CarrosNotícias

Latin NCAP: Zero estrela para o Chevrolet Onix e para o Kia Rio Sedan

O Programa de Avaliação de Carros Novos para América Latina e o Caribe, Latin NCAP, apresentou a segunda série de resultados de 2017 com um decepcionante resultado de zero estrela para os modelos Kia Rio Sedan e Chevrolet Onix. O Chevrolet Onix é o carro de maior venda no Brasil, mostrando resultados especialmente ruins a respeito da proteção lateral. O Kia Rio, por sua parte, obteve o pior resultado em segurança para o passageiro adulto comparado com qualquer outro teste NCAP já realizado.

O Chevrolet Onix, fabricado no Brasil, obteve zero estrela na proteção do ocupante adulto e três estrelas em relação à proteção do ocupante infantil. O modelo tinha sido testado em colisão frontal em 2014, ganhando três estrelas para a proteção do adulto. Para avaliar o eventual resultado sob o novo protocolo (2016), foi feito o teste de impacto lateral do modelo. O Onix mostrou um desempenho pobre, já que o teste de impacto lateral evidenciou uma compressão alta no peito do passageiro adulto, divulgando uma alta penetração na estrutura. O Onix não contava com dispositivos de absorção de energia em sua estrutura para impacto lateral, apenas barras nas portas. Considerando esses resultados de testes, o Onix não passaria os requerimentos básicos da regulação para impacto lateral das Nações Unidas (UN95).

Confira no link: http://www.latinncap.com/po/resultado/89/chevrolet-onix-+-2-airbags

A proteção para o passageiro infantil no impacto foi aceitável; contudo, o modelo apenas oferece um cinto de segurança de dois pontos na posição central traseira, carecendo de ancoragens ISOFIX. A porta traseira direita se abriu no teste, expondo as crianças a maiores riscos.

O Kia Rio Sedan, fabricado na Coreia, foi também uma desilusão com zero estrela para a proteção do passageiro adulto e uma estrela em relação à proteção do ocupante infantil. No entanto, o carro proporciona uma estrutura estável na colisão frontal e um bom desenvolvimento estrutural para o impacto lateral. O fabricante oferece o Rio Sedan sem airbags e sem freios ABS em sua versão básica. A falta de airbags e de cintos de segurança com bom desempenho explicam os pobres resultados para a cabeça e peito dos passageiros da frente.

A Kia acabou de anunciar ao Latin NCAP que o novo Picanto e Rio contarão com, ao menos, um airbag para o motorista em todas as versões da América Latina. A Kia comprometeu-se a patrocinar o teste do Novo Kia Rio Sedan para evidenciar os avanços quanto à segurança do novo modelo; embora, sem airbags para o acompanhante, seja provável que continue a obter resultados tão ruins quanto os obtidos recentemente mediante o teste do Latin NCAP, se esse novo Rio se comportar da mesma forma.

O Kia Rio Sedan ganhou uma estrela para a proteção do passageiro criança, já que não contava com ancoragens ISOFIX ou cintos de três pontos em todas as posições do banco.

Confira no link: http://www.latinncap.com/po/resultado/90/kia-rio-sedan-no-airbags

Alejandro Furas, Secretário Geral do Latin NCAP, expressou:

“É uma grande desilusão para o Latin NCAP que fabricantes líderes como a GM e a Kia continuem a oferecer carros zero estrela na América Latina. Os consumidores se merecem muito mais que esses resultados que não cumprem com os padrões por parte de empresas que sabem perfeitamente como fabricar carros muito mais seguros.

Esses resultados tão pouco convincentes deveriam servir de lição aos governos da região e estabelecer que os níveis mínimos de segurança não podem estar mais nas mãos dos fabricantes. Este é o motivo pelo qual o Latin NCAP solicita a todos os governos da América Latina a adoptar, de forma urgente, os certificados dos padrões da ONU para os testes de impacto frontal e lateral. É hora de tomar medidas para eliminar o flagelo das armadilhas mortais que representam os carros zero estrela que os fabricantes continuam a vender dispostos a oferecer veículos por baixo dos níveis de segurança aceitos, que não poderiam vender na Europa ou na América do Norte. Esse tipo de duplo padrão é inaceitável e deve parar”.  

O Programa de Avaliação de Carros novos para América Latina e o Caribe, Latin NCAP, publicou hoje o resultado do Chevrolet Onix conforme novo protocolo de avaliação de 2016. O Onix, carro de maior venda no Brasil, conseguiu um resultado decepcionante de zero estrela em relação à proteção do passageiro adulto e três estrelas quanto à proteção do passageiro criança.

O Latin NCAP incluiu, desde 2016, um teste de impacto lateral como parte de seus protocolos, começando a testar alguns dos modelos mais vendidos que, desde 2014, já eram avaliados no impacto frontal.

Por enquanto, o Latin NCAP vem realizando o teste de impacto lateral no Fiat Palio, no Peugeot 208, e agora no Chevrolet Onix. No teste, o Latin NCAP analisou os dados dos dummies (bonecos de teste) para os três modelos. O Onix foi o único que registrou valores que ultrapassam os limites biomecânicos permitidos para o peito no teste de colisão.

A respeito da segurança estrutural dos três modelos, o Fiat Palio tem o melhor desempenho estrutural em colisão lateral, seguido do Peugeot 208 que não conta com barras laterais nas portas, porém, sim tem a versão padrão europeia. Ambos tivessem mostrado um melhor desempenho com airbags laterais. Contudo, no caso do Onix, o desempenho estrutural no impacto lateral divulgou um grande deslocamento (penetração) do pilar B, dentro do compartimento do passageiro, significativamente maior que nos outros dois veículos. Provavelmente, devido a seu pobre desempenho estrutural, a situação não mudaria nem mesmo incluindo airbags laterais. Ainda mais, a porta traseira do Onix se abriu no teste. A abertura da porta significa um alto risco para os ocupantes criança, bem como o fato de o modelo não ter cumprido com a regulação de proteção contra impacto lateral básica das Nações Unidas (UN95).

Fonte: #LatinNCAP

 

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo