AvaliaçõesTestesVW

Avaliação – Volkswagen Gol 1.0 MPI Trendline Flex 2p 2017

IMG_5410

Fotos: Marcus Lauria

O facelift fez bem para o Gol. Tanto sua dianteira quanto o painel trazem inspiração no Golf, hatch mais requintado da marca, enquanto a traseira remete às origens, lembrando um pouco o Gol BX. Sua mecânica continuaria basicamente a mesma, sem ateração nas suspensões, freios e afins, mas o grande salto mecânico do Gol está debaixo do capô das versões mais simples, que é o excelente 1.0 12V de 3 cilindros que estreou no Fox e depois fez a fama do up.

IMG_5543

E de todos os Gol 1.0 disponíveis, a versão Trendline é a mais simples que pode ser comprada, especialmente quando a opção pela carroceria de duas portas é feita. Fato é que as duas portas deixam o desenho do Gol bem harmônico, atraindo bons feedbacks desde o seu lançamento. Pena que a VW não se interessa em reviver um Gol GTI, com motor forte (nem precisa ir tão longe, basta o 1.6 16V MSI com alguma pimenta de fábrica), dinâmica afiada e essa carroceria duas portas.

IMG_5261

Mas voltando à realidade, essa versão Trendline 2 portas atende mais a frotistas do que a apaixonados pelo visual do carro. Sua simplicidade está presente por todos os lados, desde as calotas que revestem as rodas de ferro até a troca dos limpadores flat-blade da versão Comfortline pelos limpadores convencionais vistos no carro testado. A vantagem de tanta simplicidade é a redução de peso, são apenas 901 kg de acordo com a ficha técnica, e esse baixo peso deixa o Gol bem interessante.

IMG_5270

Em nosso teste de aceleração (confira no vídeo), o Gol acelerou de 0-100 km/h em 12,1 segundos. É tempo para colocar no bolso alguns modelos com motor 1.4 e afins, uma ótima marca para o 1.0 12V que rende 75/82 cv @ 6.250 rpm (Gasolina/Etanol) de potência e 9,7/10,4 kgfm @ 3.000 rpm de torque. E o motor gera bom desempenho com baixo consumo, que infelizmente não foi aferido com precisão pela falta de computador de bordo da versão Trendline, mas observamos uma média de 11 km/l de Etanol em um circuito combinado de cidade e estrada com ar ligado.

IMG_5678

A vida a bordo do Gol é igualmente simples, e ele traz apenas direção hidráulica, vidros e travas elétricas como itens de série. Ar-condicionado é um opcional de R$ 2.890, e os outros dois opcionais disponíveis são o sistema de som, que pode ser convencional (2 din com USB, SD, etc) ou a central multimídia “composition touch” de R$ 1.849 que equipava o carro testado. Com os opcionais, o preço pula de R$ 35.571 para R$ 40.310, um preço alto para a simplicidade.

IMG_5648

Encontrar a posição de dirigir é fácil, pois o banco do motorista possui regulagem em altura, embora a coluna de direção não possua qualquer regulagem. E a visibilidade agrada, mas deveria haver sensor de estacionamento na traseira pelo menos como opcional, pois é um item de segurança em manobras. A ergonomia para motoristas mais altos é prejudicada pelo cinto de segurança, que incomoda bastante a região do ombro e pescoço pelo fato da ancoragem ficar bem distante do banco. E quanto ao espaço interno, há lugar razoável para 5 passageiros, e o acesso ao banco traseiro é um pouco complicado, pois apesar dos bancos dianteiros possuirem um bom rebatimento, não correm à frente sobre os trilhos. No porta-malas cabem 285 litros.

IMG_5381

Dirigir o Gol é tarefa simples. O motor tem bom rendimento e o câmbio MQ200 orquestra a força do propulsor de forma correta. Seus freios são confiáveis e os pneus de perfil alto ajudam no conforto de rodagem em asfalto crocante, sem tanto prejuízo de dinâmica nas curvas, mérito do bom ajuste de suspensão feito pela VW. Seu isolamento acústico é apenas razoável, e está na média da concorrência. Na prática, o Gol é um bom companheiro, tanto quanto suas versões mais completas.

IMG_5340

No geral, estamos diante de um carro que preza pela racionalidade e, como informamos anteriormente, tem uma atratividade maior para frotistas do que para clientes comuns, que na busca por mais equipamentos de conforto e tecnologia tendem a partir para a versão Comfortline do Gol. Mas para quem busca um carro simples e não gosta da falta de espaço do up (ou não gosta da concorrência), tem no Gol Trendline uma boa opção de compra.

CONFIRA NOSSO VÍDEO:

CONTINUA NA PÁGINA 2

1 2Próxima página
Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo