CarrosNotícias

Chevrolet Omega deixa de ser vendido no Brasil

Fotos: Divulgação / Omega Fittipaldi 2011

Agora é pra valer, segundo informou a GM do Brasil já podemos nos despedir do Omega, pois agora ele deixa de ser vendido no país. A Chevrolet  retirou o modelo de seu site. O sedã de luxo na versão Fittipaldi já havia desaparecido do site da marca há algum tempo, embora seu preço ainda constasse na tabela da empresa por R$ 161 mil.

Omega 2003

O carro era importado da Austrália desde 1999 e as últimas unidades chegaram ao país em dezembro de 2010. Disponível para venda só existe o Omega seminovo. De acordo com o site Car And Diver sua reportagem ligou para algumas concessionárias e nenhuma tinha o Omega disponível para venda. Algumas lojas venderam os últimos carros com até 50% de desconto

Omega 2006

Lançado no Brasil em 1993, o Chevrolet Omega veio para substituir o Opala Diplomata. Foi um marco de modernidade para a indústria nacional, já que o carro tinha aerodinâmica avançada para a época, com rodas traseiras parcialmente cobertas, faróis de longo alcance de superfície complexa, rolamentos livres de manutenção, entre uma série de outros itens.

Omega 1998

Chegou nas versões GLS e CD. A primeira, com motor 2.0, de quatro cilindros (que chegou a ter versão a etanol, de 130 cv), e a outra, com um 3.0, de seis, feito na Alemanha, que rendia até 165 cv.

Sem dúvida nenhuma as linhas do Omega estão imortalizadas. Ainda hoje é difícil não “torcer o pescoço” quando vemos um desses rodando pelas ruas brasileiras. Resta saber se nenhum outro modelo poderá substituir tão bem o Omega.

Cronologia

1992 – Inicio de produção nas versões GLS 2.2 e CD 3.0 (julho)
1994 – Versão Diamond 3.0
1995 – Motores 2.2 de 126 cv e 4.1 de 168 cv
1998 – Término de produção no Brasil em 31 de Julho com 93.282 unidades produzidas
1999 – Inicio de importação da Austrália com motor 3.8 V6 de 200 cv
2001 – Reestilização, novos faróis com lente de policarbonato, grade única. Na traseira a lanterna passou a ser dividida em duas. Controle de tração e direção com assistência Variotronic
2003 – Reestilização
2005 – Reestilização, motor 3.6 V6 com 258 cv
2007 – Nova geração com maior distância entreeixos e motor V6 3.6 com 254 cv (agosto)
2010 – Edição Fittipaldi limitada a 600 unidades com motor Alloytec V6 3.6 de injeção direta e 292 cv (novembro)
2012 – Fim de importação (dezembro)

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo