MotosNotícias

BMW Motorrad lança S 1000 R e R Nine T

Fotos: Divulgação

Com o mercado nacional ficando cada vez mais atraente, tanto para montadoras quanto para motociclistas, a marca alemã ataca com a S 1000 R, uma naked voltada a quem busca esportividade no limite, com um design agressivo e moderno, em uma moto dotada motor quatro cilindros com 999 cc, gerando 160 cv de potência, além de trazer muita tecnologia embarcada. Uma máquina na medida pra quem quer alta performance e segurança nas pistas e estradas.

E também a R NineT, uma moto com visual clássico, que foi criada para comemorar os 90 anos da marca. Dotada de motor bicilíndrico boxer de 1.170 cc, gerando 110 cv de potência. Um projeto voltado aos apaixonados pelas estradas, realçando o prazer na pilotagem.

S 1000 R: das pistas para o dia a dia

Com visual assimétrico e mecânica de superesportiva, a S 1000 R traz o melhor das motos de pista com a conveniência e o design das motocicletas urbanas. As carenagens trazem desenho esportivo, mas com um porte mais esguio do que o dos modelos superesportivos, o que facilita a locomoção pelos centros urbanos. O assento em dois níveis também é próprio dos modelos de alto desempenho e ajuda o piloto a „vestir“ a motocicleta, além de proporcionar um ar mais arisco à roadster. Outra característica da categoria, o belo motor de 999 cc fica exposto.

A posição de pilotagem é esportiva, mas em ângulo mais ereto que nos modelos carenados, tornando a utilização no dia a dia ainda mais confortável. A altura do banco é de 814 mm e proporciona maior firmeza para o motociclista, que pode apoiar com facilidade o pé no chão.

O projeto do conjunto mecânico para a nova roadster exigiu dos engenheiros um acerto que fosse versátil, de modo a conciliar o uso em pista com a pilotagem diária. Para isso, o torque em baixas e médias rotações foi privilegiado. A potência máxima de 160 hp é alcançada a 11.000 rpm, enquanto que  o diferencial é que, a 9250 rpm, o motor já consegue entregar 112 N.m de força. Para chegar a este resultado, foi feito um retrabalho de cabeçote e geometria do comando de válvulas, além de programação diferenciada da injeção eletrônica de combustível.

A transmissão de seis marchas garante uma relação que une a esportividade ao conforto e à eficiência no consumo de combustível, com as duas últimas engrenagens com relações mais longas para privilegiar a utilização em viagens mais longas e velocidades constantes. A relação final é por corrente.

Para adaptação em diferentes condições de pilotagem, a S 1000 R chega com quatro diferentes modos de condução – Rain, Road, Dynamic e Dynamic Pro – além dos sistemas de de controle de tração, ASC (Automatic Stability Control) e Dynamic Traction Control (DTC), que proporcionam mudanças na aceleração, curva de torque e programação dos sistemas de controle de tração e estabilidade para dar mais segurança em terrenos difíceis ou proporcionar uma pilotagem ainda mais direta e esportiva, de acordo com a escolha do piloto. A suspensão é em garfo telescópico invertido, de 46 mm, na dianteira, com configurações de compressão e retorno ajustáveis automaticamente de forma eletrônica através do sistema DDC (Dynamic Damping Control). Na traseira, o modelo utiliza balança de alumínio, com opção de ajuste do amortecimento e retorno da mesma forma que no conjunto dianteiro.

R Nine T: passado e futuro se encontram

Na R Nine T, o visual casual e moderno se mistura à alta tecnologia e à engenharia mecânica em nome da melhor performance e experiência de pilotagem. Criada para comemorar os 90 anos da BMW Motorrad, a motocicleta tem design inspirado no passado – mais precisamente, no primeiro modelo criado pela BMW Motorrad, a R 32. Dela vieram o farol redondo e o visual que realça o motor boxer aparente. A construção premium característica dos produtos BMW Motorrad está em evidência nos pequenos detalhes de acabamento, que resultam em um conjunto elegante e sofisticado.

O guidão deixa a posição de pilotagem relaxada, perfeito para quem quer pegar a estrada com todo o estilo e conforto por horas, sem se cansar. Além disso, a configuração também transmite agilidade para o trânsito das grandes cidades. O banco do piloto tem construção para privilegiar o conforto do piloto. Para um visual ainda mais diferenciado, o assento do garupa pode ser retirado, dando lugar a um complemento da carenagem, tornando a R Nine T um monoposto ao estilo das lendárias „Café Racer“. Este modelo foi concebido para proporcionar a customização, com possibilidades de substituição de peças, contando com uma gama de acessórios originais para personalizar ainda mais o produto com as características desejadas pelo condutor.

Assim como a R 32, de 1923, a R Nine T conta com motor boxer. Este, compartilhado com o ícone da marca, BMW R 1200 R, tem 1.170 cc e gera 110 hp de potência a 7.550 rpm. O torque máximo é de 119 Nm a 6.000 rpm. Com este conjunto, a velocidade máxima alcança a marca superior aos 200km/h. A transmissão é de seis velocidades, com relação final por eixo cardã.

A suspensão na dianteira conta com garfo telescópico invertido, com 46 mm de diâmetro e, na traseira, o conjunto é monoamortecido, com braço em aluminio e sistema Paralever BMW Motorrad. Há, ainda, amortecedor central com pré-carga da mola e amortecimento com opção de ajuste manual, para que o motociclista defina o melhor configuração, de acordo com seu porte e estilo de condução.

Disponível nas cores vermelho racing, branco light e azul escuro metálico frozen, a S 1000 R está na rede de concessionárias BMW Motorrad por R$ 67.900,00. Já a R NineT chega exclusivamente na cor preta e tem preço sugerido a partir de R$ 61.500,00. Ambos os modelos contam com uma linha completa de acessórios.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo