MotosNotícias

Salão Duas Rodas: Ducati apresenta novos modelos ao mercado Brasileiro

Os cinco anos de Ducati no Brasil foram marcados por mudanças e superação de desafios que levaram à conquista de um posicionamento sólido e com direcionamento bem definido para os próximos anos.

Segundo Diego Borghi, Presidente da Ducati do Brasil, a trajetória da companhia no país tem se mostrado bastante acertada. “Mesmo em um cenário econômico de retração, a Ducati conquistou resultados impressionantes. Já ultrapassamos nossa participação de mercado em relação a igual período do ano anterior, mesmo com toda a reestruturação realizada em nossa rede de concessionárias. Reduzimos momentaneamente nossa área de cobertura, porém, não deixamos de acelerar as vendas tornando o negócio Ducati mais rentável e saudável aos nossos concessionários”, destaca.

O ano de 2017 trouxe a confirmação de acerto sobre as decisões tomadas pela companhia. O resultado foi a manutenção da performance da Ducati no Brasil, que se mantém em crescimento apesar da insistente queda do mercado nacional no segmento acima de 500 cilindradas. De janeiro a outubro de 2017, o mercado no segmento premium caiu 16,5%. Em igual período a Ducati do Brasil cresceu 1,7% e saltou de 3,2% para 3,9% em participação de mercado.

Embalada pelos bons resultados, a Ducati do Brasil anunciou que para 2018 deve retornar as praças onde já teve operação. Ribeirão Preto (SP) tem inauguração prevista para o primeiro trimestre. Vale destacar que localidades como Rio Grande do Sul e Santa Catarina já estão em negociações avançadas.

“Para 2018 queremos ultrapassar a barreira dos 4% de participação no mercado. Uma conquista que está ao nosso alcance, pois mesmo em períodos de dificuldade de mercado a Ducati mostrou-se superior às adversidades”, afirmou Borghi, ressaltando que os rumores que circularam na imprensa internacional sobre uma possível venda da Ducati não passaram de especulação. “ Posso afirmar que a Ducati não está a venda”, taxou.

Para dar suporte à este crescimento a Ducati do Brasil anunciou a implantação de um Estoque Local de peças no Brasil. O novo estoque oficial da marca já está em funcionamento e durante os últimos três meses passou por testes logísticos, além de intenso treinamento junto à rede de concessionárias para a execução de pedidos locais.

Os resultados iniciais são entrega em tempo recorde – com mais de 13 mil itens em estoque –  e uma cobertura de 70% da demanda de pedidos da rede.

Outra ação de forte repercussão, principalmente junto aos consumidores, foi a recente homologação de Postos de Serviços nas cidades de Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ) e Porto Alegre (RS) para atender os ducatistas na prestação de serviços da marca.

A nova versão da Scrambler vem customizada de fábrica com acessórios como guidão esportivo, retrovisor baixo estilo “café racer” e grade de proteção do farol.

A Scrambler Custom é uma versão exclusiva para o Brasil. O modelo será comercializado a partir de dezembro, disponível na cor prata e detalhe em gota lateral em cinza fosco, com preço sugerido ao consumidor de R$ 39.900,00.

A Ducati Multistrada Enduro ganha edição uma versão Especial Brasil. O novo modelo Limited Edition vem equipado com dois tipos de pacotes: Enduro Pack e Touring Pack por R$ 94.900,00.

A Ducati apresenta a nova Monster 797. O espírito da Monster e o apelo da Ducati, agora acessíveis para todos. Esportiva, compacta, essencial e, ainda assim, incrivelmente estilosa e atualizada.

Tudo o que tem na Monster 797 traz à mente a icônica moto dos anos 90, ao mesmo tempo que oferece modernidade de ponta, desde o quadro Trellis até o motor L-twin refrigerado a ar e o farol redondo.

A Monster 797, a mais acessível das Ducati naked, foi projetada para expressar essa essência única da Monster, até o último detalhe. Com seu tanque, compacto, mas ainda assim robusto, farol icônico e traseira cônica, a Monster 797 tem visual limpo e vigoroso. O motor Desmodue L-twin refrigerado a ar fica acomodado no quadro Trellis, mostrando os componentes mecânicos no inimitável estilo da Monster.

Com uma enérgica potência máxima de 75 hp a 8.250 rpm e ótimo rendimento na faixa de rotação, a Monster 797 coloca o desempenho e a diversão ao alcance de todos, garantindo uma experiência de pilotagem empolgante a cada dia, em qualquer estrada. Em conformidade com a EURO 4, a Monster 797 L-twin é perfeita para aqueles que estiverem comprando sua primeira Ducati ou simplesmente sua primeira motocicleta, ainda oferecendo pilotagem repleta de diversão para até mesmo o mais experiente dos motociclistas. Além disso, a segurança ativa está sempre pronta para entrar em cena, graças ao ABS Bosch de fábrica. O ABS da Monster 797 funciona juntamente com um sistema de freio dianteiro de alta categoria, consistindo de dois discos Brembo de 320 mm presos por duas pinças radiais Brembo M4.32.

As 97 combina elementos tradicionais e componentes ultra-modernos. Ela de fato possui instrumentação LCD, luzes laterais e traseira em LED e novo câmbio. Uma olhada na configuração do chassis revela, além do já mencionado quadro Trellis, um braço oscilante bilateral em alumínio fundido leve e esportivo, com um amortecedor montado na lateral. O braço oscilante triangular também remonta a outro marco na história da Monster, a 696 de 2008.

O motor da Monster 797 é um Desmodue L-twin refrigerado a ar com 803 cm3 . Essa unidade de potência segue a pista da Monster original, mas é um motor atualizado Euro 4 capaz de produzir 75 hp a 8.250 rpm e um torque máximo de 69 Nm (50,8 lb-ft) a 5.750 rpm. Com orifício e curso medindo 88 mm e 66 mm, respectivamente, ela foi projetada para fornecer o puro prazer de pilotar uma Ducati, sem jamais se tornar excessivamente desafiadora.

Projetado para ser simples e confiável, o motor da Monster 797 também tem competitivos intervalos de manutenção de 12.000 km. O preço sugerido ao consumidor é de R$ 39.900,00.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Max Midia Comunicaçao

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo