Avaliações de motosMotosNotícias

Avaliação – Harley-Davidson XR1200X

Fotos: Eduardo Azeredo

Pilotar essa moto me trouxe uma sensação muito especial. A Harley-Davidson XR1200X faz o piloto se sentir em uma daquelas motocicletas de corrida da década de 60, com um seu design bastante arrojado, motor todo preto com detalhes cromados, e sua potência que pode ser diretamente sentida, por seu ronco forte e vibração do motor.

Esta é definitivamente uma moto bem diferenciada. A começar por seu estilo, pois ela foge totalmente ao tradicional custom de suas “irmã” de marca. A posição de pilotagem é ótima. Até mesmo para mim, que sou bem alto, com 1,95m, tudo se encaixou perfeitamente, pois tive extremo conforto para braços e pernas. Para o carona o banco é pequeno, mas a posição é confortável e segura.

Uma fera que requer perícia do piloto para domá-la, por ter muito motor em uma estrutura não muito adequada à alta performance, especialmente em curvas. O motor que a impulsiona, um Evolution 1202cc, refrigerado a ar, com 2 cilíndros em V, gerando cerca de 90 cv, enche com uma facilidade incrível, tornando o ganho de velocidade algo simples e rápido. Me transmitiu a sensação de estar em uma moto dragster, com excelente performance, muito torque, rendendo muito em curto intervalo de tempo.

Para parar todo esse desempenho, a máquina vem equipada com um belo sistema de freios, de disco duplo na dianteira e disco simples na traseira, que cumprem muito bem o seu trabalho. Fiz questão de usar e abusar do equipamento em condições gradativas e bruscas, tendo boas respostas em todos os casos.

Todo o seu sistema de suspensão é regulável, permitindo o melhor ajuste de compressão, de acordo com as preferências do piloto e necessidades do ambiente onde estiver sendo utilizada.

Um fator que me incomodou um pouco pilotando essa moto é o calor gerado pelo motor, que é clara e diretamente sentido nas pernas. Pilotá-la na cidade, no trânsito, se torna certo transtorno, mas na estrada, com o vento batendo, e a refrigerando, é uma delícia.

Em curvas o piloto deve ter muita atenção, pois como é uma moto de alta performance, a tendência natural é querer curvar como as tradicionais esportivas, mas é aí que mora o perigo. Devido a sua estrutura, a tolerância de inclinação da XR1200X é baixa, o peso é alto, e a probabilidade de, se exagerar, perder o controle, é grande. Ela exige um pouco de esforço nas curvas, necessitando de que o motociclista use do contra-esterço com um pouco mais de intensidade, para firmar melhor o desenho das curvas e mantê-la estável.

Apesar de sua grande motorização, trata-se de uma moto relativamente econômica, fazendo cerca de 19,5km/l na estrada e 14km/l na cidade. Com seu tanque de 13.3 litros, de design inspirado na clássica XR 750, o condutor tem boa autonomia para trajetos mais longos.

Para ter essa bela motocicleta em sua garagem, o motociclista deverá desembolsar o valor de R$34.600,00, sugerido pela H-D, e poderá escolher entre as cores Black Denim (preta fosca) e White Hot Denim (branca fosca). Já vem equipada com sistema de bloqueio automático hands-free, por afastamento, que desativa e ativa as funções de segurança da moto.

Em um contexto geral, é uma moto para amantes do motociclismo esportivo clássico. Uma máquina belíssima, repleta de tecnologia, segura, veloz, que encanta quem a vê, quem ouve seu delicioso ronco e quem a pilota. Curtir uma estrada a bordo da XR1200X é garantia de uma sensação única e inesquecível.

*FICHA TÉCNICA:

DIMENSÕES
Comprimento: 2.225 mm
Altura do Assento, Carregada 1742 mm
Altura do Assento, Descarregada795 mm
Distância do Solo: 150 mm
Ângulo da Coluna de Direção (Graus): 28.9
Trail: 132 mm
Distância entre Eixos: 1.515 mm
Pneu Dianteiro (Especificação): 120/70ZR18 59W
Pneu Traseiro (Especificação): 180/55ZR17 73W
Capacidade de Combustível: 13,3 l
Capacidade de Óleo (com filtro): 2,6 l
Peso Seco: 250 kg
Peso em Ordem de Marcha: 260 kg

MOTORIZAÇÃO
Motor 2 Evolution®, Refrigerado a ar
Diâmetro do Pistão: 88,9 mm
Curso do Pistão: 96,8 mm
Cilindrada: 1.202 cm³
Relação de Compressão: 10.0:1
Sistema de Alimentação de Combustível: Injeção Eletrônica de Combustível por Porta Sequencial (ESPFI)

TRANSMISSÃO
Transmissão Primária: Corrente, relação 57/34
Relação de Transmissão – 1a marcha: 10.782
Relação de Transmissão – 2a marcha: 7.702
Relação de Transmissão – 3a marcha: 5.728
Relação de Transmissão – 4a marcha: 4.748
Relação de Transmissão – 5a marcha: 4.071
Relação de Transmissão – 6a marcha: N/A

CHASSI
Escapamento: Preto, reto e inclinado para cima. Sistema de de alta performance com silenciadores duplos
Roda Dianteira (Estilo): Preta, 3 raios de liga de alumínio com contorno laranja
Roda Traseira (Estilo): Preta, 3 raios de liga de alumínio com contorno laranja
Freios (Tipo de Cáliper): Disco duplo com 4 pistões na dianteria, pistão simples e disco simples na traseira

PERFORMANCE
Torque do Motor – Método de Teste: EEC/95/1
Torque do Motor: 310,2 kgf.m
Torque do Motor (rpm): 3700
Ângulo de Inclinação, Dir. (Graus): 39
Ângulo de Inclinação, Esq. (Graus): 40

ELÉTRICA
Luzes Indicadoras: Farol alto, ponto neutro, baixa pressão de óleo, luzes indicadoras de direção, diagnóstico do motor, alerta de baixo nível de combustível e sistema de segurança
Painel de Instrumentos: Conjunto especialmente desenhado com velocímetro digital compacto e amplo conta-giros analógico com hodômetro total, relógio e hodômetro parcial duplo

1. A medição reflete um motociclista com peso de 82 kg.
2. Recomenda-se combustível com octanagem 91 ou superior.
3. Os valores mostrados são nominais. O desempenho pode variar de acordo com o país e a região.

*Dados do fabricante

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

2 Comentários

  1. Show de bola essa moto, aliás gostei desse tanque de combustível que equipa ela, com certeza se eu fosse ter uma Harley seria essa.

    Aliás… não tem uma outra moto da Harley com esse mesmo estilo de tanque de combustivel, porém de outro modelo???

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo