Alta RodaColunasFernando CalmonNotícias
Tendência

Coluna Fernando Calmon | COMPASS E TORO: MOTOR TURBO 33% MAIS POTENTE

A Stellantis abriu duas frentes de atualizações, quase simultâneas, em produtos que já têm participação de mercado bem forte. Em menos de uma semana apresentou as revitalizações da picape Fiat Toro e do SUV Jeep Compass. Em comum estreiam o motor GSE turbo flex mais potente e de maior torque já produzido no Brasil: 4-cilindros, 1,33 litro, 185/180 cv (etanol/gasolina) e 27,5 kgfm. Esse motor, fabricado em Betim (MG) desde março último, permitiu que o índice de conteúdo local do Compass passasse de 60% para 64%. O importado de 2 litros foi descontinuado.

O Compass, lançado em setembro de 2016, ampliou o mercado de SUVs médios com preços bastante competitivos. Recebeu agora retoques externos e modificações no para-choque dianteiro da versão 4×2 para melhorar o ângulo de entrada (de 15,8 para 21,5 graus). O interior foi reformulado, incluindo quadro de instrumentos digital, tela multimídia de 10,1 pol. e 30 litros de porta-objetos que realmente faziam falta. Novidade muito bem-vinda: freio de estacionamento eletromecânico com atuação automática devido ao avanço lento com câmbio automático quando engrenado.

Carregador e conexão sem fio para celulares, entradas USB tipos A e C, sistema de frenagem automática capaz de detectar pedestres, bicicletas e motos e abertura/fechamento da tampa do porta-malas com movimento do pé estão entre as novidades. Aceleração de 0 a 100 km/h em 8,8 s, ou seja, 1,8 s mais rápida. Preços entre R$ 139.990 e 216.990.

Se já tinha estilo atraente, a picape Toro ficou melhor. Desde seu lançamento há cinco anos e 300.000 unidades produzidas foi a primeira mudança visual e na medida certa, sem exageros. Faróis LED agora estão em todas as versões, menos a de entrada que permanece com antigo motor aspirado de 1,75 litro. Renovação do interior inclui nova tela multimídia de 10,1 pol. nas versões mais caras com pareamento de até oito dispositivos, internet com chip dedicado a bordo, navegador TomTom nativo, serviços de concierge e até aviso de recall, como no Jeep Renegade.

A nova motorização muda bastante o comportamento da Toro, que sempre se ressentiu da falta de um motor flex adequado ao seu porte. Com até 46 cv e 8,2 kgfm adicionais (etanol) ganhou bastante em agilidade (0 a 100 km/h, 10,7 s). Capacidade de carga aumentou de 650 para 750 kg. O consumo Inmetro urbano com gasolina é ligeiramente melhor (2,1%), porém o motor mais fraco ganha em média 3,1% nos outros três ciclos em razão da metodologia. O tanque de combustível diminuiu de 60 litros para 55 litros com o novo motor, o que afeta o alcance.

As nove versões vão de R$ 114.590 a 187.490.

Bronco Sport estreia em 20 de maio

A Ford aposta nos SUVs e terá o Bronco Sport que vem do México isento do imposto de importação de 35%. A versão Wildtrack deve se posicionar em preço entre o Territory e o Edge. O novo modelo tem 2,67 m de distância entre eixos e 4,39 m de comprimento, mas sua altura de 1,81 m o faz parecer ainda maior. Terá unicamente tração 4×4 e câmbio automático de oito marchas. Na Argentina, onde já está à venda, potência informada do motor 2-litros turbo a gasolina é de 240 cv e torque de 38 kgfm.

A tampa do porta-malas permite abrir só o vidro traseiro de forma independente, o que facilita guardar e apanhar mochilas e pequenos volumes. Também há uma plataforma para gerenciar o volume de carga e até um abridor de garrafas. São sete modos de gerenciamento de tração, inclusive um específico para terreno pedregoso. Há nove airbags.

ALTA RODA

SEGUNDA geração do elétrico Renault Zoe, além da reestilização, recebeu bateria de 52 kWh com 25% a mais de alcance (até 385 km). Motor agora entrega 135 cv e 25 kgfm, o que permite acelerar de 0 a 100 km/g em ótimos 9,5 s. Altura de rodagem ganhou 2 cm. Freio de estacionamento eletromecânico é de série e o interior, inteiramente renovado. Em 30 minutos, um carregador rápido (50 kW CC) garante 150 km de alcance. Preços altos: R$ 204.990 a 219.990.

SISTEMA de conectividade Bluelink, da Huyndai, estreia nos HB 20 hatch e sedã. O chip dedicado da Vivo é de série nas versões mais caras e custa R$ 1.400 nas outras. Assinatura mensal é grátis por seis meses e depois R$ 29,90 por mês. O sistema não oferece Wi-Fi roteável a bordo para ter preço mais acessível, porém assistência 24 horas e prevenção a furto/roubo estão incluídas no Bluelink.

VERSÕES para sete passageiros têm evoluído na preferência dos compradores. Apesar de os minivans terem perdido muito espaço para os SUVs, na Chevrolet Spin a possibilidade de transportar mais dois passageiros representa agora 60% das vendas.

RESSALVA: versão SUV do Fiat Argo será a primeira com o motor GSE turbo flex, 1-litro, 3-cilindros. Na coluna da semana passada houve um equívoco: motor de aspiração natural continuará, como hoje, com 1,33 litro e quatro cilindros.

A “Coluna Fernando Calmon ” é de exclusiva responsabilidade do seu autor.

www.fernandocalmon.com.br

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo