MotosNotícias

Ducati consolida crescimento no Brasil

Participamos do “Café com Presidente” da Ducati Brasil, Diego Borgui que nos apresentou os resultados do primeiro semestre de 2019. A Ducati obteve crescimento de 32% em relação ao ano anterior com 596 unidades emplacadas, disse também que a Ducati não pretende deixar o Brasil e ainda apresentou mais novidades para segunda metade do ano, como a implantação de mais 2 concessionárias (Santa Catarina e Espirito Santo) além da chegada da Panigale V4 S. Tudo isso num clima de festa já que a Ducati comemorou 93 anos de fundação (04/7/1926).

Hoje o universo Ducati no Brasil conta com 10 concessionárias e uma área de cobertura de 70% do país, além do DRE Riding Academy que já instruiu mais de 100 motociclistas nos 4 eventos no Brasil.

O fechamento do primeiro semestre de 2019 comprova que a operação da Ducati no Brasil ocupa posição de destaque entre as unidades de maior crescimento da companhia no mundo. O Brasil está em evidência entre os cinco mercados da Ducati Motor Holding no mundo a registrar um crescimento superior a 30% no primeiro semestre de 2019. O trabalho realizado nos últimos três anos elevou a companhia a assumir um novo patamar no mercado nacional. Desde que desembarcou no Brasil em 2012, é a primeira vez que a Ducati atinge números tão consistentes em receita, ampliação da rede, emplacamento e também market share.

Com isso, a Ducati do Brasil confirma sua meta de reforçar sua presença no mercado premium, fortificando sua atuação no Brasil sob bases sólidas e de longo prazo. Com ações aceleradas e de impacto, o primeiro semestre foi de constante evolução e impulsionou a Ducati do Brasil a atingir 31,8% de crescimento em faturamento, o mais significativo dos últimos sete anos.

Já o mercado nacional de motocicletas acima de 500 cm3 de cilindrada cresceu 8,6% em igual período. Os números superaram a expectativa do primeiro trimestre de 2019, no qual a companhia registrou 26% de crescimento em relação ao mesmo período de 2018. Para Diego Borghi, Presidente da Ducati do Brasil, esta evolução é a consolidação de uma estratégia de otimização de recursos, foco em investimentos de resultados e principalmente o trabalho de uma equipe enxuta, mas extremamente comprometida.

Desde novembro de 2016 à frente da Presidência da Ducati do Brasil, Borghi tornou-se o primeiro CEO a comandar um time 100% local entre todas as unidades da marca no mundo. “Isto demostra o tamanho da confiança que a matriz tem no Brasil. A unidade brasileira está entre as dez mais importantes e de maior potencial no mundo. Com certeza vamos superar as expectativas. 2019 é o ano da virada”, afirma.

Em market share o resultado também foi superior aos períodos anteriores. Com 3,6% de fatia no segmento premium de alta cilindrada, a Ducati abocanha uma fatia ainda mais significativa do mercado nacional. Em unidades emplacadas, a marca somou 596 unidades emplacadas no primeiro semestre. “Este resultado inédito é reflexo do trabalho consistente realizado pela Ducati do Brasil nos últimos três anos. Posso reafirmar que a unidade brasileira está em seu melhor momento”, destaca Borghi.

*Evento à convite da Ducati do Brasil

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo