Avaliações de motosMotosNotícias

Avaliação – Kawasaki Ninja 650R 2013

Fotos: Eduardo Azeredo

O teste da Kawasaki Ninja 650R 2013 foi o mais longo que fiz até o momento. Ao todo, desde o momento em que a peguei, na concessionária K-Dealer, em São Paulo, até a porta da concessionária KZ, Rio de Janeiro, onde foi devolvida, somando a rodagem durante a semana totalizei 1.425km. Quilometragem muito bem aproveitada nos mais diversos ambientes, pegando desde estrada até trânsito muito pesado.

De cara já digo que a moto me surpreendeu bastante por sua versatilidade. Na estrada seu comportamento fica dentro do que se espera de um motor 2 cilindros de 650cc, com 72,1cv. Enche muito rápido, gerando um torque muito bom e respostas excelentes, firmes e gradativas. Na aceleração de zero a 170km/h, o resultado é impressionante, pois chega à marca com muita tranquilidade, mas a partir daí em diante, até seu limite em cerca de 207km/h, é preciso ter um pouco paciência. Na cidade, mesmo em trânsito muito pesado, tive extremo conforto e facilidade para aproveitar as possibilidades e fugir dos engarrafamentos.

Nesses quase 1500km foram feitos 8 abastecimentos e, como as circunstâncias foram bastante variadas, pegando de estrada livre a engarrafamento pesado, tive medidas entre 14,98km/h e 19,94km/h. Fazendo uma média geral, o consumo dela fica em torno dos 18km/h, que é uma marca excelente, tendo em vista sua performance, porte e arrojo.

Outro fator que me chamou bastante atenção é, sem trocadilhos, como ela chama atenção na rua. A motoca atrai muitos olhares. Seu design em linhas bem arrojadas, transbordando esportividade e tecnologia, chama demasiadamente a atenção de quem a vê. A que testei, já em modelo 2013, tem a tradicional cor verde (Candy Lime Green), o que favorece ainda mais sua beleza.

Como pontos negativos, que felizmente são poucos, menciono apenas alguns deslizes no que diz respeito ao acabamento, pois alguns encaixes de carenagem estavam com pequenas folgas, com aspecto de desencaixadas, que acabam, para quem é detalhista como eu, gerando algum desconforto visual. E também cito o excesso de vibração nas pedaleiras do carona, especialmente na esquerda.

Para pessoas com estatura “normal”, até 1,80m, a posição de pilotagem é muito boa, mas para mim, com 1,95m, em alguns momentos, em trajetos mais longos, as pernas sofreram um pouquinho, mas nada que uma levantada e um alongamento não resolvessem. A Ninja 650R proporciona bom conforto ao carona, pois, apesar de compacta, oferece espaço e angulação adequados para as pernas.

O modelo testado é dotado de freios ABS, o que gera uma enorme tranquilidade nas frenagens. Fiz testes em dezenas de situações diferentes, exigindo bastante do equipamento, e em momento algum ele deixou na mão. Nas curvas, tanto em alta ou em baixa velocidade, a máquina se comportou muito bem, passando grande segurança e permitindo usar o máximo de seu desempenho.

Quem quiser garantir a sua, terá que desembolsar R$27.990,00 pela versão sem freios ABS e R$29.990,00 pela versão com freios ABS, valores com frete não incluso, um excelente custo-benefício tendo em vista a bela máquina que será adquirida. E o feliz proprietário poderá escolher entre as cores Candy Lime Green, o tradicional verde da Kawasaki, e Metallic Spark Black, a preta. Agora é só curtir a máquina.

*FICHA TÉCNICA:

Motor: 4 tempos, 2 cilindros paralelos, refrigeração líquida

Cilindrada: 649 cc

Diâmetro x curso: 83,0 x 60,0 mm

Taxa de compressão: 11,3:1

Sistema de válvulas: DOHC, 8 válvulas

Potência máxima: 53 kW (72,1 CV) / 8.500 rpm

Torque máximo: 66 N•m (6,7 kgf•m) / 7.000 rpm

Sistema de combustível: Injeção eletrônica

Sistema de ignição: Bateria e bobina (ignição transistorizada)

Sistema de partida: Elétrica

Sistema de lubrificação: Lubrificação forçada (cárter úmido)

Transmissão: 6 velocidades

Sistema de acionamento: Corrente de transmissão

Relação de redução primária: 2,095 (88/42)

Relação da 1ª marcha: 2,438 (39/16)

Relação da 2ª marcha: 1,714 (36/21)

Relação da 3ª marcha: 1,333 (32/24)

Relação da 4ª marcha: 1,111 (30/27)

Relação da 5ª marcha: 0,966 (28/29)

Relação da 6ª marcha: 0,852 (23/27)

Relação de redução final: 3,067 (46/15)

Sistema de embreagem: Multidisco, em banho de óleo

Tipo de quadro: Diamond em aço de alta elasticidade

Inclinação / Trail: 25° / 106 mm

Suspensão dianteira: Garfo telescópico de 41 mm

Suspensão traseira: Monoamortecedor com pré-carga da mola ajustável

Curso da suspensão dianteira: 120 mm

Curso da suspensão traseira: 125 mm

Pneu dianteiro: 120/70ZR17M/C (58W)

Pneu traseiro: 160/60ZR17M/C (69W)

Freio dianteiro: Disco duplo de 300 mm em forma de pétala, pinça com pistão duplo

Freio traseiro: Disco simples de 220 mm em forma de pétala, pinça com pistão simples

Ângulo de direção (esq. / dir.): 35° / 35°

Dimensões C x L x A: 2.100 mm x 760 mm x 1.200 mm

Distância entre eixos: 1.410 mm

Distância do solo: 145 mm

Altura do assento: 790 mm

Capacidade do tanque: 15,5 litros

Peso em ordem de marcha: 204 kg/ 208 Kg (C/ ABS)

*Dados do fabricante

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Um Comentário

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo