ColunasFernando CalmonNotícias
Tendência

Coluna Fernando Calmon | Maio Amarelo tem campanha mais abrangente este ano

Terrível modismo de caminhões “arqueados” (molas modificadas para traseira alta e a cabine rebaixada), totalmente ilegal e perigoso, multiplica-se de forma assustadora. Até caminhões leves rodam em estradas com essa aberração. E há veículos modificados também no trânsito urbano. Esta semana vi, em São Paulo (SP), um caminhão-betoneira e uma picape compacta, ambos irregulares. Outro modismo ilegal dessa vez em automóveis, também sujeito a multa, são adesivos grandes de personagens de “Os Simpsons” nas janelas do motorista e passageiro.

Com tantas irresponsabilidades no trânsito, felizmente há o movimento anual Maio Amarelo, do Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV). Pela pandemia de Covid-19 esteve limitado às redes sociais e internet, em 2020 e 2021. O tema deste ano – Juntos Salvamos Vidas – foi definido em setembro de 2021 pelo Contran. Agora está novamente nas ruas e o ONSV acredita que este ano será o maior e mais abrangente em termos de conscientização desde a criação dessa iniciativa em 2014.

Até 15 de maio último, esta organização não governamental (ONG) já havia registrado atividades em todos os Estados por meio de passeios, caminhadas, palestras, reuniões, ações on-line, sempre com abordagens educativas, como era feito até 2019. A estratégia conta com representantes – 141 em todo no País – voluntários que se esforçam nas suas regiões para divulgar a importância de um comportamento seguro no trânsito.

Aurélio Ramalho, presidente do ONSV, ressalta que todo o material produzido pode ser usado de forma gratuita: “A partir do site do Maio Amarelo e do hotsite da Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran), o interessado vai encontrar o vídeo oficial deste ano e três dezenas de arquivos com as peças da campanha Juntos Salvamos Vidas. São posts, banners, faixas, cartazes, outdoors, busdoors, além do filme institucional de um minuto para redes sociais. Qualquer apoiador poderá incluir sua logomarca no material e mostrar a força da sociedade em prol dessa causa.”

Nos primeiros quinze dias de maio foram registrados mais de 15.000 downloads, superando o total do mesmo mês de 2021.

Ramalho destaca que “todos nós podemos salvar vidas e não somente profissões que tradicionalmente já fazem isso, como médicos, enfermeiros, socorristas, bombeiros e policiais. No trânsito basta fazer o que é certo. O filme da campanha de 2022 traça exatamente esse paralelo. Os profissionais que aparecem no filme são reais e aceitaram o convite para participar sem cobrar cachê”. Eis o link: https://shre.ink/5cG

Locais com significado para a comunidade estão iluminados de amarelo: desde monumentos históricos nos municípios mais distantes do País até o Cristo Redentor no Rio de Janeiro, além de prédios da capital federal como o Congresso Nacional e a catedral de Brasília. As redes de TV Band (numa prova de Stock Car) e Globo participaram este ano. O jogador Cafu também gravou vídeos de apoio.

“Este ano, disponibilizamos os materiais da campanha para download em português, inglês e espanhol. Ainda não temos um número fechado, mas outros países que também apoiam o movimento têm realizado ações de conscientização”, reforçou Ramalho.

Que os bons exemplos se sobreponham aos maus.

ALTA RODA

Durante a Summit Indústria Automotiva 2022, Antonio Filosa, presidente da Stellantis América do Sul, reafirmou que as fábricas no Brasil são tão competitivas quanto as de outros países da porta para dentro. Isso já não acontece da porta para fora por três motivos principais: carga tributária mais alta, infraestruturas deficientes tanto de modais de transporte quanto da rede de dados e falta de isonomia de desenvolvimento econômico entre as regiões do País. A burocracia até para calcular impostos também foi apontada por Cláudio Sahad, presidente do Sindipeças.

Faróis, grade, para-choques, rodas (aro 19 pol.) e lanternas renovados no SUV Equinox. Além da versão de topo Premier (1,5-L turbo, 172 cv) e tração 4×4 sob demanda, há ainda a RS com tração 4×2. Esta por ser mais leve e utilizar o mesmo motor acelera de 0 a 100 km/h em 9,2 s. A GM ampliou e modernizou a conectividade: projeção sem fio para Android Auto e Apple CarPlay; Wi-Fi nativo permite usar Spotify e Alexa diretamente sem o plano de dados da operadora. Preços só serão conhecidos em junho quando as unidades fabricadas no México (isentas do imposto de importação de 35%) chegam às concessionárias.

City hatch vem dividindo meio a meio as vendas com o sedã homônimo, mas é um carro que vai melhor no uso urbano. Posição ao volante e espaço para as pernas no banco traseiro (assento pode ser basculhado para cima) destacam-se. Motor de 1,5 L/126 cv (E ou G) de aspiração natural não fica tão distante em desempenho dos motores 1-L turbo, desde que se use o câmbio automático CVT na posição “S”. Direção precisa e comportamento em curvas são pontos altos. Já o porta-malas de 268 litros (padrão VDA) é quase 100 litros menor que o do descontinuado Fit e tem 251 litros a menos que o sedã. Tanque de 39,5 litros limita muito o alcance em estradas.

A “Coluna Fernando Calmon ” é de exclusiva responsabilidade do seu autor.

www.fernandocalmon.com.br

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo