AvaliaçõesFordTestes

CARRO DO LEITOR – Ford Focus Hatch SE 1.6 16V TiVCT PowerShift (Aut) 2014

Fotos: Marcus Lauria

Apesar da maioria das montadoras instaladas no Brasil emprestarem carros da frota de imprensa para testes, a Ford é uma das poucas que não nos passa os carros disponíveis aqui no Rio de Janeiro. No entanto, apesar do pedido de vários leitores do site e mesmo insistindo com a marca para nos enviar veículos para testes, não conseguimos nada. Já avaliamos alguns modelo da marca, como o New Fiesta sedan, Ecosport PowerShift e um New Fiesta hatch PowerShift. Porém, mesmo assim não demos sequência a outros modelos disponíveis recentemente em nosso Estado, como Fusion, Ranger e New Fiesta sedan.

Devido a essa carência, acabamos contando com a gentileza de um leitor do site, o Hugo Ayres Cardoso, que nos deixou dar uma voltinha rápida com seu New Focus hatch SE 1.6 PowerShift. Um ótimo começo, para um relacionamento mais próximo com nossos leitores. Que além de deixar dar uma volta com seus veículos, ganham fotos exclusivas do seus carros, as mesmas feitas em nossos testes e participa da avalição, vendo como funciona o processo todo.

Agora vamos ao que interessa e falar no novo Focus. A versão avaliada é a intermediária com motor menos potente. Visto por fora o hatch médio da Ford chama muita atenção. Dotado de linhas modernas e atraentes, o modelo avaliado tem personalidade própria, – mas ainda prefiro a geração anterior, que tinha um desenho mais harmonioso – as lanternas traseiras, por exemplo, deixaram de ser verticais, e agora passam a ser horizontais e terminam invadindo a lateral. De frente, os faróis são mais discretos e finos, com destaque para o para-choque com desenho agressivo e enormes entradas de ar. A lateral exibe rodas de 16 polegadas e a linha da cintura alta como a maioria dos modelos desse segmento.

Por dentro, o espaço interno é grande, tanto para o motorista quanto para os passageiros. Porém, o porta-malas ficou menor e pode dificultar uma viagem com muitas pessoas a bordo. O painel imponente peca pelo fato de ter um largo console central e o formato das alças internas dos painéis de porta que limitam bastante o espaço para as pernas, dificulta alguns movimentos dentro do carro, para quem vai na frente. O banco do motorista tem um curso curto, o que deixa as pessoas mais altas com problemas na hora de achar uma boa posição de dirigir. Tive que chegar o banco todo para trás, e mesmo assim não achei um excelente posição de dirigir. O ar-condicionado gela bem o interior do carro, mas desarma muito automaticamente.

Facilidades para achar a posição certa de dirigir não faltam, a coluna de direção tem regulagem em altura e distância, o que compensa a falha na regulagem do banco. Dirigindo o Focus, a sensação é de segurança e equilíbrio, tanto nas retas como nas curvas. Fiz um pequeno trajeto de aproximadamente 40 Km, com muito engarrafamento e com direito a um trecho pequeno de serra (Alto da Boa Vista) e pude avaliar alguns aspectos do carro que são os que mais chamam a atenção desse hatch médio da marca do oval azul.

Nas retas o carro se comporta muito bem, não desvia a trajetória mesmo com as ruas esburacadas e o conforto interno é garantido pela excelente suspensão. Nas curvas, onde o carro foi mais exigido, a sensação é de estar andando sobre trilos, o hatch aguenta o tranco sem pestanejar, deixando o motorista bem à vontade para abusar da sorte em certos momentos. A bordo, o silêncio impera, não se escuta quase nada do lado de fora.

Fazem parte do pacote de série da versão avaliada: Airbag duplo frontal, freios ABS com EBD e EBL (acendimento automático das luzes de emergência após frenagem brusca), ar-condicionado, volante multifuncional, SYNC Media System: rádio AM/FM, CD player MP3, USB/iPod, Bluetooth, tela de LCD multifuncional no painel central de 3,5”, 4 alto-falantes, 2 tweeters e comandos de voz com funções de áudio e telefone; rodas de 16”, direção elétrica, trio elétrico, alarme, computador de bordo, Isofix, ajustes de altura do banco do motorista e de altura e profundidade do volante; banco traseiro bipartido; saídas de ar para o banco traseiro; faróis com temporizador (Follow me Home); lanterna de neblina traseira, entre outros.

Existe ainda sensor de pressão dos pneus, controles de estabilidade e tração e assistente de partida em rampa (HLA)., além de ajuste lombar do banco do motorista; descansa braço integrado ao console central; bancos revestidos parcialmente em couro; bolso porta-revistas atrás do banco dianteiro; controle da intensidade da luz do painel; luz de cortesia dianteira e traseira; vidros elétricos com sistema de abertura e fechamento com um toque para cima e para baixo; volante revestido em couro; 4 airbags (frontais e laterais); abertura e fechamento global das portas e vidros; farol de neblina dianteiro; faróis com ajuste de altura manual; sensor de estacionamento traseiro; piloto automático; tela de LCD multifuncional com 4,2”; freio a disco traseiro, entre outros. Adiciona sensor de pressão dos pneus, controles de estabilidade e tração e assistente de partida em rampa (HLA). Vamos aos preços, o modelo avaliado parte de R$ 71.590, adicionando mais R$ 1.285 a cor metálica, sai a R$ R$ 72.875.

Sob o capô está o motor 1.6 16V Sigma Ti-VCT, o mesmo do New Fiesta, só que mais potente. O propulsor rende exatos 131 cv de potência e 15,9 mkgf de torque com gasolina e 135 cv e 16,4 mkgf com etanol. No modelo avaliado, ele trabalha em conjunto com um câmbio automatizada Powershift de dupla embreagem e seis velocidades (existe ainda a opção do câmbio manual de cinco marchas), o uso manual sequencial pode ser feito através de tecla acoplada no pomo da alavanca, talvez o pior local para ser instalado o mecanismo, mesma fórmula usada pela Chevrolet, em seu câmbio automático.

O conjunto mecânico deixou a desejar em certos pontos, o motor rende bem e tem um ciclo linear, porém, o câmbio atrapalha o bom desempenho do carro, por causa as trocas constantes. No quadro de instrumentos tem display informando o modo e a marcha selecionada. No curto trajeto feito com o novo Focus, senti muitos trancos e barulhos vindo das trocas de marchas. O motor podia ter um pouco mais de torque, para suportar o peso maior do carro, ao contrário do que acontece com o New Fiesta. Na posição “S” o ganho em performance e dirigibilidade são evidentes. A resposta em kick down é aceitável.

Confira algumas perguntas feitas ao proprietário do Focus:

Com que frequência você usa o carro ?

R: Diariamente, tanto na cidade quanto na estrada.

O que você está achando do carro e a quanto tempo está com ele?

R: Estou gostando do carro e estou com ele há um mês.

Quais as maiores qualidades dele até o momento?

R: Suas qualidades em que posso relatar até o momento e o que fui motivado a comprar o carro, seriam: O seu design externo e interno; Acabamento interno com diversidade de materiais tais como couro e painel soft touch; A suspensão bem acertada;  A ausência de barulho interno; Espaço no porta-malas e o espaço interno

 

Quais os piores defeitos dele?

R: Alguns defeitos encontrados até o momento:

  • O consumo estou considerando alto na gasolina. O computador de bordo está marcando 7km/l na cidade e 8km/l na estrada utilizando gasolina comum. E quando coloco Álcool, fica praticamente o mesmo.
  • Com o carro parado aos 2000rpm, ele vibra muito, parece que há uma falta de balanceamento no virabrequim
  • O Cambio automático no trânsito parece que se perde e fica trocando muito de marcha chegando a “embolar o carro”, acredito que isso seja o motivo do alto consumo
  • E o carro veio com uns problemas de montagem e acabamento final, tais como:
  • O para-choque veio deslocado para a esquerda
  • Percebi que o assento do banco traseiro da parte 2/3 estava solto, e quando fui ver, uma trava não foi instalada e a outra está tão desalinhada que o assento não fica preso corretamente
  • As travas da guarnição inferior de plastico do porta-malas não estavam presas. Eu apenas as pressionei e prenderam corretamente
  • O carpete do porta-malas que fica preso a borracha de vedação parece que faltou material para finalizar o acabamento no lado direito.
  • E a saída de ar interna esquerda parece que está mal encaixada e não está bloqueando a saída de ar quando deslisa para baixo.

Fez alguma alteração no carro, se sim, quais?

R: Coloquei o filtro de ar de admissão da K&N que encaixa no lugar do original e a Central multimídia da Caska modelo C309-BR.

O que mudaria no carro para deixar melhor?

R: Queria de alguma forma melhorar o consumo do carro.

Pretende continuar com modelos Ford ou vai mudar de marca quando trocar o Focus?

R: Sim, se a Ford mantiver os itens que me fizeram comprá-lo.E Apesar desses problemas descritos anteriormente, gostei muito do conjunto.

CONTINUA NA PÁGINA 2

1 2Próxima página
Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

2 Comentários

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo