MotosNotícias

Triumph planeja crescimento e programa novidades para 2018

A Triumph fechou 2017 com 3.919 motocicletas comercializadas no mercado brasileiro – o que indicou um pequeno crescimento de 0,56% ao mesmo tempo em que o mercado brasileiro de motocicletas caiu 12%, segundo dados oficiais da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo). Para 2018, a Triumph projeta atingir um volume de 4.250 unidades vendidas, o que representará uma alta de 8,4% sobre 2017 e será o segundo melhor resultado da marca no País desde a sua chegada, em 2012 – em 2014, a empresa chegou a comercializar 4.600 motos no Brasil.

Para 2018, a Triumph também anuncia a renovação da parceria com Henrique Fogaça, Embaixador da marca no Brasil, projeta manter a sua liderança no mercado nacional de motos big trail até 800 cc com o lançamento da nova Tiger 800, pretende ampliar a participação da sua linha de clássicas nas vendas totais e ainda anuncia novos destinos de viagens internacionais para o Triumph Riding Experience (TRX), ampliando ainda mais o relacionamento com seu público-alvo.

O segmento de big trails até 800 cc atingiu um volume de 4.400 motocicletas em 2017, crescendo cerca de 5% sobre o total comercializado em 2016. Neste ano, a expectativa é que este segmento acompanhe o crescimento projetado pela Abraciclo, atingindo em torno de 4.700 motos (uma alta em torno de 6%). Do total obtido em 2017, a linha Tiger 800 respondeu por cerca de 44% do segmento, com 1.848 unidades vendidas, o que significou a liderança do setor pelo segundo ano consecutivo. “Em 2018, com o lançamento da nova Tiger 800, planejamos atingir um volume de 2.000 motos, crescendo perto de 6%” e mantendo esta liderança”, explica Waldyr Ferreira, General Manager da Triumph no Brasil.

A Tiger 800 é uma das motocicletas mais amadas, elogiadas e premiadas pela crítica internacional e brasileira. A nova Tiger 800 deve chegar às Concessionárias no final de junho, em diversas versões, com atualizações importantes na sua capacidade off-road, no conforto em qualquer tipo de piso e com mais de 200 melhorias no chassi e motor. “Além das inovações tecnológicas, contamos com a força da marca Tiger e o reconhecimento da qualidade da moto, comprovado, por exemplo, pelos inúmeros prêmios conquistados no Brasil para buscarmos mais uma vez a liderança do segmento”, acrescenta o executivo.

Waldyr destaca, ainda, que a Tiger 800, em suas diversas versões, é o modelo mais vendido pela Triumph no mercado brasileiro. No ano passado, respondeu por cerca de 47% das vendas totais da marca. “Este volume faz a subsidiária brasileira ocupar a primeira posição em  volume de vendas e em share do segmento dentre todas as subsidiárias da marca no mundo, apesar do nosso mercado ser apenas o sétimo em potencial de mercado perdendo para Itália (9.400 motos por ano), Alemanha e Áustria (7.900), França (6.500), Estados Unidos (5.900), Espanha (5.600) e Reino Unido (5.500)”.

A Triumph fechou 2017 com um total de 760 motocicletas clássicas comercializadas no mercado nacional, o que representou uma participação de 19% das vendas da marca. O destaque foi o modelo Bonneville Street Twin, com 241 unidades. Para este ano, a meta é saltar para cerca de 1.000 motos clássicas vendidas no Brasil, o que representará uma alta de 33,5% sobre o volume de 2017. Se confirmado, este volume representará uma participação de 23,5% sobre o total de vendas da fabricante inglesa no País em 2018.

 

A parceira com o chef Henrique Fogaça, proprietário do restaurante Sal Gastronomia e dos bares Cão Véio e Admiral’s Place e um dos jurados do programa Master Chef, da Band, anunciada em janeiro do ano passado, acaba de ser renovada e Fogaça continuará sendo o Embaixador da Triumph no Brasil. “Quando fizemos esta parceria, nosso objetivo não era vender mais motos, mas sim dar mais notoriedade para a Triumph no Brasil e, com isso, contribuir para que um público diferenciado conhecesse a marca. Acreditamos que esta meta foi plenamente alcançada”, explica Waldyr, destacando que outros países, como a Inglaterra, já adotam estratégia semelhante de nomear como embaixadores da marca celebridades locais com um perfil identificado com o estilo e perfil da fabricante.

Ao longo de 2017, as postagens de Fogaça em suas redes sociais tiveram um impacto em quase 432 mil pessoas, com cerca de 4.500 comentários. O chef esteve presente em diversos momentos estratégicos, como na Avant Premier do Salão Duas Rodas, em eventos com a Rede, em lançamentos de novos produtos e também na inauguração do novo Visitor Center da Triumph, em Hinckley, na Inglaterra. “Neste ano, Fogaça vai continuar bem atuante com a marca nos principais momentos da empresa no País, como no lançamento da nova Bonneville T100 Black”, lembra Waldyr.

Fonte: g6 Comunicação Corporativa

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo