CarrosNotícias

Fábrica em São Caetano do Sul da GM recebe investimento de R$ 1.2 bilhão

A General Motors Mercosul apresentou hoje, 20 de fevereiro, as obras de expansão do Complexo Industrial de São Caetano do Sul (SP), que resultam dos novos investimentos de R$ 1,2 bilhão na unidade. A unidade ganha novo prédio construído com telhas translúcidas, luzes de LED com automação de dimer, ventilação natural, entre outros conceitos de construção sustentável e passa a ocupar 432.300m² de área construída. Como parte do projeto, a unidade terá todas as suas instalações internas redesenhadas e vai incorporar novas tecnologias de manufatura 4.0.

O evento contou com a presença do Governador Geraldo Alckmin, do Ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Jorge de Lima e do prefeito de São Caetano do Sul, José Auricchio Júnior.

Carlos Zarlenga, presidente da GM Mercosul, anunciou que a fábrica terá sua capacidade anual ampliada de 250 mil para mais de 330 mil veículos por ano.

“A GM celebra 93 anos no Brasil em um processo acelerado de crescimento e inovação. Os novos investimentos vão transformar o Complexo Industrial de São Caetano do Sul em um dos mais eficientes e avançados da indústria. As novas instalações vão permitir a Chevrolet seguir entregando produtos de alta qualidade e tecnologia para continuar liderando o mercado brasileiro”, disse Zarlenga.

O montante de R$ 1,2 bilhão que a GM está aplicando na fábrica faz parte do maior plano de investimentos da empresa em toda sua história no Brasil, com um total de R$ 13 bilhões que estão sendo aplicados no país entre 2014 e 2020.

Uma das fábricas mais versáteis e flexíveis da GM, onde de uma mesma linha saem produtos diversos como o Cobalt, Onix, Spin e Montana, o Complexo de São Caetano do Sul vai receber novas tecnologias de manufatura inteligente (4.0), incluindo prensas de última geração, solda a laser, novo sistema de montagem de motor e transmissão, novas injetoras plásticas, novo processo de na funilaria e novo transportador de veículo na linha de montagem.

A transformação pela qual a fábrica está passando foi viabilizada graças à parceria com o Sindicato dos Metalúrgicos de São Caetano do Sul, destaca Marcos Munhoz, vice-presidente da GM Mercosul. “O suporte do sindicato foi fundamental na tomada de decisão sobre os novos investimentos, que vão colocar a fábrica de São Caetano do Sul em um novo patamar de competitividade”, disse Munhoz”.

Fonte: GM Mercosul

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo