MotosNotícias

Dicas gerais de segurança para motos

Fotos: Divulgação

O Brasil é apontado como o segundo país no ranking de vítimas fatais em acidentes de moto. Porém, muitos desses acidentes podem ser evitados com medidas corretas de segurança, atenção e preparo dos pilotos para enfrentar as dificuldades e imprevistos do trânsito.

Se você também é um adepto do transporte sob duas rodas, casual ou cotidianamente, confira as dicas abaixo e fique sempre atento à sua segurança, do seu garupa e dos que estão ao seu redor pelas vias.

Equipamentos de segurança

Os equipamentos de segurança são a maior proteção em caso de quedas. Eles ajudam a evitar fraturas e esfoliações – nunca deixe de usar:

  • Capacetes – Além de ser obrigatório por lei, esse é o principal item de segurança para um motociclista. A variedade de modelos de capacetes no mercado possibilita o piloto escolher a opção que mais combina com seu estilo e bolso;

  • Luvas –  Para proteger as mãos principalmente nos dias mais frios;

  • Jaquetas – Normalmente de couro, as jaquetas protegem o corpo em caso de acidentes, além de ser um dos itens que mais caracterizam um motociclista;

  • Joelheiras e cotoveleiras – Para proteger as articulações;

  • Calçados bem grossos – Normalmente botas, ajudam a proteger pés e calcanhares.

Comportamento

Há muitas medidas que podem ser tomadas visando diminuir os ricos de um acidente, seu comportamento no transito é decisivo para a sua segurança (veja outras dicas de como se comportar no trânsito aqui).

  • Visibilidade – É muito importante estar sempre visível aos outros condutores, principalmente os de grandes veículos, por isso recomenda-se manter os faróis acesos mesmo durante o dia e usar roupas claras.

  • Localização – Fique sempre atento para não se localizar nos chamados pontos cegos, que são pontos onde outros condutores não consegue ve-lo. Para evitar que isso aconteça, mantenha sempre uma distância adequada: quanto maior a velocidade da via, maior deve ser essa distância. Mantenha-se à direita em pistas rápidas e nunca transite entre dois veículos, isso impedirá que você desvie de um obstáculo sem colidir.

  • Sinalização: Nunca mude de faixa ou faça uma curva sem dar seta, os outros condutores precisam saber o que você irá fazer para decidir com segurança suas ações.

Atenção

Outros momentos em que se deve ter atenção redobrada:

  • Curvas – nunca ultrapasse outro veículo durante uma curva, pois o condutor pode não conseguir vê-lo.

  • Sinalização – Respeite toda a sinalização de transito, dos semáforos às placas, todas elas foram criadas exatamente para que acidentes sejam evitados.

  • Estradas – muitas estradas mais antigas e sem manutenção podem apresentar pontos de desgaste entre as placas de concreto, que se tornam em obstáculos que podem levar a queda se não forem visualizados com certa antecedência.

  • Obstáculos: fique atento à estrada para desviar de qualquer obstáculo, como pedras, cascalhos, animais ou objetos caídos de outros veículos.

  • Mantenha uma aceleração constante e nunca freie saem motivo ou sinalização.

Verifique sempre as condições de uso da moto, e procure sempre respeitar o prazo de manutenção. Conhecer cada item é fundamental para a conservação de cada peça (conheça aqui a diferença entre os pneus).

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo