CarrosNotícias

Brasil terá sua primeira fábrica de veículos elétricos

Foto: Divulgação

A empresa de montagem de motos Abat Motor vai começar as suas operações na cidade de Mogi Mirim, no interior de São Paulo, dentro de três meses. O anúncio oficial foi feito no domingo (24), pelo prefeito da cidade, Gustavo Stupp (PDT), e ele contou com a presença de representantes da montadora.

O seu investimento inicial é de R$ 2 milhões de reais e a meta é gerar pelo menos cinco empregos diretos no primeiro momento. A implantação da Abat no Brasil estava sendo discutida há cerca de oito meses e essa é a primeira unidade da empresa no país.

Ela será responsável pela produção de veículos para toda a América Latina.  A nova fábrica será instalada em um espaço empresarial de 7 mil metros quadrados, localizado na Rua Laura Albani de Barros, no bairro da Saúde. A construção dessa nova fábrica não contou com nenhum incentivo financeiro por parte do governo municipal, apesar de o prefeito ter apresentado esse projeto.

Stupp declarou que foram dois meses de conversa até tudo ser concretizado, e tudo isso sem investir nenhum real do dinheiro público. Segundo o presidente da Abat Motors, Ivan Botelho Junior, a cidade de Mogi Mirim foi escolhida por sua logística privilegiada, o apoio da prefeitura para abri as portas da cidade e a sua proximidade com a SP-340 e com o Porto de Santos.

A empresa, que é mantida por um consórcio italiano, espanhol e brasileiro vai produzir três modelos de veículos elétricos e planeja a implantação de sua produção de carros elétricos em médio prazo. Além do barracão que abriga a montagem dos veículos, um showroom da Abat deverá ser instalado na praça Floriano Peixoto, para a comercialização de motos.

O prefeito Stupp informou que há o desejo de se instalarem empresas de médio porte, porque, segundo ele, não trazem impactos em relação as redes de água, esgoto e fornecimento de energia elétrica. Ele completou dizendo que irá solicitar a Câmara de Vereadores da cidade a reformulação das leis de incentivo fiscal que já existem, com o objetivo de atrair novas empresas para a região.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo