MotosNotícias

Contos – Lenda urbana

Foto: Divulgação

Bom, é  claro  que  pegar uma  estrada  apesar dos prazeres,  é  algo de  muita atenção,  e  tem horas, que  nem  toda  atenção  do  mundo  é  o  suficiente. Curtindo uma  HD em  um  percurso  curto,  em  pleno dia, é  uma  mistura  de sensações,  torque, motor vibrando,  vento  no rosto, paisagens  lindas,  mas  não  esquecendo  nunca que  estava  numa  BR,  estrada  estreita e  poucos  encostamentos . Faltavam  45 km para  meu destino  final,  e  até  então  pouco  transito ,  quando  deparo  em  minha  frente um Chevrolet Camaro  preto  com  listras  brancas .  Apesar  da  enorme  potencia do  carro, estava  a passeio, parecia  estar  curtindo a  viagem  também, enfim fui  tentar  ultrapassagem,  estava numa  Fatboy,  motor  evo de  1450 cilindradas, numa  enorme  reta e  com segurança  para isso .

Dei  a  seta e  fui,  mas  para  o  meu  desespero,  o  Camaro  não  me deixava concluir a  ultrapassagem,  ele acelerava  o  carro  mantendo  ao  meu  lado,  se  diminuísse,  ele  o  mantinha  na  mesma.  Comecei  a  ficar  preocupada,  a  reta  já ia acabar  e  ele  ali  mantendo  na  mesma  como  uma  sombra  quando  que  na  direção  contraria me  vinha  um  ônibus  desses  de  turismo ,  aí  eu  juro  que  apavorei ,  tinha  que  fazer  algo.

Dei  tudo  que a  HD me  oferecia,  o  ônibus  chegando,  adrenalina  a  mil,  foi  que  no  último  instante o  Camaro permitiu a  ultrapassagem,  por  um  fio mas  deu . Parei derrapando no  que  deveria  ser  um  encostamento  para  tentar  compreender o  que  tinha  acontecido, e  logo  atrás parou  o  Camaro . Para  minha  surpresa saiu  dele  um  senhorzinho,  mais  branco  e  assustado  do  que  eu,  me  pedindo mil  desculpas dizendo que  não  era  de  propósito o  acontecido, é  que  quando viu  a  HD ficou  admirando  a  moto e  perdido a  noção do  q  estava  fazendo.

Por  mais  que  queria  estrangular  o  infeliz,  com  aquela  cara  de assustado,  no  final  das  contas  eu  ri!!! Já vi  muita  gente  torcendo o  pescoço p  ver uma Harley passar,  mas  desse  tanto nunca!  Subi  na  moto e  continuei  minha  viagem,  tremendo  ainda,  mas  continuei.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo