AvaliaçõesGMTestes

Avaliação – Chevrolet S10 4×4 LTZ 2.5 SIDI Ecotec6 2015

Fotos: Marcus Lauria

A picape mais vendida do Brasil, com 50.821 unidades comercializadas em 2014, está evoluindo a cada ano. Desde 2012, quando foi lançada a segunda geração da S10, a admiração dos consumidores pelo modelo só aumentou, prova disso é o aumento das vendas e a liderança do segmento. Com design mais robusto e bem equipada, a picape da Chevrolet vem ficando cada vez mais atraente.

A novidade da S10 Cabine Dupla 2015 fica por conta do novo motor 2.5L flex de 206 cv, com torque de 27,3 mkgf (abastecido com etanol), feito todo em alumínio, Ele possui injeção direta, sistema de partida a frio sem o “tanquinho”, duplo comando de válvulas continuamente variáveis e é acompanhado do novo câmbio de seis marchas.

O novo conjunto deixou a picape mais silenciosa e mais ágil. No trânsito ela se comporta muito bem, mostrando muita disposição o tempo todo. O câmbio de seis marchas continua com a mesma maciez e com engates precisos, a sexta macha serve para ajudar no consumo, que foi relativamente bom em todo o teste, além de melhorar os níveis de ruído, vibração e aspereza. Chegando a uma média de 8,5 Km/l, sempre em trajeto urbano e com o ar-condicionado ligado.

De acordo com a Chevrolet, o novo motor substitui as versões intermediária (LT) e de luxo (LTZ) o 2.4 Flexpower, de 147 cv de potência, que permanecerá apenas na versão de entrada (LS), que não sofre mudanças. Existe ainda a opção do motor 2.8 Turbodiesel, que, no ano passado, teve a potência aumentada para 200 cv.

Outra novidade encontrada na versão avaliada, é a tração 4×4, disponível até então apenas nas configurações a diesel. O equipamento oferece estabilidade e dirigibilidade mesmo em pisos de pouca aderência ou acidentados, transmitindo segurança para o motorista e passageiros. Existe ainda a opção da reduzida, que é ativada através de um seletor eletrônico posicionado no console central, eliminando a necessidade de alavancas, com ela é possível carregar e rebocar grandes cargas com maior facilidade.

Além do motor, as suspensões dianteira e traseira receberam uma nova calibragem. Ficando agora mais rígidas, e a direção mais direta. A engenharia também resolveu mexer no interior, que ganhou reforços no isolamento acústico, que de acordo com a marca, ela ficou 13% mais silenciosa em relação ao modelo 2014. Além disso, o interior ficou mais “requintado”, com aplicações de novos materiais e painel com detalhes em preto brilhante

De séria a versão LTZ avaliada traz como novidade o Assistente de Partida em Rampas (Hill Start Assist), que não permite que o veículo recue em saídas íngremes, e o Assistente de Descida (Hill Descend Control), que controla a velocidade em descidas íngremes sem a necessidade de intervenção do motorista.

Pensando ainda mais em segurança, a picape traz ainda controles eletrônicos de tração e de estabilidade (TC e ECS) e o controle de balanço de reboque (TSC), que aciona automaticamente os freios e reduz o torque do motor, caso seja detectado alteração da trajetória do trailer, por exemplo.

De série ela vem com conjunto elétrico de travas e vidros, sistema multimídia MyLink, piloto automático, coluna de direção regulável em altura e rodas de liga leve de 17 polegadas, sensor de estacionamento, navegador por GPS, bancos em couro, volante multifuncional, rack de teto. Segundo a tabela de preços do site, ela começa em R$ 97.700 (versão 4X2) e chega a R$ 103.700 com tração nas quatro rodas.

CONTINUA NA PÁGINA 2

1 2Próxima página
Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo