AvaliaçõesGMTestes

Avaliação – Chevrolet Cruze Sport6 Black Bow Tie 2019

Por Daniel Jacques (http://autosgiros.com.br)

Líder de vendas no seu segmento e um dos carros mais desejados do mercado brasileiro, o Chevrolet Cruze ganhou a nova série Black Tie no final de 2018 para acrescentar uma pitada a mais de esportividade na linha do modelo. O Autos Giros testou a nova versão a configuração Sport6 e traz agora todos os detalhes.

Disponível nas versões hatch (Sport6) e sedan, a configuração foi inspirada em customizações feitas por consumidores, e lembra as também recentes versões Midnight, já presentes na picape S10 e no SUV Tracker por aqui. As diferenças principais estão no visual, como a “gravatinha” da marca na grade e na tampa traseira, que deixam a tradicional cor dourada e vêm em preto escovado.

Além disso, ela traz rodas com aro 17 da versão LTZ e o emblema “Cruze” na tampa traseira escurecidos. Ele conta ainda faróis e lanternas de neblina, luz de condução diurna, spoiler traseiro e espelhos retrovisores elétricos com indicador de direção.

A nova versão é baseada na versão de entrada LT, mas vem recheada de equipamentos. Os bancos têm acabamento premium, assim como o volante multifuncional e o painel, que tem detalhes cromados. O Chevrolet Cruze Black Tie traz também câmera de ré com sensor de estacionamento, multimídia MyLink compatível com Android Auto e Apple CarPlay e o sistema OnStar.

Outro diferencial é o teto claro, que “escapa” do predomínio escurecido do resto, mas dá uma sensação de amplitude, de maior espaço interno. Para o conforto do motorista e dos passageiros ele traz ar condicionado, coluna de direção com regulagem em altura e profundidade, sistema stop-start (desliga o motor em paradas), além de airbags duplos e laterais e cintos de segurança de três pontos para três passageiros no banco traseiro. Opcionalmente, ele pode ser equipado com o sistema de som premium da JBL especialmente projetado para o veículo, entre outros acessórios.

O motor é o mesmo 1.4 flex turbo de 153 cavalos de potência e 24,5 kgfm de torque, acompanhado pela transmissão automática de seis velocidades das demais versões. O propulsor, aliás, continua sendo uma das qualidades do modelo, com ótimas respostas em reacelerações ou em quaisquer situações.

Com preços a partir de R$ 98.790, a versão Black Tie é baseada na básica LT, e conta com controle eletrônico de tração e de estabilidade, freios ABS com EBD (distribuição da força de frenagem) e PBA (frenagem de emergência), direção elétrica progressiva, controle de cruzeiro, abertura e fechamento dos vidros por controle remoto, sistema isofix para fixação de cadeirinha infantil, assistente de partida em rampas e sistema de monitoramento da pressão dos pneus.

O Chevrolet Cruze vem crescendo e ganhando posições entre os mais vendidos nos últimos anos. E não é para menos, o carro melhorou bastante na última atualização, e continua recebendo a devida atenção da Chevrolet.

Entre os hatches a liderança já começa a ser folgada. Em 2018 ele praticamente dobrou as vendas, se distanciando dos principais concorrentes. Entre os sedans, ele ainda está longe do líder Corolla, mas está “perigosamente” perto do segundo colocado, o Civic, tendo inclusive superado o concorrente japonês em alguns meses de 2018.

Segundo a GM, a versão Black Bow Tie foi desenvolvida com uma estratégia diferente das versões Midnight, que têm conteúdo parecido. Enquanto aquela traz itens similares, esta foi criada especificamente para o Cruze, baseada em pesquisas realizadas em 2018, antes do Salão do Automóvel de São Paulo, e suas características próprias.

Enquanto os sedans japoneses têm seu público cativo, que se renova e os mantém nas primeiras posições, o modelo médio da General Motors vem crescendo ano a ano graças a conquista de clientes “entrantes” no segmento. Isso demonstra que seu visual tem apelo com o seu público-alvo e que, ao conhecer o carro, ele agrada bastante.

E não há dúvidas quanto a isto. O Chevrolet Cruze não é um carro perfeito, mas ano após ano a montadora vem acrescendo novidades que o tornam ainda melhor e mantém ele nesta cruzada pelo topo.

*FICHA TÉCNICA:

Mecânica

Motorização 1.4

Combustível             Álcool            Gasolina

Potência (cv)            153     150

Torque (kgf.m)         24,5    24

Consumo cidade (km/l)      7,6      11,3

Consumo estrada (km/l)    9,3      13,6

Câmbio          automática com modo manual de 6 marchas

Tração           dianteira

Direção          elétrica

Suspensão dianteira          Suspensão tipo McPherson e dianteira com barra estabilizadora, roda tipo independente e molas helicoidal.

Suspensão traseira            Suspensão tipo eixo de torção, roda tipo semi-independente e molas helicoidal.

Freios            Quatro freios à disco com dois discos ventilados.

Dimensões

Altura (mm)   1.484

Largura (mm)           1.807

Comprimento (mm)             4.448

Peso (Kg)      1.310

Tanque (L)    52

Entre-eixos (mm)     2.700

Porta-Malas (L)        290

Ocupantes    5

*Dados do fabricante

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo