaúcho foi parte fundamental desse sucesso de duas décadas. Para mim, é uma honra participar de um momento histórico como esse. Me sinto orgulhoso pela nossa equipe que fez por merecer comemorar mais esse importante marco em solo gaúcho”, declara Luis Mesa, diretor executivo da fábrica de Gravataí.

Histórico da GM de Gravataí

17/03/1997 – Anúncio do município de Gravataí como sede do Complexo da GM
20/07/2000 – Inauguração oficial do Complexo Industrial Automotivo de Gravataí (CIAG)
02/09/2000 – Lançamento do Chevrolet Celta
20/05/2005 – Produção do Celta 500.000
01/10/2006 – Lançamento do Chevrolet Prisma (1ª ampliação da fábrica)
20/05/2008 – Produção do carro 1 milhão
09/06/2010 – Início oficial das obras do Projeto Onix (2ª ampliação da fábrica)
27/08/2010 – Produção do veículo 1,5 milhão
30/10/2012 – Lançamento do Chevrolet Onix hatchback
13/12/2012 – Produção do veículo 2 milhões
26/02/2013 – Lançamento do novo Chevrolet Prisma
16/07/2013 – Lançamento dos Chevrolet Onix e Prisma com opção de transmissão automática
25/07/2014 – Produção do veículo 2,5 milhões
20/07/2015 – Aniversário de 15 anos do Complexo Industrial de Gravataí
27/07/2016 – Lançamento do Onix Activ
05/08/2016 – Lançamento do Onix Joy
24/08/2016 – Produção do veículo 3 milhões
14/03/2017 – Onix foi o carro mais vendido da América Latina em 2016
05/05/2017 – Lançamento do Onix Effect
03/08/2017 – Anúncio investimento R$ 1,4 bilhão
18/07/2018 – Produção do veículo 3,5 milhões
24/08/2018 – Premiação internacional de eficiência energética Energy Star
04/10/2018 – Produção do Onix 1 milhão
13/09/2019 – Lançamento do Novo Onix Plus
29/11/2019 – Inauguração da linha de produção do Novo Onix
26/11/2019 – Lançamento do Novo Onix hatch
28/02/2020 – Produção do veículo 4 milhões
Fonte: GM América do Sul
Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo