AvaliaçõesNotíciasRenaultTestes
Tendência

Avaliação – Renault Kwid 1.0 Outsider 2020

Lançado como herói do “episódio final” do clássico desenho animado dos anos 80, novo topo de linha do compacto traz bom nível de equipamentos

Fonte: http://autosgiros.com.br – Fotos: Guilherme Rockett

O herói que faltava para ajudar Hank, Eric, Diana, Sheila, Presto e Bob a sair da Caverna do Dragão. O clássico desenho animado dos anos 1980 foi o gancho escolhido pela Renault para lançar a nova versão topo de linha do seu modelo de entrada Kwid. A campanha é recheada de nostalgia, assim como o modelo vem repleto de itens exclusivos que ressaltam a sua versatilidade.

O Kwid se destaca no mercado como uma das opções mais completas e de melhor custo-benefício no seu segmento, com diferenciais como os ângulos de entrada e saída, o amplo espaço interno e a eficiência no consumo de combustível. “Ele mantém todas as características das demais versões, acrescentando alguns diferenciais que lhe dão um visual fora de estrada e ainda mais esportivo”, destaca José Veleda, consultor comercial da concessionária DRSul Renault de Porto Alegre.

Os diferenciais do Renault Kwid Outsider em relação às demais versões começam no visual “off-road”, que inclui aerofólios dianteiro e traseiro, calotas especiais na cor preta, frisos laterais e farol de neblina. Com 2.423 mm de entre-eixos, “SUV dos compactos” ganhou este apelido por características como os ângulos de entrada (24°) e de saída (40°) e a altura do solo (18 cm). “Esses detalhes garantem que ele não vai raspar em cordões de calçada, ou na entrada de garagem, por exemplo. E na altura ele ganha até mesmo do Sandero, que tem 14cm”, explica Veleda.

O interior da versão esportiva do compacto traz detalhes em laranja – cor de lançamento do modelo, em 2017 – nas portas, volante, manopla do câmbio e nos bancos, que têm revestimento especial e trazem, nos dianteiros, o nome “Outsider”. Ele traz também o Media Evolution, central multimídia da Renault, única do segmento com tecnologia Android Auto e Apple Carplay, compatível com Spotify, Waze e Google Maps (Android Auto), além de reproduzir áudios de Whatsapp na tela de sete polegadas touchscreen capacitiva com câmera de ré.

O Renault Kwid Outsider também traz de série direção elétrica, ar condicionado, vidros elétricos dianteiros, trava nas quatro portas, espelho retrovisor elétrico, computador de bordo e quatro air-bags, sendo dois laterais e dois frontais (presentes em todas as versões). Além disso, ele traz freios ABS com EBD, duas fixações Isofix para cadeirinhas infantis e alertas visual e sonoro, além do pré-tensionador dos cintos de segurança dianteiros.

O Renault Kwid Outsider mantém o motor  1.0 SCe de três cilindros de 70 cavalos de potência e 12 válvulas das demais versões. A média de consumo, com gasolina, fica em 14,4 km/l na cidade e 14,4 km/l na estrada, segundo o Inmetro. Ele vem acompanhado pela transmissão manual de cinco marchas SG1 da marca francesa.

Apesar de o slogan de lançamento, “o SUV dos compactos” ter gerado alguma confusão, o Renault Kwid é muito bom no que se propõe a ser: uma opção simples, mas com tecnologia embarcada e bons espaço interno e custo-benefício. Prova disso é que o modelo fechou o primeiro semestre de 2019 na quinta posição geral entre os mais vendidos do Brasil, onde se mantém desde que foi lançado.

A aposta no custo-benefício foi muito bem planejada pela Renault. O carro não oferece nada “espetacular” e, na verdade, nem pretende ser um utilitário esportivo. Contudo, traz características de SUV, e é muito bem equipado para o segmento, com itens diferenciados como câmera de ré, sistema multimídia com emparelhamento de celular e quatro air-bags.

No quesito tecnologia, o Outsider (baseado na até então versão top Intense) traz, além do sistema multimídia moderno, o sistema Drive Eco, que analisa a forma de condução do motorista, avaliando consumo, troca de marchas e uso de acelerador e freio. Ele traz também alerta para troca de marchas no painel. Ao parar o carro é possível ver a avaliação e ler dicas sobre como melhorar a forma de dirigir para aumentar a eficiência no consumo.

Apesar de pequeno, o Renault Kwid tem uma boa distância entre-eixos (2.423 mm) e, ao mesmo tempo, ângulos de entrada (24°) e de saída (40°) bem interessantes para dar mais segurança e conforto. Outro destaque é a altura do solo – 18 cm – que melhora a dirigibilidade, já que não se fica “preso ao chão” como geralmente acontece no segmento. “Esses detalhes possibilitam um ótimo aproveitamento do espaço interno, tanto para motorista e passageiros, quanto para o porta-malas de 290 litros”, frisa Veleda.

Com preço de R$ 43.990, o Renault Kwid Outsider pode ser uma boa opção para quem busca um carro urbano, versátil, com bom nível de equipamentos e consumo e um visual diferenciado, capaz de proezas únicas, como salvar os heróis da Caverna do Dragão.

*O Autos Giros deu uma volta com a nova versão do compacto com o apoio da concessionária DRSul Renault Porto Alegre Zona Sul.

*FICHA TÉCNICA:

Mecânica

Motorização 1.0

Combustível             Álcool            Gasolina

Potência (cv)            70       66

Torque (kgf.m)         10       9,6

Velocidade Máxima (km/h)           156     152

Tempo 0-100 (s)      14,7    N/D

Consumo cidade (km/l)      10,3    14,9

Consumo estrada (km/l)    10,8    15,6

Câmbio          manual de 5 marchas

Tração           dianteira

Direção          elétrica

Suspensão dianteira          Suspensão tipo McPherson, roda tipo independente e molas helicoidal.

Suspensão traseira            Suspensão tipo eixo de torção, roda tipo semi-independente e molas helicoidal.

Dimensões

Altura (mm)   1.474

Largura (mm)           1.579

Comprimento (mm)             3.680

Peso (Kg)      786

Tanque (L)    38

Entre-eixos (mm)     2.423

Porta-Malas (L)        290

Ocupantes    5

*Dados do fabricante

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo