CarrosNotícias

Coluna Audio Excellence – Análise de sistema de som da Chevrolet S10 2.5 SIDI LTZ 2017

IMG_2041

Veículo:                Chevrolet S10 LTZ                                                        

Data:                     16 de agosto de 2016

Temperatura:     29 graus Celsius                                                              

Avaliador:           Roberto Mattos

Roberto[1]

NOTA:

Para a avaliação do veículo, foi utilizado o CD especial de campeoantos de qualidade de som automotivo “AUTOSOUND 2000 – IASCA”. Nele estão presentes as melhores gravações, onde os melhores sistemas se beneficiarão ainda mais !

O avaliador também se baseou nas regras da IASCA para fazer a pontuação, somente adaptando o sistema padrão IASCA para avaliar sistemas de áudio originais de fábrica, dispensando algumas avaliações específicas, destinadas basicamente as competições de qualidade de som automotivo.

Os controles de graves, agudos, ambiência, equalizações automáticas, etc… foram todos zerados ao padrão de fábrica. Nenhum artifício extra foi ligado ou ativado para a realização da avaliação.

TIMBRE

É observada a qualidade dos sons sub-graves, graves, médios e agudos do sistema.

Mesmo não possuindo um falante de sub-grave (subwoofer) dedicado, o sistema possui bons sub-graves e graves que estavam bem presentes quase sem distorções, e nos impressionou muito. Médios muito bons em vozes e cordas. Agudos com boa presença.

PALCO SONORO

São observados 3 itens: altura, largura e profundidade de palco, comparados com uma apresentação ao vivo.

  1. a) Altura de palco

A fábrica optou por instalar os 2 tweeters dianteiros no alto do painel e também um falante no meio do painel. Ponto para a GM !
Com isso, o palco ficou elevado, com a voz bem presente, quase na altura dos ouvidos.

  1. b) Largura do palco

A largura poderia ser um pouco melhor, faltou um pouco para chegar nas extremidades laterais do carro.

  1. c) Profundidade de palco

Boa profundidade entre o início do painel e o vidro dianteiro, dando ao ouvinte uma sensação de instrumentos na dianteira e também na traseira do palco.

IMAGEM

É observada a definição e posicionamento correto dos instrumentos em relação a um palco musical.

As imagens laterais (esquerda e direita) infelizmente não estão 100% corretamente definidas, pois o sistema também insere áudio no falante central acima do painel.

As imagens centro-esquerda e centro-direita são melhores, em locais mais corretos. A imagem central foi beneficiada pelo falante extra no centro do painel.

LINEARIDADE DE SOM

É observado o comportamento dos timbres em 3 diferentes níveis de volume.

Em volume baixo, (referência 81 dB do CD da IASCA) observa-se um bom comportamento na presença de todos os timbres, sem nenhum “atropelamento” de frequências. Nos volumes médio (referência 93 dB do CD da IASCA) e alto (referência 105 dB do CD da IASCA) temos um resultado ainda melhor, com bons graves bem presentes.

PRESENÇA DE RUÍDO

É observado estalos e chiados de fundo no sistema.

Não foi notado qualquer tipo de estalo e/ou chiado de fundo, ao ligar, desligar ou colocar o sistema no volume máximo, usando o CD de testes da IASCA na faixa “ZERO BIT”.

ACABAMENTO

É observado a qualidade da instalação, integração da unidade principal (rádio) e do display principal

em relação ao painel, integração de falantes nas portas/painel e comandos no volante

  1. a) Unidade principal

Bom acabamento em volta dos comandos, que possuem cores compatíveis ao restante do painel. A integração com o panel possui algumas rebarbas mal encaixadas, que merece atenção. Botões grandes e fáceis de apertar, com boa leitura.

Unidade principal

  1. b) Display/monitor

Display totalmente integrado a unidade principal. Boa moldura de acabamento em volta da tela.

  1. c) Falantes dianteiros

O tweeter está perfeitamente alinhado com o painel, sem ressaltos. Porém o médio-grave instalado nas portas dianteiras, apesar de um bom acabamento na instalação, utiliza uma moldura ultrapassada. O falante central do painel possui um porta-trecos incorporado.

Tweeter no painel

Porta dianteira

Canal central

  1. d) Falantes traseiros

Acabamento bem mais harmônico e correto do que o falante frontal, pois não utiliza a ultrapassada moldura ao seu redor.

Porta traseira

  1. e) Comandos no volante

A GM poderia ter optado por deixar o botão de volume da forma tradicional (de apertar) como fez com os botões para mudança de faixas/estações, mute e viva voz para telefone celular, que ficam logo abaixo do botão de volume.

O sistema de botão acionado para cima e para baixo é pouco prático para o motorista. Não entendemos a mistura de tipos de teclas, além de deixar um visual ultrapassado no volante.

Volante 1

Volante 2

OUTRAS AVALIAÇÕES

  1. a) Ergonomia no uso do sistema

A localização da unidade principal é perfeita, com fácil acesso pelo motorista. O display é do tipo “touch”. Nota 10 para a GM !

Unidade principal

  1. b) Facilidade de uso

Aqui a S10 deu aula. Com apenas 1 botão temos acesso a todas as funções e ajustes do sistema de áudio na mesma tela. Nota 10 novamente.

Ajustes

  1. c) Intuitividade de uso

Extramamente fácil de usar, sem nenhuma complicação. Outra nota 10 !

  1. d) Visualização do display

Bom tamanho de display, perfeitamente visível ao motorista. Tela com boa resolução. Mais uma nota 10 para o utilitário americano.

  1. e) Fontes disponíveis

Aqui a fábrica optou por retirar a entrada para CDs, deixando o usuário com as seguintes opções: RÁDIO, BLUETOOTH, USB e AUXILIAR que ficam dentro do descansa-braços dianteiro, entre os 2 bancos.

Entradas USB e AUX

  1. f) Manual de instruções

Bom passo-a-passo explicativo, porém a fábrica economizou nas imagens. Poderia ser mais ilustrado.

Manual 1

Manual 2

CONSIDERAÇÕES GERAIS

Apesar de não ter chegado na pressão sonora que utilizamos em todos os testes (85db), no volume máximo a S10 chegou até 84dB e não fez feio.

O sistema não possui falante de sub-grave (subwoofer) dedicado, mas mesmo assim os sub-graves e graves estavam bem presentes quase sem distorções, e nos impressionou muito. Médios muito bons em vozes e cordas. Agudos com boa presença.

Localização da unidade principal perfeita, de fácil acesso ao motorista, além de ser extremamente fácil de operar, bem intuitivo. O usuário iniciante não terá nenhum problema para usar o sistema.

Nossas observações vão para a distribuição de som nos canais esquerdo e direito. Ao ser selecionado um lado ou outro, o sistema também coloca áudio no falante extra no centro do painel, que não é um canal central, pois o sistema não possui processador de efeitos. Outra observação também vai para os encaixes da unidade principal com o painel, que não estavam bem alinhados.

A S10 LTZ fez uma boa pontuação: 233 pontos de 300 possíveis. Nota final 7,76.

Roberto Mattos

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo